Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 21 de Outubro 2018
Por Maria Helena


Por dentro dos dias - Barreiro
Basta um sorriso!


A(nota)mentos
IPS no pensar e ser Barreiro no século XXI


Rosto da Semana – Barreiro
Luciano Barata – um rosto do fazer teatro


Inferências – Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos? (III)


Inferências – Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos? (II)


Inferências - Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos ? ( I)


COLUNISTAS
Prevenir ou remediar?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Polvo Unido
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


A UBER AGRADECE
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


A Retribuição Mínima Mensal Garantida
José Caria
Montijo


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Jantar Comemorativo do primeiro ano de mandato
do Partido Socialista na Câmara Municipal Alcochete.


Barreiro - Na Casa Sindical dos Ferroviários
PCP promove debate sobre a Quinta do Braamcamp


Passagem de um ano de mandato das últimas eleições autárquicas
Partido Comunista Português vai realizar iniciativas no concelho da Moita


«Vamos ver se existe abertura do PS para que possamos chegar a um consenso»
PSD disponível para viabilizar orçamento da CMB mediante inclusão d


ENTREVISTA
«Atelier Digital» um projecto da Google no IPS em Setúbal
Desde o seu lançamento já formou mais de 42 mil portugueses.


Durval Salema, PAN – Pessoas – Animais – Natureza
Desenvolver o conceito «Barreiro – uma cidade amiga das crianças»


Barreiro - Francisco Alves do Bloco de Esquerda
Há confronto excessivo, para não lhe chamar guerrilha, entre a actual e a anterior maioria


Barreiro - JPAC cantautor vive a música com paixão
«A música é um sonho meu de criança»


AS EMPRESAS
Transportes Colectivos do Barreiro
ALTERAÇÃO PROVISÓRIA DE PERCURSOS
Carreiras 6, 9, 149 e 150


Na Quinta da Margueira em Almada
1º Fórum Empresarial da AISET- Associação da Indústria da Península de Setúbal


DESPORTO
Pela primeira vez no Concelho do Barreiro
Gala da Associação de Atletismo de Setúbal


Escola de Patinagem do Grupo Desportivo Fabril do Barreiro
Conquista 1º lugar na 35ª Seixalíada


AS ESCOLAS
Setúbal - Nova edição do curso científico no auditório nobre do IPS
Politécnico de Setúbal forma voluntários no combate ao VIH/SIDA


Alunas do Agrupamento de Escolas de Álvaro Velho - Barreiro
Participaram nas VI Jornadas de Arte & Ambiente


Francisco Banha encerra conferência sobre empreendedorismo
5.ª Inspira Barreiro recebe o mais ativo «business angel» português


Moita - Flexibilidade e Autonomia Curricular ETPM
Conhecer os produtos é essencial em Cozinha


Barreiro - Cerca de 250 docentes e não docentes
Participaram na Receção à Comunidade Educativa


REPORTAGEM
Barreiro - «Memórias do Meu Rio» de Lina Soares
Um encontro entre a história, a poesia e a fotografia


Barreiro / Moita – Nova Rotunda dos Fidalguinhos
O concurso para a obra será lançado antes do Verão


Avenida da Praia no Barreiro vai sofrer muito ruído
Baixa da Banheira e Lavradio vão receber impactos entre 70 a 90 decibéis


Barreiro - Requalificação do Polidesportivo da Avenida Bento Gonçalves
Uma demolição que foi uma oportunidade


Requalificação do Clube de Vela do Barreiro
«Acabamos de assinar uma parceria entre o Governo e uma associação»
. Candidatura no valor d


Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro
«Todos estamos cá para levar Santo António para a frente»


No Rotary Clube do Barreiro conversa sobre «From Kibera with Love»
Projecto de Turismo Social à maior favela do mundo


Espaços vazios e ao abandono nas cidades são tema de investigação académica
Barreiro é um dos casos de estudo


Barreiro está a mergulhar numa depressão nocturna
Actividade nocturna tem que fazer parte da cidade


MOLDURA
Barreiro - Cosplay Art Festival na ADAO
Um hobby que se transformou numa Arte Performativa


Hoje há Festa do Teatro no Barreiro
Grupo UBU e Grupo de Teatro Palha de Abrantes.
. Uma noite a não perder


No Centro Hospitalar Barreiro Montijo
Os afetos na Primeira Semana da Saúde Mental


No Pavilhão Municipal de Exposições
1º Encontro R&B Moita


Programação de Cinema no Forum Barreiro
ASSIM NASCE UMA ESTRELA continua em cartaz


Barreiro - No Quartel dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste
Jantar de Solidariedade com o actor António Cordeiro


Barreiro - Jornadas de Enfermagem do ACES Arco Ribeirinho
Com o lema «Plano Local de Saúde - Contributos de Enfermagem»
. Alcochete, Mon


Jornadas do Património Cultural do Barreiro 2018
Ano Europeu do Património Cultural


AUTARQUIAS
Tianjin da China primeira cidade asiática a geminar-se com Setúbal
Setúbal incumbida de elaborar proposta de acordo de geminação


Lançar um novo desafio à cidade na área da restauração
Criação do selo «Setúbal Saudável»


Moita - No Gaio-Rosário
Reunião pública da Câmara Municipal


Moita - União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Lamenta que ministro da saúde tenha saído do cargo sem cumprir as promessa


Barreiro - Reservatório do Antigo Lavadouro na Rua José Augusto Pimenta
no final de outubro começa demolição
. Duração prevista de 30 dias.


Associação de Municípios do Barreiro e da Moita
Não se revê no texto de opinião da coordenadora da Quinta do Mião


OPINIÃO
A DEFESA DOS DIREITOS E PROMOÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA DO OSTOMIZADO UM NEGÓCIO DE DÚVIDAS
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


Direito à indignação perante a postura de alguns membros do PS Moita
Por Rogério Paulo Gonçalves dos Santos
Moita


FAÇA-SE LUZ
Por Rui Lopo
Barreiro


Pela Valorização das Assembleias Municipais
Por Pedro Vasconcelos Almeida
Barreiro


Como melhorar a nossa Automotivação?
Por Sandra Pereira
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Barreiro - Do Parque da Cidade ao Parque Catarina Eufémia
10ª Marcha Solidária da Associação de Mulheres com Patologia Mamária


Rotary Clube do Barreiro
Vai atribuir bolsas de estudo a alunos do Ensino Superior


Escuteiros adultos de Santo André-Barreiro
Fim-de-semana de limpeza na Serra da Arrábida


Inauguração da nova sede dos Escoteiros Grupo 264 Barreiro
Um espaço no Convento dos Loios no Lavradio


Moita - Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira
Projeto CRIBB galardoado com prémio BPI Seniores 2018


CULTURA
Na Igreja de Nossa Senhora do Rosário - Barreiro
Concerto de órgão com a participação do organista Rui Paiva.


LIVROS
Álvaro Giesta poeta do Barreiro
Apresenta «O Sereno Fluir Das Coisas»


Moita - No Café-Concerto do Fórum Cultural na Baixa da Banheira
Lançamento do livro «Contos e Cantos do Rio e do Mar»


POSTAIS
Património ferroviário é uma marca da identidade do Barreiro
CP está contra processo de classificação que «estava bem encaminhado»


Na Cooperativa Cultural Popular Barreirense - Barreiro
Exposição de fotografia de Rui Aleixo


Pedro Canário, ex- presidente da CM Barreiro
Quinta do Braamcamp é o nosso «património paisagístico natural»


Barreiro - E esta, hem!!
Três pilaretes na entrada de uma passadeira de peões


Barreiro - 33 anos de constituição da Freguesia de Santo António da Charneca
MEMÓRIA instrumento fundamental à IDENTIDADE


Barreiro - Agressor de mulheres na via pública
Se uma sociedade não dá resposta a um caso destes, estamos a falhar


Novo paradigma de transportes públicos na Área Metropolitana de Lisboa
Hoje é um dia histórico sublinhado na reunião da CM Barreiro


Barreiro - 2ª edição do Laboratório Colaborativo CO.LAB
Potenciar a educação para a cidadania.


Grupo de Teatro Projéctor – Barreiro
«Ano após ano a luta pelo desengano»


Assessoria para a Comunicação Social
Custa à Câmara Municipal do Barreiro 4.500 euros mensais


Crónicas do Algarve
Acerca de camaleões, de muxamas, de polícias e de laranjas


EUROPA
Comissão Europeia regista a iniciativa
«Acabar com a fome que afeta 8 % da população europeia»


Comissão Europeia regista iniciativa
sobre «Cidadania Permanente da União Europeia»


entrevista rostos.pt - o seu diário digital

Sara Oliveira, Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro
«É muito difícil ver pessoas sofrer e sentirmos a impotência»

Sara Oliveira, Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro<br>
«É muito difícil ver pessoas sofrer e sentirmos a impotência». Instituição conta com 350 trabalhadores e presta serviço a mais de 650 utentes

. Cozinha Central confecciona 1.200 refeições por dia

“Gostava que as pessoas conhecessem a instituição. Estou disponível para conversar com as pessoas, para mostrar o espaço e percebam o que se faz, por dentro daquele portão verde, que por vezes as pessoas passam com muita indiferença e nem percebem o que se faz aqui dentro.”, salienta a Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, numa entrevista ao jornal «Rostos».

Sara Oliveira, Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, vive o seu quotidiano por dentro da vida daquela que é a mais antiga instituição do concelho do Barreiro.
A Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, nas suas diversas valências conta com 350 trabalhadores e presta serviço a mais de 650 utentes, entre os internos, centro de dia, apoio domiciliário, creche e apoio social.
Sara Oliveira, numa visita que nos proporcionou às instalações permitiu-nos conhecer os diversos Lares, nos dias de hoje denominados – ERPIS – Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas.

Similar a um Hospital de Retaguarda

O Lar Nª Srª do Rosário destina-se a apoiar pessoas muito dependentes do ponto de vista fisico – “é muito similar a um Hospital de Retaguarda” – funciona 24 horas por dia. Tem serviços de enfermagem, médico e fisioterapia.
Aqui presta-se serviço a 78 utentes.

Dar todas as condições de saúde aos utentes

O Lar de S. José, destina-se a idosos, com um perfil diferente. Mas hoje, refere cerca de 60% dos utentes têm um grau de dependência muito semelhante aos do Lar de Nª Srª do Rosário.
“Nós procuramos dar todas as condições de saúde aos utentes. A Segurança Social não prevê o apoio de saúde que nós estamos a dar. Fazemos isso com algum esforço financeiro”, refere Sara Oliveira.
É garantida a presença de um médico 3 vezes por semana e 12 horas por dia de apoio de enfermagem.
Aqui presta-se apoio a 84 utentes.

Os idosos passam o dia connosco

Outro serviço é o Centro de Dia, ligado ao Lar de S. José, com capacidade para 25 utentes, é um serviço que tem vindo a reduzir a procura, no entanto, sublinha a Provedora, nos últimos meses voltou a registar-se de novo a procura deste apoio.
“Vamos a casa de manhã buscar os idosos, passam o dia connosco e regressam à noite”, sublinha.

Dar resposta aos mais carenciados

A Comunidade de Inserção é outra das estruturas que funciona na Santa Casa da Misericórdia cuja finalidade é dar apoio aos mais carenciados, ao nível da alimentação, tratamento de roupas e higiene pessoal.
Este é um serviço que dá apoio aos sem abrigo e a pessoas que vivem em condições precárias.
Temos acordo para prestar apoio a cerca de 60 utentes, mas o número de pessoas é muito mais elevado, sublinha Sara Oliveira.
Ainda dentro desta comunidade funciona a Cantina Social, que começou por dar 100 refeições diárias.
“Sabemos que o governo tem como intenção acabar com estas cantinas sociais e propõe outro tipo de apoio ao nível de alimentação com fornecimento de géneros. Há muitas pessoas que não têm condições para confeccionar. Neste momento estamos com 50 utentes. Mas damos mais refeições que estas que estão protocoladas”, refere a Provedora.

Apoio domiciliários durante toda a semana

O Apoio Domiciliário garante apoio a 80 utentes, temos capacidade para 100 utentes.
Os utentes escolhem os serviços que têm necessidade, uns higiene pessoal, outros higiene das instalações e refeições.
Este é um serviço garantido durante os sete dias da semana.

Cozinha Central confecciona 1.200 refeições

Para garantir estes serviços funciona a Cozinha Central que confecciona 1.200 refeições por dia, para todos os lares, Creche, CAT, Apoio domiciliário.
São um total de 650 utentes diários.
Igualmente de referir o funcionamento da Lavandaria Central, que dá respostas internas e respostas sociais.
Para dar conforto e apoio quer aos utentes, quer aos visitantes, funciona um Bar.
As visitas têm um horário alargado, de duas horas para os lares das 16h00 às 18h00 e das 14h00 às 19h00, na Unidade de Cuidados Continuados.

Cuidados Continuados apoio a 70 utentes

A UCCI Provedor Júlio Freire – Unidade de Cuidados Continuados, presta apoio a 70 utentes, dando resposta a duas vertentes – de longa duração ( 40 utentes) e média duração ( 30 utentes).
A média duração é mais vocacionada para a reabilitação. Uns utentes estão até 90 dias, com fisioterapia diária, terapeutas da fala e ocupacionais.
A longa duração é para períodos de seis meses – “mas infelizmente pela falta de resposta social que há, acabam por ficar muito mais tempo”, sublinha Sara Oliveira.
A Provedora salienta a importância da Farmácia Central, que dá resposta á Unidade de Cuidados Continuados e serve a comunidade de Inserção.

Condições renovadas e de modernidade.

O Lar de Nª Srª das Misericórdias, é um lar de idosos, com características idênticas ao Lar de S. José, presta apoio a 25 utentes, sendo 4 camas reservadas para a Segurança Social.
Um Lar que nasceu nas novas instalações, com condições renovadas e de modernidade.
Sara Oliveira, sublinha que um dos objectivos próximos será a renovação dos lares que funcionam há mais tempo, de forma a melhorar as suas condições.

Uma sala multi-sensorial

A Sala Snozelen, é uma sala multi-sensorial, que permite trabalhar as situações de AVC’s, Alzheimer e dá resposta a outras situações. “Tenho um protocolo com a Escola de Santo António de forma a permitir a utilização da sala pelos alunos com necessidades educativas especiais”, refere Sara Oliveira.
“Esta é uma sala que queremos abrir para a população do Barreiro”, acrescenta.
Esta sala surgiu em sequência da candidatura a um projecto do BPI. Foi um projecto vencedor, tendo sido atribuído à Santa Casa da Misericórdia do Barreiro – o Prémio Inovação, pelas características especificas de abordagem de terapêuticas da fala, devido à existência de auscultadores de transdução óssea.

Creche em Palhais

Para além dos Lares e serviços que funcionam nas instalações centrais, na Rua Miguel Bombarda, a Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, mantém a Creche Rainha D. Leonor, em Palhais, que tem capacidade para 83 utentes, mas serve 66 utentes, dos 0 aos 3 anos.

Apoio a mães solteiras e crianças

E, também o CAT – Centro de Atendimento Temporário, no Largo de Santa Cruz, que tem duas valências.
O «Palhacinho», que dá apoio a meninos que são retirados às famílias, garantindo prestação de serviço a 15 utentes.
O «Beira Tejo», que dá apoio a mães solteiras, prestando serviço a 5 utentes.
“Normalmente está sempre ocupado. O apoio às crianças é sempre uma necessidade urgente”, refere Sara Oliveira.

Esta é a minha primeira casa

“Há muitos anos comecei, por coisas do destino, a viver todos os dias esta instituição. Foi no ano 2000, quando o meu marido foi aqui internado, por doença de Alzheimer.
Isso fez que começasse a viver diariamente esta instituição, ligando-me ao meu familiar e ao seu dia a dia”, sublinha Sara Oliveira.
Em 2005, a convite de Júlio Freire, integrou os Órgão Sociais – “foi aí que abracei esta causa”.
Sara Oliveira, recorda que a sua profissão é Professora de Português, no Agrupamento de Escolas de Santo António e que ao abrigo da mobilidade estatutária está a tempo inteiro na Santa Casa da Misericórdia do Barreiro – “porque aqui, os Corpos Sociais são voluntários e não auferem vencimentos”.
“Esta é a minha primeira casa, venho para aqui todos os dias de manhã e não sei quando regresso a casa. É o horário de santo, ou seja é quando Deus quiser. Ser Provedor não é o penacho que é importante. A minha forma de estar aqui é diariamente com toda a gente, arregaçar as mangas, ajudar os que precisam, seja em que circunstância for, é sobretudo amar o outro. Porque se nós não gostarmos do que fazemos, isso é sempre muito complicado. Vir para aqui, diariamente, dar conforto, dar carinho, dar alento aos que mais precisam, acho que é, de facto, a missão de qualquer pessoa numa instituição como esta”, refere.

Muito difícil ver pessoas sofrer e sentirmos a impotência

Sara Oliveira, recorda situações que marcam a sua vivência na instituição.
“Há situações marcantes, mas nós aprendemos a ultrapassar, porque o sofrimento é sempre muito difícil, ver que as pessoas sofrem e sentirmos a impotência que nada podermos fazer, sentimos que a única coisa possível é proporcionar o melhor”, sublinha.
Refere que o que mais faz sofrer é, para além do sofrimento dos idosos, é o sofrimento dos que menos têm – “gosto de estar aqui e chegar ao fim do dia e sentir que consegui ver alguém um pouco mais feliz”.

Todos os dias temos mais um desafio

A Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro sublinha que a maior alegria que sentiu foi ter conseguido inaugurar a Unidade de Cuidados Continuados e o protocolo para abrir o Lar da Nª Srª das Misericórdias.
“Nesta luta constante, para abrir estas duas valências não posso deixar de agradecer ao Presidente da União das Misericórdias, Manuel de Lemos, que tem sido um ombro amigo para a instituição”, sublinha.
“Neste momento sinto a instituição numa ebulição constante. Todos os dias temos mais um desafio.
Estamos com a reabilitação do Lar de S. José, que foi inaugurado em 1993, nunca sofreu qualquer remodelação, é o que estamos a requalificar para dar mais qualidade de vida aos nossos utentes”, salienta.

Barreiro carece de um Hospital de Alzheimer

O sonho de Sara Oliveira é fazer nascer este projecto no espaço onde, actualmente, funcionam os serviços administrativos da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, os chamados pavilhões – ou antiga Câmara de pau.

Depois de ter sido feita a cedência daquele equipamento por acordo de comodato, pela Câmara Municipal do Barreiro, na presidência de Carlos Humberto, a fase que se previa seguidamente era a entrega daquele espaço à Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, por permuta com a cedência de um terreno no Vale do Trabuco para a Câmara Municipal do Barreiro.
O assunto estava a decorrer, existiam conversações que vão continuar com o actual executivo municipal.

“O Barreiro carece de um Hospital de Alzheimer, que dê resposta de conforto e qualidade a esta epidemia do século”, sublinha Sara Oliveira.

Estou disponível para conversar

“Gostava que as pessoas conhecessem a instituição. Estou disponível para conversar com as pessoas, para mostrar o espaço e percebam o que se faz, por dentro daquele portão verde, que por vezes as pessoas passam com muita indiferença e nem percebem o que se faz aqui dentro.”, salienta a finalizar a Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro

S.P.

VER FOTOS

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10155427352667681

25.07.2018 - 00:11
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND