Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 25 de Abril 2019
Por Maria Helena


A(nota)mentos - Barreiro
Beijo nos lábios vermelhos de Abril
– o sabor da palavra Liberdade


Rosto da Semana – Barreiro
Manuel Fernandes – o rosto de uma festa feita de presente e futuro


Por dentro dos dias – Barreiro
Do navegar é preciso…ao sobreviver é preciso!


Inferências
O tema central não é a Quinta do Braamcamp, é o PDM é a estratégia para o concelho.


ROSTOS DO ANO 2018
Reconhecimento aos que contribuíram para valorizar o concelho do Barreiro
. ROSTO DO ANO António Cordeiro


COLUNISTAS
Igualdade
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Falam, falam, falam e não fazem nada…
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


Quadro Comunitário de Apoio para o período 2021-2027
Por José Caria
Montijo


O dianho do «crowdfunding»
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Até amanhã Sr. Alexandre. Bom Natal
Por Jorge Fagundes
Barreiro


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Seixal - Com os votos contra do PSD e a abstenção do PS
Parlamento chumba medidas propostas pelo PCP para reduzir a poluição em Paio Pires


Sesimbra - Comemoração do 45º Aniversário do 25 de Abril
Homenagem a Manuel Alfredo Tito de Morais.


Bloco de Esquerda defende ligação Barreiro - Lisboa
Terceira Travessia do Tejo em modo ferroviário.


MOITA - VEREADORES DO PS VOTAM CONTRA O RELATÓRIO E CONTAS DE 2018
Precisamos de outras opções que certamente resultarão noutras contas


Aquisição de duas viaturas para o Programa Escola Segura no Barreiro
Bruno Vitorino considera necessário que CMB adquira face à incapacidade do Es


ENTREVISTA
Barreiro - TCB pode alargar serviço a concelhos limítrofes
Colaborar na mobilidade de Sesimbra, Palmela e Seixal para além da Moita
. Novos au


Desconstruir aquela ideia do Barreiro coitadinho
Projecto «Start XXI» uma aposta no desenvolvimento económico


AS EMPRESAS
Barreiro - Perturbação no regular funcionamento das carreiras
ALTERAÇÃO PROVISÓRIA DE PERCURSOS
. Carreiras 3, 6, 318, 701 e 702


Nos concelhos de Almada, Barreiro e Seixal
Embaixador do Qatar e Empresários Brasileiros visitam territórios Lisbon South Bay


DESPORTO
Barreiro - Patinagem Artística do Fabril única representante do Distrito de Setúbal
No Portugal Chapatim Roller Cup 2019 em Matosinhos


Campeonato de Portugal de Juniores e Absoluto 420
Clube de Vela do Barreiro coloca duas tripulações nos 5 primeiros lugares do Nacional


Moita - 26º Grande Prémio de Atletismo da Fonte da Prata
No âmbito do AtletisMoita vai ter lugar a 4 de maio


Campeonatos Nacionais de Jovens Clássicas de Xadrez em Portimão
Hugo Ferreira Sub 20 e Ferroviários do Barreiro conquistam 2º lugar


Barreiro - Raquel Augusto atleta de Ginástica Ritmica
Campeã Distrital em Movimentos Livres e Vice Campeã em Bola e Fita
. Apurada par


PERSONALIDADES
associação informal VULTOS DA NOSSA TERRA
HOMENGEM A JORGE TEIXEIRA
. APELO


AS ESCOLAS
Barreiro - Escola Secundária de Casquilhos na Lituânia
Erasmus+ - Projeto DE.CO.DE


Barreiro - Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita
Presente na Polónia no encontro Erasmus «Um homem são num ambiente são»


Barreiro - Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita
Participou na 17ª Edição do Prémio Internacional Marco & Alberto Ippolito na Roménia


REPORTAGEM
Barreiro – Rute Pio Lopes abre Encontros «O autor e os livros»
Fotografia foi sempre uma grande paixão da minha vida
. Sintonia é unir palavra


Rui Braga, responsável pela comunicação da Câmara Municipal do Barreiro
Alerta que «notícias falsas» não acontecem por acaso>
. «Perfis falsos


Barreiro - Escola de Música do Penalvense
Onde se aprende música fazendo música


Barreiro – Constituída «Plataforma contra a Venda da Quinta do Braamcamp»
Lançada a proposta de promover o DIA B – Braamcamp
. Constru


António Costa entregou a chave do primeiro dos 60 novos autocarros a gás dos TCB
Investimento total superior a 18 milhões de euros


Gilberto Gomes no Rotary
Barreiro não conseguiu recuperar os milhares de postos de trabalho que perdeu na CUF e nos ferroviários


MOLDURA
Seixal - Espetáculo comemorativo dos 45 Anos do 25 de Abril
Adiado para hoje dia 25 de Abril


Num percurso de cerca de 150 quilómetros pela antiga canada real
Romeiros transportam Nª Srª. da Boa Viagem da Moita a Viana do Alentejo


Moita - Comemorações do 45º aniversário do 25 de Abril
Concerto com Ana Moura adiado para 30 de abril


Barreiro - Conhecido o vencedor da Bolsa de Criação OUT.RA 2019
Produção e edição do novo disco do músico Van Ayres dão corpo ao projecto sele


Em Junho o 1º Festival de Jazz do Barreiro
JAZZ NO PARQUE 2019


Barreiro -Encontro «Alburrica/Quinta do Braamcamp em Debate»
«Estuário do Tejo e suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sustentabilidade e d


No Salão dos Bombeiros Voluntários do Barreiro
Almoço comemorativo do 45.º aniversário de 25 de Abril
. Dia 28 de Abril, 13 horas


Arrancou no Município do Barreiro
Amarsul promove ações de sensibilização junto a ilhas ecológicas


Barreiro – Reserva o Sábado
Passeio Botânico


AUTARQUIAS
Uma das grandes obras de Abril é a afirmação do Poder Local Democrático
Em Setúbal quer cumprir um dos principais desígnios da Revolução o dese


Assembleia Municipal do Barreiro
Sessão Solene Evocativa do 25 de Abril
. Momento musical pela Escola de Jazz do Barreiro



Barreiro - António Couceiro Machado, ex-professor universitário
Contou como aconteceu a Revolução do 25 de Abril aos alunos do 4º ano


Barreiro uma cidade amiga das famílias e das crianças
Bruno Vitorino quer equipar instalações municipais com fraldários


Rui Garcia, Presidente da Associação de Municípios da Região de Setúbal
«Portugal é hoje mais dependente, menos soberano»


Associação de Municípios da Região de Setúbal
Seminário «Educação – Autonomia? Transferência de Encargos ou Descentralização»


Moita - Centro de Saúde da Baixa da Banheira
Aprovado contrato-programa para construção


OPINIÃO
«A QUINTA BRANCAAMP É DE TODOS!»[3]
Por Armando Sousa Teixeira
Barreiro


CDU impede aumento de preço em viagens dos TCB
Por Rui Lopo
Barreiro


O Dia B – Movimente esta ideia
Por Sofia Martins e Mónica Duarte
Barreiro


Autarquia Em Modo Off
Por Alexandra Serra
Sesimbra


«isto ainda vem do seu tempo, não é?»
Por Rui Lopo
Barreiro


BARREIRO E BRAAMCAMP: UM EXERCÍCIO DE MEMÓRIA
Por André Carapinha
Barreiro


Pela constituição urgente da Polícia Municipal no Barreiro
Ana Beatriz Santos
Barreiro


O Provedor do Preconceito
Por Tiago Coluna
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Festas de Constância em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem
Clube Naval Barreirense presente em representação do Município do Barreiro


Intercâmbio cultural Moita - Redondo
I Intercâmbio de Grupos Corais e Instrumentais Séniores


Moita - Grupo Recreativo Familiar no Bairro Gouveia
Escolas Jogo do Pau


LIVROS
Dia Mundial do Livro em Grândola
Apresentação do livro «José Saramago: rota de vida — uma biografia»


POSTAIS
Barreiro - Em Coina reviver Abril no coração
«25 de Abril, sempre!» gritaram numa só voz


Barreiro - Equipamento queimado em Alburrica
Actos de vandalismo destroem equipamentos desportivos


Moita – Centenário da «Catraia de Lisboa»
«Apesar de ter 100 anos continua a ser uma catraia»


Barreiro -Um documentário dedicado ao DIA B
O Pulsar da Cidade


ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro
«O Animador» - onde começa o mundo real e acaba a ficção?


Barreiro - Grupo Recreativo União Penalvense
Um ponto de encontro de gerações
. Polo de animação da Penalva


ARTES
Companhia de Dança contemporânea no Barreiro
«O Quorum Ballet» subordinado ao tema «A SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA Made in China»


EUROPA
Comissão Europeia regista a iniciativa
«Europe CARES — Uma educação inclusiva de qualidade para crianças com deficiência»


Opinião pública em Portugal relativamente à União Europeia
Eurobarómetro 90: Portugueses mais confiantes na economia e no emprego


entrevista rostos.pt - o seu diário digital

Isidro Heitor, líder do Partido Socialista na AM Barreiro
«Estou preocupado com a crispação do debate na Câmara Municipal»

Isidro Heitor, líder do Partido Socialista na AM Barreiro<br />
«Estou preocupado com a crispação do debate na Câmara Municipal»<br />
. Terminal de Contentores é uma mais valia para o Barreiro

. Em 2019 vamos ter novidades em termos de PDM

. Ninguém vai fazer especulação imobiliária na Quinta Braamcamp

. Defende ligação directa ao aeroporto do Montijo e à ponte Vasco da Gama

“A nossa aposta é na melhoria dos equipamentos públicos, no investimento em equipamentos públicos, para haver qualidade de vida no Barreiro. O importante é fixar classe jovem e classe média”, disse Isidro Heitor.

Isidro Heitor, líder do grupo de deputados do Partido Socialista na Assembleia Municipal do Barreiro, fez um balanço do primeiro ano de mandato, numa conversa com o jornal «Rostos».

Encontrar um novo rumo para o concelho

O deputado do PS, sublinhou que entre as ideias centrais apresentadas ao eleitorado – “a questão essencial era colocar o Barreiro no mapa, fundamentalmente no radar do investimento”.
Recordou que o Barreiro “sofreu um processo de desindustrialização nos últimos anos, que tem tido reflexos muito negativos no concelho, e, como tal, há que tentar encontrar um novo rumo para o concelho”.
Referiu que somos um concelho com 36,4 Km2, que foi evoluindo, no ano 1981 tinha 81 mil habitantes, e, até 2001 sofreu uma quebra de quase 10 mil habitantes.
Salienta, igualmente o envelhecimento da população e que o concelho, cada vez, tem menos pessoas no activo, e, cada vez menos jovens – “é preciso uma terapia de choque no sentido de inverter este rumo”.

Uma mudança de paradigma

“Os concelhos competem uns com os outros, os países também o fazem, é importante captar investimento para o concelho, para além do investimento público que tem a ver com grandes equipamentos, com infraestruturas, e, de facto, todos os executivos. até agora, têm feito aquilo que era possível fazer, há que reconhecer, desde o PCP/CDU ao PS, no tempo de Emídio Xavier.
Agora, a grande questão é a mudança, como é que nós, perante a história riquíssima do concelho, conseguimos inverter o paradigma, e, como nos adaptamos a esta nova situação de um concelho que foi um concelho industrial, com duas grandes empresas a CUF, e, os Caminhos de Ferro, com as Oficinas de Manutenção, sendo o Barreiro reconhecido como a capital do Diesel no país.
Como é que o Barreiro se adapta, e, até, reconhecendo o esforço de todos os presidentes de Câmara e de todos os executivos, ao longo de anos, de facto, tem que haver uma mudança de paradigma, no sentido de conseguirmos por o Barreiro no mapa, divulgar o Barreiro e captar investimento privado.
O essencial é fixar aqui gente nova e pessoas que trabalhem, porque, no mundo de hoje, existe muita coisa que está em mudança.”, sublinhou Isidro Heitor.

Criação de emprego e fixação de empresas

O deputado do Partido Socialista, sublinha as profundas alterações que vão ser introduzidas com a nova Lei de Finanças Locais, que prevê uma receita de 7.5 % do IVA, cobrado a nível de electricidade, da água, da hotelaria, para os municípios – “o Barreiro está muito mal em termos de hotelaria”.
“O Partido Socialista, no seu programa, de facto pretende dar uma imagem diferente da cidade, que, já anteriormente se estava a tentar fazer, nomeadamente tentar captar investimento que é estruturante para a criação de emprego e fixação de empresas.
Por outro lado, procurar melhorar a qualidade de vida do concelho em si, porque os grandes empregadores do concelho são o Hospital, Tribunal, a Câmara Municipal, depois temos a Misericórdia, no privado a FISIPE. Temos que ter outras áreas de actividade.”, disse.

Pessoas da classe média trabalham no Barreiro e residem fora do concelho

No que diz respeito à qualidade de vida, Isidro Heitor, sublinhou aspectos relacionados com a mobilidade que afecta as muitas pessoas vão trabalhar para Lisboa, mas, também, as muitas pessoas a entrar para trabalhar no Barreiro – “estas são pessoas da classe média, que residem em Azeitão, e, noutras zonas e trabalham no Barreiro. Essas pessoas, seria importante que residissem no Barreiro, pagassem aqui os seus impostos e dinamizassem a economia local”.

Qualidade de vida no Barreiro

“A nossa aposta é na melhoria dos equipamentos públicos, no investimento em equipamentos públicos, para haver qualidade de vida no Barreiro. O importante é fixar classe jovem e classe média.”, disse.
Refere que ao nível de equipamentos de creches o Barreiro está bem, mas ao nível da terceira idade, de lares, o concelho não fez apostas, que tinham sido importantes para fixar muitas pessoas que depois de reformadas, não optassem por regressar às suas terras de origem.

Barreiro tem que fazer acontecer

Após a visão do concelho e propostas eleitorais, Isidro Heitor, comentou o que foi feito, após um ano de mandato para alcançar os objectivos.
Salientou que o essencial é “transformar o potencial em acção, em realização, em resultados, em agarrar as oportunidades e fazer acontecer, essa é a palavra chave, o Barreiro tem que fazer acontecer agora, não tem que ser depois, tem que ser de facto agora.”
“Acho que, neste ano, que é pouco, fizeram-se já algumas coisas, por uma lado há uma continuação daquilo que era do executivo anterior da CDU. Isso é normalíssimo que assim seja, como é evidente, projectos que estavam em andamento, e, naturalmente têm que ser continuados.”

Em 2019 novidades em termos de PDM

“Mas, por outro lado, há alguns que estão, sendo dinamizados por este executivo, e estão a ter um impulso significativo.
Por exemplo, a questão do PDM, que nós muito questionamos ao longo dos anos, acho que foi feito, nos últimos tempos, um trabalho significativo e persistente para a resolução dos problemas relacionados para o fecho da questão do PDM, nomeadamente a cartografia homologada, que a Câmara avançou, e, este era um factor decisivo e essencial.
Estou esperançado face ao trabalho realizado, até agora, que durante o próximo ano 2019, tenhamos novidades em termos de PDM.”

Garantir concluir a questão do POLIS

Isidro Heitor, refere que foram resolvidos, na área do planeamento e requalificação da cidade, durante este ano, o diferendo com a Banca, nomeadamente sobre as garantias bancárias, um processo que foi negociado e vai garantir concluir a questão do POLIS.
Salientou o trabalho de “formiguinha”, que vai ter resultados rapidamente, que tem a ver com as AUGIS.
Recordou que ao nível da requalificação e reabilitação urbana da cidade, tem sido dado um sinal, nomeadamente com a intervenção no antigo dormitório da CP e no Armazém de Víveres – “que pode dar uma capacidade de oferta de alojamentos, que não temos e vai requalificar uma área importante no centro da cidade, com ligação ao Forum – “é o derrubar muros na cidade, tal como já se fez noutros mandatos”.

É importante as pessoas conviverem

“Eu vejo com muito agrado, aquilo que se tem verificado, ultimamente, com a ocupação do espaço público pelos cidadãos.
Nomeadamente a realização de feiras, de festas, colocar as pessoas na rua, pôr as pessoas a sentir a cidade, isso, tem sido importante, quer por iniciativa da Câmara Municipal, quer das juntas de freguesia.
É importante as pessoas conviverem. No Barreiro, o movimento associativo teve um papel, tem e continua a ter, essencial nesta área, mas, de facto, envolver os cidadãos e colocá-los na rua é importante”.

Nova iluminação pública

Referiu a reabilitação do Polidesportivo da Avenida da Praia, sublinhou o investimento do SUPERA, nos Galitos, de 7 milhões de euros, assim como a oferta dos manuais escolares - “que cumprimos”. São sinais.
Perspectivou a substituição da iluminação pública, por sistema led, em marcha e que vai acontecer brevemente, permitindo uma nova iluminação pública e também voltara a ligar mais de setecentas luminárias que estão neste momento desligadas.

Transferência dos trabalhadores do Nicola

Salientou a futura transferência dos trabalhadores do Nicola, para novas instalações como um sinal significativo – “tenho que elogiar o presidente da Câmara, o Frederico Rosa, porque, isto para ele era uma bandeira, que está em vias de se concretizar”.
Referiu alguns processos que foram “retirados da gaveta”, como o caso do Moinho Pequeno, que está em execução.

Um orçamento de qualidade

“Em termos financeiros, gostaria de realçar o seguinte, porque esta é uma questão que se levanta muito quando há transição de executivos municipais.
Essas coisas que se dizem que não sabem gerir, ou que não há dinheiro para pagar salários.
Quero dizer que me sinto extremamente confortável, nomeadamente com a forma de fazer o orçamento e as grandes opções do plano, por parte do actual executivo. Está a demonstrar, na prática, aquilo que é um orçamento de qualidade, que são orçamentos não inflacionados, cumprindo as regras da receita real. Um orçamento que corresponde a um contrato de expectativas com as populações.
Isto é, não empolar e, dizer claramente, que existe muita coisa que não é possível fazer. Acho bem que a Câmara não tenha feito auditoria, tem é que demonstrar na prática que faz melhor. Estou convencido que faz melhor que o executivo anterior”.
Sublinhou que, ao longo dos anos, os transitados são sempre superiores aos saldos de gerência – “o que, quer dizer, se, se cumprisse o orçamento, o saldo de gerência podia ser negativo”.

Quinta da Braamcamp uma boa compra

“Foi uma boa compra, por parte do executivo municipal. Estamos a falar de cerca de 30 hectares. Percebo, neste momento, as posições que existem na cidade e o debate que se está a fazer, por parte dos partidos, acho que isso é importante, haver posições diferentes e opiniões diferentes.
Agora, a grande questão, aqui no Barreiro, é que, se discute muito, durante muito tempo, e, não se decide na altura própria, com a oportunidade devida.
No meu entender, é assim, ao falar-se de 30 hectares, temos que ver a questão da sustentabilidade ambiental, da sustentabilidade financeira, da sustentabilidade social, daquela área.
O que for feito há-de ser discutido em sessão de Câmara, na Assembleia Municipal, democraticamente.
O Partido Socialista está a querer fazer algo ma Quinta Braamcamp, não tem uma proposta fechada, está a tentar captar investidores para analisarem e apresentarem propostas.”

Ninguém vai fazer especulação imobiliária

“No meu entender, em 30 hectares, é possível, numa área restrita, fazer ali, algum investimento, em termos de habitação, em termos de comércio, em termos eventualmente de hotelaria, que dê sustentabilidade financeira e económica ao projecto”.
Isidro Hdeitor, salientou que o que se pretende– “não é especulação imobiliária, ninguém vai fazer especulação imobiliária”, acrescentando, que para um território daquela natureza e dimensão – “o município sozinho não tem condições para investir.”

Terminal de Contentores uma mais valia para o Barreiro

“O Partido Socialista sempre defendeu o Terminal de Contentores. Foi feito um trabalho significativo, sobre esta matéria, no mandato anterior, assim como o cumprimento, por parte do governo e da Senhora Ministra do Mar”, referiu o deputado socialista.
Sobre a surpresa da anterior localização, sublinhou – “não quero acreditar, e, já o disse na Assembleia Municipal, quando se atiraram culpas para a gestão do Porto de Lisboa, que acho é uma situação estranha”.
Referiu que existindo um Administrador nomeado pela Associação de Municípios, não se entende como o município do Barreiro, ficou surpreendido com o “boneco que deu, e bem, uma grande celeuma na cidade”.
Salientou que considera -“neste momento está estabilizada a localização e existem condições, para haver um consenso por parte das forças politicas, para a concretização”.
“Vamos ter Terminal de Contentores no Barreiro, a não ser que, no Concurso, não existam interessados. Estou convencido que vai haver interessados. Acho que é uma mais valia para o Barreiro”
Isidro Heitor, defendeu que o PS deve reivindicar que a empresa tenha sede no Barreiro, para pagar aqui os seus impostos e negociar bem as questões das acessibilidades.

Aeroporto do Montijo aproveitar esta oportunidade

“Nós no Partido Socialista não vemos isto a preto e branco. Somos o país que somos. Discute-se o aeroporto há décadas. Andamos com a situação consolidada na OTA. Veio a questão de Rio Frio, depois Alcochete. Agora, esta, Portela mais um, no Montijo.
Se me disserem que o ideal é a cidade aeroportuária, o aeroporto de raiz, digo, que, em termos ideais era essa a solução.
Para a actual solução, vamos aguardar pelo estudo de impacto ambiental, se for nesse sentido, desde que sejam mitigados todos os inconvenientes, o Barreiro tem que aproveitar esta oportunidade e ser altamente reivindicativo”.

Ligação directa ao aeroporto e à ponte Vasco da Gama

“O Barreiro tem que ter uma ligação directa ao aeroporto e à ponte Vasco da Gama. O Barreiro ficava mais perto do aeroporto que a própria cidade do Montijo, podia contribuir a para a fixação de empresas e actividade económica de apoio ao aeroporto nos territórios da Baía do Tejo”, disse.

Construção da ponte Barreiro Seixal

Referiu a importância da construção da ponte Barreiro Seixal - “é importante que o Estado coloque este assunto na agenda. Nós, continuamos a reivindicar.”
“A Terceira Travessia do Tejo, também é estruturante para o Barreiro, rodo- ferroviária, mas, essencialmente pela sua componente ferroviária.”, acrescentou.

Investimento no transporte público

Isidro Heitor, saudou o que classificou de “passo positivo”, que está a ser dado com o a criação do novo passe social na Área Metropolitana de Lisboa.
“Tem que haver investimento no transporte público para ajustar a oferta ao aumento de procura. Esta também é uma grande oportunidade para os nossos TCB ”, disse.

Frederico Rosa sempre acreditou na vitória

“Muita gente ficou surpreendida com a vitória do Partido Socialista, no Barreiro, nas últimas eleições autárquicas.
Eu antes das eleições, também diria, era muito céptico, mas, quando vou à luta é para ganhar. Um ano antes estava muito céptico, quanto à possível vitória.
Mas, honra seja feita, ao meu camarada Frederico Rosa, actual presidente da Câmara. Ele merece sê-lo, porque ele sempre acreditou.
Todo o projecto que foi sendo feito, o programa elaborado, o envolvimento da sociedade civil, aproximou muita gente, fiquei surpreendido com muita gente que se aproximou de nós, que eu não conhecia, num movimento que começou em algumas áreas, os Fidalguinhos é um exemplo típico, alguns nichos, que se aproximaram do PS e envolveram-se com o PS, deram uma nova dinâmica, envolveram-se na campanha, retiraram protagonismo sempre às mesmas caras do PS. Acreditaram no projecto, acreditaram no símbolo do partido e nos nossos candidatos.
Digo, que, três meses antes das eleições, fui melhorando a persepctiva em termos de vitória, e, digo, já estava convencido nas possibilidades de vencer.
Honra seja feita, Frederico Rosa sempre acreditou na vitória”, disse.

Mudança sociológica no eleitorado barreirense

Isidro Heitor, considera que há uma mudança sociológica no eleitorado barreirense, que durante anos foi maioritariamente CDU, a partir dos anos 80, o PS vencia as legislativas e perdia as autárquicas. Venceu as autárquicas duas vezes.
“As pessoas votaram, o eleitorado decidiu, o Partido Socialista captou os eleitores, dos 50, 40 e 60 anos, não direi os jovens, porque esses dividiram-se por todos e muitos não votaram”, sublinha.

Debate tem sido democrático

“Na Assembleia Municipal o Partido Socialista está a atravessar um bom momento, em termos de organização e funcionamento.
Temos dialogado com todas as forças, respeitamos os outros, temos em conta o peso de cada uma delas. Tenho o melhor relacionamento com todos os líderes e o máximo respeito e consideração por todos.
Na Assembleia Municipal, com o debate mais duro, ou menos duro, com as posições antagónicas que existem, que são legitimas, nós procuramos dialogar e encontrar consensos”, salienta.
Refere que no mandato anterior a CDU fez sempre questão de ter a maioria nas Comissões, em termos de coordenação e membros.
“Para nós, dou este exemplo, o PAN só tem um eleito, e vai ter representação em todas as cinco Comissões. O debate tem sido democrático”, salientou.

Município não ganha com a crispação.

“Estou preocupado é com a crispação do debate na Câmara Municipal. O município não ganha com a crispação.
A Câmara Municipal do Barreiro é composta por nove eleitos. Tem que funcionar como um colectivo em defesa dos interesses do Barreiro”, disse,

Surpreendido com a posição da CP

No final de conversa, Isidro Heitor, a propósito de recentes posições da CP, sobre a Classificação do património, considera “estranho”.
Refere a sua vida ligada ao mundo ferroviário – “sou familiar de ferroviários”.
“Há um património histórico excelente. Estou surpreendido e admirado com a posição da CP. Temos que fazer pressão para o processo continuar”, disse.

Acordo PS/PSD na defesa dos interesses do Barreiro

Ainda sobre o «Acordo PS/PSD», considera que o mesmo – “é um acordo transparente, é do conhecimento público”.
“Foi feito na defesa dos interesses do Barreiro e dos barreirenses”, disse.

S.P.

23.11.2018 - 00:07
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND