Conta Loios

carta ao director

Barreiro - Situação de perigo para a circulação de trânsito na Vila Chã
Dois buracos no meio da estrada há mais de um mês por reparar

Barreiro - Situação de perigo para a circulação de trânsito na Vila Chã<br />
Dois buracos no meio da estrada há mais de um mês por reparar Depois de denunciada esta situação sinalizaram-nos com umas placas de plástico ao invés de os repararem. Esta situação provoca uma acumulação de trânsito, pois se dois veículos se cruzarem não conseguem circular sem subir para cima do passeio. Pondo em risco os transeuntes que passam na rua.

Venho por este meio contactar o Jornal Rostos no sentido de denunciar um problema que há muito se vem a arrastar no concelho do Barreiro. Depois de não ter encontrado resposta junto das autoridades competentes, Junta de freguesia e Câmara Municipal do Barreiro procuro então denunciar esta situação de perigo para a circulação de trânsito na Vila Chã. Na rua da Estremadura na Vila Chã, Freguesia de Santo António da Charneca, concelho do Barreiro encontram-se dois buracos no meio da estrada há mais de um mês por reparar.

Depois de denunciada esta situação sinalizaram-nos com umas placas de plástico ao invés de os repararem. Esta situação provoca uma acumulação de trânsito, pois se dois veículos se cruzarem não conseguem circular sem subir para cima do passeio. Pondo em risco os transeuntes que passam na rua.

Há semanas que esta situação se encontra por resolver, no passado dia 22 de Julho falei pessoalmente com a presidente da Junta de Freguesia de Santo António da Charneca, freguesia à qual pertence a rua em questão, pois crusei-me por acaso com esta numa situação de impedimento de circular na dita zona sinalizada. Ao qual a autarca justificou a falta de celeridade no processo de reparação porque os proprietários das casas em frente estacionarem os seu veículos em frente às casas dos mesmos. Uma justificação, quanto a mim disparatada e absurda, reveladora da incompetência da mesma. Por diversas vezes que liguei para os serviços camarários no sentido de obter uma resposta face a esta situação, porém sempre inutilmente.

É inadmissível que depois de tomarem conhecimento disto quer a Junta, quer a Câmara permaneçam de braços cruzados. Junto envio algumas fotos bem elucidativas.

Com os melhores cumprimentos;
Eduardo Almeida de Andrade

25.07.2020 - 09:10

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.