Conta Loios

bastidores

Bruno Vitorino, presidente da Distrital de Setúbal do PSD
Aponta os desafios do Arco Ribeirinho Sul como plano de valorização para a Península de Setúbal

Bruno Vitorino, presidente da Distrital de Setúbal do PSD<br>
Aponta os desafios do Arco Ribeirinho Sul como plano de valorização para a Península de Setúbal Bruno Vitorino, presidente da Distrital de Setúbal do PSD, considera que é importante esclarecer a estratégia de desenvolvimento para o Porto de Lisboa e quais as consequências que ela terá para a região, sobretudo como ela se irá articular com o projecto do Arco Ribeirinho Sul.

“Queremos fazer do distrito de Setúbal o Distrito das oportunidades e do crescimento. Queremos aproveitar o nosso potencial para nos desenvolvermos e para ajudarmos o país na recuperação económica”, sublinha.

“Queremos ser o distrito de Setúbal das oportunidades e do crescimento”

O novo presidente da Distrital de Setúbal do PSD, Bruno Vitorino, quer voltar a pôr na ordem do dia os desafios que se colocam à região, discutindo estratégias e prioridades e defendendo o investimento público e privado.

Na cerimónia de tomada de posse da nova Comissão Política Distrital, realizada ontem, o dirigente social-democrata defendeu a necessidade de discutir apostas estratégicas de desenvolvimento sustentável para a região, assentes em quatro vectores fundamentais: o sector portuário; a agricultura e o mar; a reindustrialização; e o turismo.

“Temos dois portos bastante importantes para a economia marítima. Setúbal e Sines têm todas as potencialidades para se tornarem cada vez mais uma referência no sector portuário a nível internacional. Depois temos a pesca, a agricultura, da floricultura e o sector vitivinícola e os recursos naturais que potenciam o turismo como pólos de atractividade e de criação de riqueza”, sublinha.

Bruno Vitorino chama também a atenção para problemas que precisam de ser resolvidos com urgência, nomeadamente ao nível da segurança, da educação e da saúde.

“Temos que finalizar as obras nas escolas, que vêm da altura da Parque Escolar, tomar medidas ao nível do aumento da segurança e pressionar a resolução do problema das urgências hospitalares, e dos cuidados saúde primários, repensando a rede e também aumentando o número de médicos de família”, exemplifica.

O social-democrata aponta ainda os desafios do Arco Ribeirinho Sul, como plano de valorização para a Península de Setúbal, de reconversão e regeneração dos territórios e o papel que estes podem e devem ter na reindustrialização do país.

Bruno Vitorino considera que é importante esclarecer a estratégia de desenvolvimento para o Porto de Lisboa e quais as consequências que ela terá para a região, sobretudo como ela se irá articular com o projecto do Arco Ribeirinho Sul.

“Queremos fazer do distrito de Setúbal o Distrito das oportunidades e do crescimento. Queremos aproveitar o nosso potencial para nos desenvolvermos e para ajudarmos o país na recuperação económica”, conclui o presidente da Distrital de Setúbal do PSD.

O coordenador permanente da Comissão Política Nacional e porta-voz do PSD, Marco António Costa, afirma que o distrito de Setúbal é “estratégico para o desenvolvimento do país”, referindo
também que esta é uma região “onde as desigualdades sociais se aprofundam, resultantes da circunstância de durante muitos anos este distrito estar agarrado a preconceitos ideológicos de esquerda”.

O dirigente nacional do PSD recorda que quando o partido esteve na oposição “nunca virou as costas ao país”, acusando o PS de ser um “catavento de votos”.

“Queremos que o PS seja uma oposição responsável. O que o Governo faz, o PS desfaz. Se o Governo apresenta propostas, o PS está contra”, aponta.

Marco António Costa diz ainda que o objectivo do PSD é “mais justiça social, mais equidade”, sublinhando que “uns criaram a crise, outros resolveram a crise”.

23 de Janeiro de 2014

Fonte - PSD

12.2.2014 - 15:55

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.