Conta Loios

artes

BARREIRO - DANCING IN THE CITY – A NEW TAKE ON AN OLD TOWN
(A DANÇA DA CIDADE DO RIO – UM OLHAR RENOVADO)

BARREIRO - DANCING IN THE CITY – A NEW TAKE ON AN OLD TOWN<br>
(A DANÇA DA CIDADE DO RIO – UM OLHAR RENOVADO)<br>
Não, a cidade que hoje o Ricardo vos trás não é Lisboa, essa menina e moça. É a outra, a jovem industrial que fica de frente para o rio, o Tejo.
Hoje é sobre a cidade do Barreiro.

Este é um projecto que surge ainda durante o confinamento, da vontade de continuar a criar, e com o qual já se ansiava!
Idealizou-o durante algum tempo, sem se saber nem o onde nem o porquê. Eis que acontece, na sua cidade natal, aquela que hoje escolhe abraçar com um sorriso sereno. Para concretizar este projecto juntou-se à bailarina Inês Costa, também ela filha da cidade.

A energia dos artistas ao falarem do projecto conquista qualquer um que os oiça, e cedo se percebeu que este era um projecto a três dimensões; Captar a cidade pelas notas dos movimentos da dança, mostrar os bastidores e contar-vos a energia que se sentiu nesse dia. Mostra-vos o nosso cantinho de Mundo!

Quem vos escreve teve a cargo essa tarefa, por em palavras a magia e a intensidade de um projecto marcado para o sucesso e relatar o entusiasmo sereno de uma sessão fotográfica cheia de dedicação.

Para além da incrível dinâmica entre o Ricardo e a Inês, o mais surpreendente foi perceber que a cidade nunca tinha sido escolhida como palco para um cenário para algo tão bom e genuíno.
Convido-vos a ver a galeria, vão concordar…
Era Tempo.

E o dia começa...Com sol, com o quente de um dia como não havia há muito. Fervilham ambos pela perspectiva do que a hora do relógio marca. Há sorrisos dos bons, dos nervosos e bem genuínos. Calçam-se as sapatilhas, e despem-se as calças de fato de ensaio, liga-se a câmera.

Um disparo. Cheio da imensidão do novo, do desconhecido que há muito é dele. Ela sorri, de nervoso, de querer fazer bem, muito bem em perfeito! E é!

Ambos entram naquilo que por convenção se chama de “bolha criativa” e entre a harmonia das atitude se o foco do olhar determinado, os disparos sucedessem-se!
- Posso brincar? – Ouve-se a bailarina
- Podes. – Responde o fotógrafo

As linhas e os movimentos acontecem com magia, tal como o enquadramento que se idealizou Estes fluem, com a intensidade do improviso para uma composição marcada pela criatividade. E assim, de forma irrepreensível a harmonia entre a dança e a fluidez do movimento largo, livre e solto, que dá lugar ao verde-natureza, elegante e sereno, alia-se ao desejo de fazer mais, que se entranha na dureza de uma cidade industrial onde o movimento traçado pela estática do disparo se centra no desalinho dos carris que muitos transportam todos os dias para a concretização dos seus sonhos. Para terminar na inacabada livre expressão aérea e urbana! Quase como se esta cidade se movimentasse num sussurro, vincando irremediavelmente o seu lugar nos nossos corações!

Foram horas fantásticas com energia e ambiência fenomenais!
Vejam a galeria, espero que disfrutem tanto como nós!
Esta cidade espera por todos, e nós também.

Até Breve,
AR.Pires

VER ALBUM

https://www.facebook.com/media/set?vanity=jornalrostos&set=a.10157801048667681

24.02.2021 - 16:26

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.