Conta Loios

bastidores

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro
Audição na Assembleia da República sobre construção do Centro de Saúde no Alto do Seixalinho

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro<br />
Audição na Assembleia da República sobre construção do Centro de Saúde no Alto do Seixalinho. Freguesia do Alto Seixalinho com cerca de 20 mil habitantes é a maior freguesia do concelho

. Após o encerramento da Unidade de Saúde o Bocage foram transferidos 15 mil utentes para a Unidade de Saúde de cuidados personalizados da Quinta da Lomba

“Nesta audição expusemos a nossa posição, que há uma década que a comissão de utentes luta por um centro de saúde digno de cuidados de saúde primários e de proximidade com condições de atender quem ali se desloca.”, refere a Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro.

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro foi recebida na Assembleia da República, no dia 19 de Junho, pela Relatora Deputada (PS) Eurídice Pereira, da Petição n.º 631– «Solicitam a construção de uma nova unidade de saúde familiar no Alto Seixalinho-Barreiro e a atribuição de um médico de família a todos os utentes do concelho do Barreiro», no âmbito do disposto na Lei de Exercício do Direito de Petição. Para esta audição foram convidados os representantes dos partidos, só a Deputada Paula Santos do PCP esteve presente.

Nesta audição expusemos a nossa posição, que há uma década que a comissão de utentes luta por um centro de saúde digno de cuidados de saúde primários e de proximidade com condições de atender quem ali se desloca. Alertámos para o facto de a freguesia do Alto Seixalinho ter cerca de 20 mil habitantes, sendo a maior freguesia do concelho e a que tem também a população mais idosa e com carências económicas. Que, após o encerramento da Unidade de Saúde o Bocage, foram transferidos 15 mil utentes para a Unidade de Saúde de cuidados personalizados da Quinta da Lomba – cujos serviços servem também os utentes da freguesia de Palhais e Coina, uma vez que a última só tem um dia por semana de atendimento. O Centro de Saúde de cuidados personalizados encontra-se, assim, sobrelotado e com mais de 18 mil utentes sem médico de família.

Ainda no decorrer da audição, a deputada Eurídice Pereira questionou se a comissão de utentes tinha conhecimento da deliberação da Câmara Municipal do Barreiro ter aprovado, por unanimidade, a construção do Centro de Saúde no Alto Seixalinho noutro local, que não o que consta da Petição. Lembrámos que a petição começou há um ano, muito antes dessa deliberação, e que fora aprovada por unanimidade o facto de se construir o Centro no Alto Seixalinho, e não noutra freguesia como inicialmente proposto.

Durante a audição fomos informados que a petição poderá será apreciada em plenário da Assembleia da República, embora dificilmente o seja ainda nesta legislatura, uma vez que está a chegar o fim da mesma. Todavia, informaram, a petição não perde a sua validade independentemente de quem vem na legislatura seguinte, que poderá ser a Deputada Eurídice Pereira ou não.

Saímos da audição convictos que mais um passo foi dado na luta pela construção do Centro de Saúde no Alto do Seixalinho.
Agradecemos à população que não desiste desta luta que é de todos para todos.

Barreiro, 19 Junho de 2019

21.06.2019 - 16:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.