Conta Loios

bastidores

Barreiro - CDU vota contra resolução fundamentada
que invoca o interesse público na venda da Quinta Braamcamp

Barreiro - CDU vota contra resolução fundamentada <br />
que invoca o interesse público na venda da Quinta Braamcamp Os Vereadores da CDU na Câmara Municipal do Barreiro, na reunião de 22 de abril, votaram contra a ratificação da resolução fundamentada que invoca o interesse público na venda da Quinta Braamcamp.

Face à providência cautelar, interposta pela Associação Barreiro Património, Memória e Futuro, no Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) de Almada, que suspende os processos administrativos referentes à venda da Quinta, o Presidente da Câmara Municipal, Frederico Rosa, decidiu apresentar ao TAF uma resolução fundamentada invocando o interesse público.

Um dos argumentos utilizado pelo Presidente da Câmara para a apresentação da resolução prende-se com a impossibilidade de a autarquia investir na Quinta, devido à necessidade de canalizar verbas para a prevenção e combate da COVID-19. Os eleitos da CDU não aceitam este argumento porque, independentemente da necessidade de adoção de medidas entretanto tomadas,

o processo de intenções de alienação da Quinta Braamcamp teve início muito antes de qualquer surto epidémico.
Os eleitos da CDU repudiam igualmente a convocação das forças policiais, para o ato de abertura das propostas no 17 de abril, com a presença de agentes à entrada dos Paços do Concelho e na sala onde decorreu a abertura das propostas Os eleitos da CDU reiteram a sua discordância relativamente à opção de construção de prédios de habitação na frente ribeirinha desta zona concelho.

Recordando ainda que a aquisição da Quinta foi decidida de forma unânime no anterior mandato por todos os eleitos de todas as forças políticas.

23 de Abril de 2020
Os Vereadores da CDU no Barreiro

24.04.2020 - 18:40

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.