Conta Loios

bastidores

Grupo Municipal do PSD na Assembleia Municipal do Barreiro
«A atual maioria socialista apresenta tiques autoritários»

Grupo Municipal do PSD na Assembleia Municipal do Barreiro<br />
«A atual maioria socialista apresenta tiques autoritários»<br />
. Governo continua a ignorar o Barreiro e as promessas que lhe fez

“O Barreiro quis mudança! Não este tipo de mudança! Não esta crispação! Não esta prepotência!
Insiste-se na cultura do betão, no modelo da obra pela obra, do gasto sem critério, enquanto se degrada a qualidade do serviço público e o concelho perde emprego e população.”, afirmam os deputados municipais do Partido Social Democrata, na Declaração Politica, feita ontem, na Assembleia Municipal do Barreiro.






Divulgamos o texto integral que recebemos dos deputados do PSD

Declaração Política
24 de setembro de 2020

A cerca de um ano do final do presente mandato autárquico, adensa-se a preocupação e nota-se a compreensível desilusão: a atual maioria socialista apresenta tiques autoritários, é avessa à crítica construtiva e aceita muito raramente as observações e sugestões das demais forças políticas e sociais. A par disto, o PS limita inaceitavelmente a participação dos diversos eleitos nos eventos organizados pelo município, designadamente junto das associações e coletividades.

O Barreiro quis mudança! Não este tipo de mudança! Não esta crispação! Não esta prepotência!

Insiste-se na cultura do betão, no modelo da obra pela obra, do gasto sem critério, enquanto se degrada a qualidade do serviço público e o concelho perde emprego e população.

As pessoas passam necessidades e fome, as circunstâncias agravam-se e o poder, com mais ou menos alarido, passeia-se em carros, carrinhas e vídeos, sem qualquer pudor. O poder autárquico, entenda-se! Porque o Governo, esse, continua a ignorar o Barreiro e as promessas que lhe fez!

Não foi isto que os Barreirenses escolheram! Sabendo bem os Barreirenses que não podem - não devem - regressar ao tempo do imobilismo, do auto boicote e dos muros ideológicos.

Os Barreirenses merecem bom senso. Merecem o esforço dos decisores no sentido de construir pontes de razão e afeto em busca de um concelho melhor e mais desenvolvido, com mais emprego, ordenamento e qualidade de vida.

Não podemos continuar a desperdiçar oportunidades de criar centralidade real e projetar ambição. Por exemplo, perante um território tão especial e privilegiado como a Quinta do Braamcamp, a atitude não pode resumir-se à luta sem quartel, à total rejeição do diálogo. É que enquanto alguns decisores teimam, amuam e litigam, o Barreiro e os Barreirenses arriscam-se a perder muito na sua vontade de ter um concelho mais desenvolvido, limpo e saudável.

O Grupo Municipal do PSD não tem dúvidas. Agora e para futuro:

- É preciso querer gerar consensos e aproveitar oportunidades;
- É preciso privilegiar as medidas de apoio social perante as tremendas dificuldades causadas pela pandemia;
- É preciso pensar, em primeiro lugar, nos cidadãos e nas famílias e no seu direito de viver no Barreiro em segurança, com dignidade e qualidade de vida;
- É precisar ordenar o território e salvaguardar o ambiente;
- É preciso saber atrair indústria limpa e emprego qualificado; designadamente, adotando políticas municipais fiscais e de incentivos integradas, coerentes e mais ambiciosas: a par do IMI, deve considerar-se muito seriamente a redução relevante da derrama.

Tudo isto, o Barreiro e os Barreirenses merecem! Em busca de um futuro claramente melhor do que o presente! E muito melhor do que o passado!

Viva o Barreiro!
Barreiro, 24 de setembro de 2020.
O Grupo Municipal do PSD

Patrícia Ferreira
Silvia Ratão
Francisco Ferreira

25.09.2020 - 19:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.