Conta Loios

bastidores

Setúbal - Proposta do PCP para a construção da Escola Superior de Saúde
Orçamento do Estado PS e PSD optam por adiar

Setúbal - Proposta do PCP para a construção da Escola Superior de Saúde <br />
Orçamento do Estado PS e PSD optam por adiar A convergência entre PS e PSD impediu a aprovação da proposta do PCP para a construção da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal.

O PCP propunha a transferência de 3,35 milhões de euros para a revisão do projeto e o lançamento do concurso público para a empreitada, num investimento total que se estima na ordem dos 9,35 milhões de euros.

O PS insiste no sucessivo adiamento da construção da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Saúde, que há 20 anos funciona sem instalações próprias e sem assegurar as condições adequadas para estudantes, docentes e funcionários, e votou contra a proposta do PCP. Já o PSD, que no concelho e na região diz que defende o IPS, na Assembleia da República absteve-se, inviabilizando a proposta do PCP.

Contrariamente a outras forças políticas que dizem uma coisa, mas quando confrontadas com propostas concretas para a resolução dos problemas existentes, optam por não os resolver, o PCP não diz uma coisa e faz outra.

O PCP honra os compromissos que assume e nesse sentido vai continuar a intervir para que a construção da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal seja uma realidade, exigindo do Governo o cumprimento da recomendação aprovada na Assembleia da República, (Resolução da Assembleia da República n.º 115/2019, que resulta da iniciativa do PCP).

O PCP cá estará para dar voz à reivindicação da comunidade académica do Instituto Politécnico de Setúbal.

Fonte - DORS do PCP

26.11.2020 - 15:14

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.