Conta Loios

bastidores

Concelhia de Almada do CDS-Partido Popular
Combate ao desperdício da água não se faz com aumentos das taxas sobre as famílias e sobre as empresas

Concelhia de Almada do CDS-Partido Popular<br />
Combate ao desperdício da água não se faz com aumentos das taxas sobre as famílias e sobre as empresas O CDS-PP Almada repudia as afirmações do Ministro do Ambiente, após o mesmo ter lançado a ideia de aumentar o preço da água - Os portugueses, incluindo os almadenses, já pagam demasiadas taxas, muitas delas inflacionadas

O CDS-Partido Popular Almada aproveitou a ocasião da saudação o Dia Mundial da Água, relembrando que é o bem mais precioso da humanidade, para criticar e repudiar as afirmações do Ministro do Ambiente e Acção Climática, Pedro Matos Fernandes, que apontam no sentido de haver necessidade de repensar o aumento do preço da água.

Para o Deputado Municipal do CDS-Partido Popular, António Pedro Maco, a posição do ministro não faz o mínimo de sentido, uma vez que se trata do bem mais essencial à vida humana, defendendo que a água deve ser taxada de forma a que todos sem excepção, tenham o seu livre acesso e sem preços inflacionados, razão pela qual, a proposta do Ministro para aumentar a água mesmo que advogando que é para combater o seu desperdício, é completamente inusitada e despropositada, devendo ter a oposição firme por parte dos consumidores, adiantou o autarca do partido.

António Pedro Maco, ao contrário do Ministro do Ambiente, entende que o combate ao desperdício da água não se faz com aumentos das taxas sobre as famílias e sobre as empresas, já de si completamente sufocadas na facturação no final do mês, mas sim, com planos e campanhas de sensibilização, mais informação, investimento e aposta em equipamento que reforce o combate às perdas tal como o reforço à reutilização da água em várias actividades e vários setores, economizando e baixando os custos directos e indirectos da utilização do respectivo recurso.

Almada, para o CDS-Partido Popular, é sem dúvida, um concelho marcado pela presença da água, com o Rio Tejo, o Oceano Atlântico e inúmeros aquíferos, razão pela qual, o CDS-Partido Popular continuará a defender e a propor melhorias que se deparam como necessárias e essenciais para a vida das pessoas no que respeita à água, na certeza que nunca defenderá o seu aumento como argumento de combate ao desperdício.

fonte - CDS-Partido Popular Almada

25.03.2021 - 17:06

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.