Conta Loios

bastidores

Lurdes Santos, candidata do PAN à presidência da Câmara Municipal do Barreiro
Não sabemos se alguém fará ideia da quantidade de cuidadores no concelho

Lurdes Santos, candidata do PAN à presidência da Câmara Municipal do Barreiro<br />
Não sabemos se alguém fará ideia da quantidade de cuidadores no concelho “Embora este seja um assunto muito importante, não é da competência da autarquia. Temos claro a nossa opinião sobre o assunto, mas é algo que pertence ao foro da segurança social”, afirma Lurdes Santos, candidata do Partido Pessoas-Animais- Natureza à presidência da Câmara Municipal do Barreiro.

Os primeiros resultados dos censos 2021 já o mostram: o Barreiro perdeu população na última década. E certamente, vai confirmar que o concelho envelheceu.
População que precisa de cuidados porque as respostas sociais não existem na quantidade suficiente para a procura, não estão ao alcance económico de muitas famílias ou simplesmente, porque decidem ser eles a cuidar dos familiares – pais, cônjuges, outros familiares ou filhos com deficiência - com todos os sacrifícios que isso implica na vida atual e futura.
A realidade é que o número de cuidadores informais aumentou e ainda mais com a pandemia. Em breve deverá ser aprovada pelo governo a Regulamentação do Estatuto do Cuidador Informal, alargando-o a todo o Continente, em que as autarquias vão ser necessariamente envolvidas.
Gostaria de saber que propostas concretas e efetivas têm os candidatos à presidência da Câmara do Barreiro nos seus programas para ajudar os cuidadores informais, um número cada vez mais significativo de munícipes? Sabem quantos cuidadores informais existem no concelho do Barreiro? Há um levantamento feito? Quais vão ser as medidas prioritárias? Prazos para a concretização?- estas são as interrogações colocadas por Ana carrilho, jornalista da Rádio Renascença.

Um assunto muito importante não é da competência da autarquia

“Embora este seja um assunto muito importante, não é da competência da autarquia.
Temos claro a nossa opinião sobre o assunto, mas é algo que pertence ao foro da segurança social.
Não sabemos se alguém fará alguma ideia da quantidade de cuidadores que existem no nosso concelho. Ser reconhecido pela segurança social como cuidador informal é de tal forma complicado, que as pessoas acabam por desistir. Ser cuidador de alguém, já ocupa tanto tempo, que não sobra nenhum para tratar das enormes burocracias necessárias para adquirir o estatuto de cuidador informal.”, refere Lurdes Santos, candidata do PAN.

A autarquia já disponibiliza material de apoio

“A autarquia já disponibiliza material de apoio, nomeadamente; camas articuladas e cadeiras de rodas, talvez não sejam em quantidade suficiente e esse poderá ser um aspecto a ser melhorado, mas o apoio e assistência médica, bem como o apoio monetário, será sempre da responsabilidade da assistência social”, acrescenta a candidata do Partido Pessoas-Animais- Natureza à presidência da Câmara Municipal do Barreiro.

António Sousa Pereira

13.09.2021 - 18:46

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.