Conta Loios

bastidores

Hélder Leal Rodrigues, Candidato do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal do Barreiro
Encarar o apoio aos cuidadores como uma prioridade

Hélder Leal Rodrigues, Candidato do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal do Barreiro<br />
Encarar o apoio aos cuidadores como uma prioridade “As famílias e os cuidadores informais carecem de apoios estruturados que permitam promover a manutenção dos doentes crónicos no domicílio, mas também é importante o combate à exaustão familiar, sendo absolutamente necessário promover apoios efetivos, seja no hospital ou na comunidade, e não apenas um apoio financeiro que, sendo importante, é claramente insuficiente”, afirma Hélder Leal Rodrigues, Candidato do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal do Barreiro.

Os primeiros resultados dos censos 2021 já o mostram: o Barreiro perdeu população na última década. E certamente, vai confirmar que o concelho envelheceu.
População que precisa de cuidados porque as respostas sociais não existem na quantidade suficiente para a procura, não estão ao alcance económico de muitas famílias ou simplesmente, porque decidem ser eles a cuidar dos familiares – pais, cônjuges, outros familiares ou filhos com deficiência - com todos os sacrifícios que isso implica na vida atual e futura.
A realidade é que o número de cuidadores informais aumentou e ainda mais com a pandemia. Em breve deverá ser aprovada pelo governo a Regulamentação do Estatuto do Cuidador Informal, alargando-o a todo o Continente, em que as autarquias vão ser necessariamente envolvidas. Gostaria de saber que propostas concretas e efetivas têm os candidatos à presidência da Câmara do Barreiro nos seus programas para ajudar os cuidadores informais, um número cada vez mais significativo de munícipes? Sabem quantos cuidadores informais existem no concelho do Barreiro? Há um levantamento feito? Quais vão ser as medidas prioritárias? Prazos para a concretização?- estas são as interrogações colocadas por Ana carrilho, jornalista da Rádio Renascença.

Apoio aos cuidadores uma prioridade nas políticas públicas de saúde e segurança social

“Em agosto soube-se que, no âmbito do projeto-piloto de aplicação do estatuto do cuidador informal, nos primeiros 12 meses apenas foram deferidos 23,4% do total de pedidos, significando 383 dos 1.724 pedidos de reconhecimento do estatuto. O CDS-PP, desde a primeira hora, tem estado na linha da frente pela implementação do estatuto do cuidador informal, reconhecendo a sua importância, sejam amigos ou familiares das pessoas com necessidades de cuidados, encarando o apoio aos cuidadores como uma prioridade nas políticas públicas de saúde e segurança social.
As famílias e os cuidadores informais carecem de apoios estruturados que permitam promover a manutenção dos doentes crónicos no domicílio, mas também é importante o combate à exaustão familiar, sendo absolutamente necessário promover apoios efetivos, seja no hospital ou na comunidade, e não apenas um apoio financeiro que, sendo importante, é claramente insuficiente. Alerto que, em média, cada um dos cuidadores informais certificados pelo projeto-piloto recebeu apenas 282 euros por mês”, sublinha Hélder Leal Rodrigues.

Implementação de uma Unidade Móvel de Cuidados,

“Assim, o CDS-PP, para o Barreiro, defende um apoio efetivo às populações e aos cuidadores informais, sendo estes quem está na linha da frente na identificação e reporte às instituições das situações de risco. O CDS-PP propõe a implementação de uma Unidade Móvel de Cuidados, que promoverá cuidados primários junto da população com dificuldades de mobilidade ou em situação de isolamento, bem como prestará apoio no âmbito das necessidades alimentares ou materiais. Além disso, pretendemos a criação de um Gabinete da Saúde Mental, que trabalhará em cooperação com a unidade móvel de cuidados, com vista a prestar apoio psicológico junto das situações de risco, seja por telefone, através da linha de apoio psicológico, seja presencial, com visitas regulares às residências.”, refere o candidato do CDS-PP.

Apoio à compra de medicamentos prescritos a todos os idosos com baixos rendimentos

“E, tendo em consideração o cada vez mais acentuado envelhecimento da população barreirense, com necessidades prioritárias, pretendemos a implementação de um protocolo com as farmácias, com a criação de um cartão farmácia, que permitirá o apoio à compra de medicamentos prescritos a todos os idosos com baixos rendimentos, permitindo reduzir o custo dos medicamentos a quem tem reformas ou pensões baixas, sendo esse desconto imediato, sem necessidade dos beneficiários terem de aguardar pelo reembolso, cabendo à Câmara Municipal reembolsar as farmácias aderentes no prazo máximo de 30 dias. “, afirma Hélder Leal Rodrigues, Candidato do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal do Barreiro.

António Sousa Pereira

17.09.2021 - 15:56

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.