Conta Loios

bastidores

Comissão Concelhia do Seixal do PCP
Mesmo em contextos adversos é possível reforçar a votação da CDU

Comissão Concelhia do Seixal do PCP<br />
Mesmo em contextos adversos é possível reforçar a votação da CDU "A CDU no concelho do Seixal continua a ser a grande força de Esquerda no Poder Local Democrático, obtendo um resultado significativo e mantendo importantes posições em todas as freguesias do concelho.", sublinha um comunicado da Comissão Concelhia do Seixal do PCP.

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS
Comissão Concelhia do Seixal

Comunicado

A Comissão Concelhia do Seixal do PCP, reunida a 11 de Outubro, analisou os resultados das eleições autárquicas e assinala o valor dos resultados obtidos que com 23.485 votos e 37,74 %, a vitória para a Câmara e Assembleia Municipal, assim como para as Juntas de Freguesia de Amora, Corroios e União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires e o reforço na Freguesia de Fernão ferro dão a verdadeira dimensão do resultado da CDU. Um resultado obtido num quadro particularmente exigente e que teve de enfrentar, na sua construção, um conjunto de factores adversos, mas que a mobilização e empenhamento de milhares de activistas e candidatos ergueu, afirmando o trabalho, a honestidade e a competência enquanto reconhecidas razões para o apoio e confiança na CDU.

No decorrer dos últimos meses a CDU, envolvendo muitas centenas de militantes do PCP, do PEV, da ID e muitos independentes, realizou uma alargada e profunda acção de informação e esclarecimento sobre o trabalho realizado prestando contas à população da sua actividade, assim como apresentando as suas propostas para o próximo mandato. A CDU realizou no concelho do Seixal nos últimos meses uma alargada e profunda acção de informação e esclarecimento sobre o trabalho realizado nos últimos 4 anos, prestando contas à população da sua actividade através da apresentação das suas propostas para o próximo mandato, que assentam em 15 eixos de desenvolvimento que afirmam o projecto da CDU nas suas múltiplas vertentes, nomeadamente na Prioridade à Educação Pública, Mais Desenvolvimento Social e Paz, Cultura ao Serviço do Desenvolvimento, Desporto para Todos, Valorizar a Juventude do Concelho, Defender o Ambientes, o Equilíbrio Ecológico do Concelho e o Bem-estar Animal, Mais Mobilidade e Melhores Transportes Públicos, Defesa da Água e Saneamento Públicos e Mais Higiene Urbana, Garantir o Direito à Saúde, Avançar nas Políticas de Habitação Públicas, Mais Segurança e Protecção Civil, Mais Emprego com Direitos, Desenvolvimento Económico e Turismo, Inovação com Mais Serviço Público, Mais Participação das Populações e Valorização dos Espaços Públicos.

Podemos mesmo afirmar que, na forma de projecto com consistência e coerência, fomos a única força política a fazê-lo. No contacto directo com a população sentimos de forma clara um estímulo permanente à continuação do nosso trabalho e o apoio às nossas propostas que chegaram às ruas, às instituições, aos trabalhadores e forças vivas do concelho pela mão de inúmeros militantes do PCP e do PEV e activistas da CDU, os quais saudamos, pelo trabalho realizado na campanha eleitoral e pela sua entrega generosa à causa dos trabalhadores e das populações.

No momento em que se prolonga, a partir da comunicação social, a linha de menorização da CDU, impõe-se uma leitura mais objectiva desses resultados. Uma leitura que não oculta perdas de posições, mas também não deixa de valorizar crescimentos do número de votantes como os verificados no nosso concelho, uma demostração clara que não há processos irreversíveis e mesmo em contextos adversos é possível reforçar a votação da CDU. Um resultado que é inseparável de factores locais e nacionais que foi necessário enfrentar e que, tendo expressões distintas num ou noutro local, marcaram a sua construção: o peso da epidemia e dos condicionamentos no plano da participação, proximidade e envolvimento populares; os efeitos de uma prolongada e intensa campanha anticomunista; a desfocagem da natureza e objectivos destas eleições, esbatendo o seu carácter local e a distinção nesse plano entre os vários programas e projectos em disputa; a promoção dada a outras forças políticas acompanhada de uma ostensiva menorização da CDU; a instrumentalização de meios do aparelho de Estado ao serviço do partido do Governo; ou mesmo factores locais específicos de cada freguesia e concelho. Um resultado que implica ter presente que a natureza plural e colegial do Poder Local atribui a cada mandato um valor próprio de intervenção, seja para intervir na construção de soluções e propostas, seja para dar voz aos interesses das populações, seja para garantir rigor e transparência no funcionamento das autarquias.

A CDU no concelho do Seixal continua a ser a grande força de Esquerda no Poder Local Democrático, obtendo um resultado significativo e mantendo importantes posições em todas as freguesias do concelho. Verificamos que isso se traduziu no voto e
na vitória da CDU para a Câmara Municipal e Assembleia Municipal do Seixal, para a as Juntas de Freguesia de Amora, Corroios e União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires e no reforço na Freguesia de Fernão Ferro.

Reafirmamos desde já que esta vitória é a da população do concelho do Seixal que, através do Trabalho, Honestidade e Competência dos eleitos da CDU, vai continuar ter a sua qualidade de vida cada vez mais melhorada, com a concretização das propostas feitas e do trabalho que iremos realizar, assim como, nas reivindicações ao Governo pela construção do Hospital no Seixal e de novos Centros de Saúde, pela resolução dos problemas ambientais, pelo financiamento das soluções de realojamento social, por novas escolas de 2.º e 3.º ciclos e do ensino secundário, por melhores transportes ou pela reposição das Freguesias.

Queremos desde já garantir à população do concelho do Seixal que podem, como sempre, contar com a CDU e os seus eleitos para lutar e concretizar os seus anseios, interesses e aspirações. As populações podem estar certas de que o apoio recolhido nestas eleições expresso nos 49 mandatos directos obtidos pela CDU nos órgãos municipais e de freguesia a que se juntarão dezenas de outros a serem eleitos na constituição das juntas de freguesia, será integralmente posto ao serviço das populações através de uma decidida intervenção. Será também um factor determinante que contará para prosseguir a intervenção e a luta por melhores condições de vida, para defender direitos e assegurar uma política alternativa que responda aos problemas dos trabalhadores e do País.

Seixal, 11 Outubro de 2021

16.10.2021 - 18:51

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.