Conta Loios

bastidores

Moita - Assembleia de Freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira
Na freguesia cerca de 14500 utentes não têm médico de família

Moita - Assembleia de Freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira<br />
Na freguesia cerca de 14500 utentes não têm médico de família Em moção, apresentada pela CDU, aprovada na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira, é exigido que a Câmara Municipal da Moita retome a obra da construção do centro de saúde o mais rapidamente possível, e, ao ao governo a colocação de mais médicos de família ao serviço dos banheirenses. A Moção foi aprovada por todas as forças políticas, apenas o Partido Socialista votou contra.


Após uma luta de décadas a população da Baixa da Banheira recebeu com
muito agrado as notícias da construção de um novo Centro de Saúde. O
novo Centro de Saúde seria e será a resposta para a grande maioria dos
problemas no acesso à saúde para os utentes. Cedo a sociedade civil se
mobilizou para esta causa e propôs que o novo centro de saúde se
chamasse Centro de Saúde Dr. Raul Coelho.

As obras iniciaram-se em Fevereiro de 2020 e o seu términus estava
previsto para o final do Verão de 2021. Por vicissitudes várias as
obras foram sendo atrasadas.

Ao mesmo tempo e fruto do trabalho e da persistência das autarquias e
da Comissão de Utentes da Saúde bem como da direcção do ACES Arco
Ribeirinho, vários médicos, jovens médicos, apresentaram uma
candidatura a uma USF para o local. Esses médicos vão-se mantendo a
trabalhar no centro de saúde antigo, mas sem condições, como é do
conhecimento de todos.

Apesar das promessas, recordamos que em 2016 o primeiro-ministro
António Costa prometeu médicos de família para todos os portugueses
até 2017. Já em 2022 não se compromete para quando o cumprimento da
promessa. Acontece que na nossa freguesia dos 21000 habitantes, cerca
de 14500 não têm médico de família, uma situação insustentável e que
qualquer momento se tornará mais grave.

Cada dia que passa é um dia em que o futuro é adiado e que a situação se agrava.

Assim, a Assembleia de Freguesia da União de Freguesias da Baixa da
Banheira e Vale da Amoreira, reunida em sessão ordinária no dia 29 de
junho de 2022, delibera:

1- Exigir ao governo a colocação de mais médicos de família ao
serviço dos banheirenses;

2- Exigir à Câmara Municipal que retome a obra da construção do
centro de saúde o mais rapidamente possível;

3 – Convidar o Dr. Augusto César, responsável pelo Centro de Saúde da Baixa da Banheira, a participar em sessão de assembleia de freguesia para esclarecer algumas dúvidas;


05.07.2022 - 18:09

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.