bastidores

Transtejo comprou um navio completo e nove navios incompletos
Bloco de Esquerda requer audição ao Ministro do Ambiente e a Administração da Transtejo/Soflusa

Transtejo comprou um navio completo e nove navios incompletos<br />
Bloco de Esquerda requer audição ao Ministro do Ambiente e a  Administração da Transtejo/Soflusa Na sequência de Relatório do Tribunal de Contas (TdC), em que a Transtejo/Soflusa foi acusada de faltar à verdade e de práticas ilegais e irracionais, o Conselho de Administração da empresa apresentou um pedido de exoneração, que o Governo aceitou, tendo o Ministério do Ambiente e da Ação Climática informado que "em breve será anunciada a nova administração da empresa".

Segundo o relatório, “A Transtejo comprou um navio completo e nove navios incompletos, sem poderem funcionar, porque não estavam dotados de baterias necessárias para o efeito. O mesmo seria, com as devidas adaptações, comprar um automóvel sem motor, uma moto sem rodas ou uma bicicleta sem pedais, reservando-se para um procedimento posterior a sua aquisição”.
Mais refere que “o comportamento da Transtejo, com a prática de um conjunto sucessivo de decisões que são não apenas economicamente irracionais, mas também ilegais, algumas com um elevado grau de gravidade, atinge o interesse financeiro do Estado e tem um elevado impacto social”.
Ora, todo este processo coloca em causa a qualidade do serviço público prestado aos cidadãos e o respeito pelas leis de contratação pública.

Fonte - BE

17.03.2023 - 10:46

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.