bastidores

Comissão Concelhia da Moita do PCP
No nosso concelho há 33.359 pessoas sem médico de família.

Comissão Concelhia da Moita do PCP<br />
No nosso concelho há 33.359 pessoas sem médico de família. "Aprofundam-se os problemas sociais e económicos, aumenta a pobreza por via do aumento do custo de vida, degradam-se as condições de vida dos trabalhadores e das suas famílias. O direito à habitação é afrontado diariamente com elevados custos, no arrendamento e no empréstimo. As funções sociais do Estado são postas em causa todos os dias.", sublinha a Comissão Concelhia do PCP.

A Comissão Concelhia da Moita do PCP, analisou a situação política e social e a sua expressão no concelho, e considera que:

Nos centros de saúde os médicos de família vão fazendo o melhor possível mas são poucos, trabalham demasiadas horas e não têm as condições de atendimento necessárias. Os utentes esperam demasiado tempo pelas consultas e só no nosso concelho há 33.359 pessoas sem médico de família. Perante isto, no passado dia 20 de Maio, as Comissões de utentes do nosso concelho aderiram à Marcha Mais SNS, Melhor Saúde; demonstrando o seu descontentamento e exigindo mais investimento no Serviço Nacional de Saúde.

A situação nos transportes públicos também se agrava. Nos barcos da Soflusa devido à falta de manutenção há várias falhas na oferta; nos comboios da CP há várias supressões na linha do Sado; nos autocarros persistem problemas com as carreiras, percursos e horários na Alsa-Todi. A ligação a Lisboa/Gare do Oriente, tem problemas diários porque os autocarros ficam lotados antes de passarem em todas as paragens do concelho, havendo pessoas a recorrer aos autocarros do Montijo para conseguir chegar a Lisboa. Ao fim-de-semana a situação agrava-se havendo autocarros que não aparecem sem qualquer aviso prévio.

Aprofundam-se os problemas sociais e económicos, aumenta a pobreza por via do aumento do custo de vida, degradam-se as condições de vida dos trabalhadores e das suas famílias. O direito à habitação é afrontado diariamente com elevados custos, no arrendamento e no empréstimo. As funções sociais do Estado são postas em causa todos os dias. A maioria absoluta do PS continua a recusar aumentar salários e pensões, e investir nos serviços públicos, levando à ruptura dos centros de saúde, escolas e hospitais. Ao mesmo tempo promove o apoio aos grandes grupos económicos e financeiros, que alcançam lucros astronómicos.

Nas escolas do nosso concelho, falta investimento em obras de recuperação e construção de pavilhões. Os professores têm os seus direitos atacados e os auxiliares de educação são obrigados a trocar de escola sucessivamente para suprir as necessidades existentes.

A luta do povo e das populações tem marcado a realidade do nosso concelho por isso destacamos as comemorações populares do 25 de Abril e a jornada de luta do 1.º de Maio, pela ampla participação e combatividade afirmaram e reforçaram os valores de Abril. Exemplo disso foram as iniciativas realizadas pelo Movimento Associativo Popular, onde se inseriu o jantar dos democratas, no Ginásio Atlético Clube Baixa da Banheira e o desfile do 25 de Abril na Moita. Acções de grande expressão onde os comunistas, inseridos no movimento popular, participaram activamente.
A Organização Concelhia da Moita do PCP saúda o Movimento “Os Mesmo de Sempre a Pagar” que no passado sábado saíram à rua na Baixa da Banheira exigindo o congelamento e regulação dos preços nomeadamente dos produtos de primeira necessidade.

Por todo o país, e também aqui no nosso concelho, proliferam ataques aos trabalhadores, seja no sector público seja no sector privado. A precariedade, os horários desregulados, o excesso de horas e os baixos salários afectam gravemente a vida de milhares de trabalhadores. O PCP apela à participação na jornada de luta, convocada pela CGTP-IN, dia 28 de Junho, em Lisboa, com o lema “Aumentar salários | Garantir direitos | Contra o aumento do custo e vida – Pelo direito à saúde e à habitação”.

No âmbito das autarquias temos desenvolvido uma intensa actividade de esclarecimento e mobilização com a divulgação do presta-contas CDU. Iniciativa que vai continuar inserida na Acção Nacional de Afirmação e Valorização da CDU, que decorre de 15 a 30 de Junho. Neste âmbito teremos os deputados do PCP, no Parlamento Europeu, a visitar o nosso concelho no dia 22 de Junho.

A Comissão Concelhia do PCP
Moita, 5 de Junho de 2023

06.06.2023 - 23:57

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.