bastidores

Com o voto contra do PS e com as abstenções do PSD e da IL
REJEITADA INCLUSÃO DA TRAVESSIA SETÚBAL/TRÓIA NO PASSE NAVEGANTE

Com o voto contra do PS e com as abstenções do PSD e da IL<br />
REJEITADA INCLUSÃO DA TRAVESSIA SETÚBAL/TRÓIA NO PASSE NAVEGANTE A proposta de alteração ao Orçamento de Estado 2024 pela integração do transporte fluvial de passageiros de Setúbal/Tróia no âmbito do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART, foi rejeitada com o voto contra do PS e com as abstenções do PSD e da IL.

Criado em 2019, o PART foi um passo importante no caminho para a gratuitidade dos passes dos transportes coletivos de passageiros, mas não foi aplicado de forma uniforme no país, deixando de fora a Travessia Fluvial do Sado entre Setúbal e Tróia.
O Bloco de Esquerda tem alertado para a injustiça do encarecimento brutal deste transporte, impedindo as famílias de Setúbal de aceder a Tróia, um território que é de todos nós.
O preço da tarifa aumentou 200% desde 2007! É inaceitável que esta seja a única travessia fluvial do distrito que não está incluída no passe navegante.

O PS, depois do Bloco de Esquerda ter desenvolvido um extenso trabalho sobre o assunto, faz parecer que esta também é uma reivindicação sua e que sempre se preocupou com esta injustiça, mas, na hora e local de fazer valer o seu discurso, votaram contra a proposta defendida por mais de 8 mil subscritores da petição pública.

O BE afirma que "Tróia é do povo, não dos interesses privados."

28.11.2023 - 15:00

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.