Conta Loios

artes

7.ª Meia Maratona Fotográfica - Setúbal
Rui David com a melhor fotografia e o primeiro lugar na categoria digital

7.ª Meia Maratona Fotográfica - Setúbal<br>
Rui David com a melhor fotografia e o primeiro lugar na categoria digital Rui David, com a melhor fotografia e o primeiro lugar na categoria digital, foi o grande vencedor da 7.ª Meia Maratona Fotográfica de Setúbal, cuja entrega de prémios decorreu no sábado, nos Paços do Concelho.

O setubalense, 32 anos, vocalista da banda “Hands on Approach”, estreante no concurso promovido pela Câmara Municipal de Setúbal, este ano com o tema “Pobreza e Exclusão Social”, captou a fotografia vencedora na subcategoria “Desigualdade”.

Além do prémio para a melhor fotografia, Rui David conquistou ainda o primeiro lugar na categoria digital. Ao receber os dois principais prémios da 7.ª Meia Maratona Fotográfica, confessou-se apanhado de surpresa pelo triunfo.

“Participei simplesmente pelo gosto e paixão que desenvolvi, há cerca de dois anos, pela fotografia”, explicou, adiantando que o tema do concurso deste ano “funcionou como uma causa de maior motivação” para concorrer.

Sobre a prova, realizada a 10 de Abril, Rui David sublinha que “foi muito exigente em termos fotográficos” até porque “não havia assim tanto tempo para preparar uma fotografia”, referindo, contudo, que foi uma “experiência extremamente enriquecedora”.

O concurso permitiu-lhe revisitar alguns pontos da cidade por onde não passava há anos. “Por várias vezes, senti que nunca tinha visto aquele local com olhos de ver. E foi muito bom ter esta nova perspectiva”, relatou Rui David, que viu ainda quatro das suas fotos premiadas com menções honrosas nos subtemas “Desigualdade”, “Fome”, “Cidadania” e “Pobreza”.

Pedro Campino, com três fotos premiadas com menções honrosas, nas subcategorias de “Utopia”, Exclusão” e “Reconstruir”, alcançou o segundo lugar da prova.

O terceiro lugar na categoria digital da 7.ª Meia Maratona Fotográfica de Setúbal, concurso integrado no programa da juventude m@rço.28, coube a Hugo Palmiro, sendo ainda atribuídas mais 13 menções honrosas a fotografias que passam a integrar a exposição com os melhores trabalhos.

Com quatro concorrentes inscritos em fotografia analógica, o júri do concurso, constituído por Conceição Loureiro, Fernando Pinho, Ana Vizinho e André Rodrigues, atribuiu o prémio a Vítor Lourenço.

“Setúbal está sempre de braços abertos para receber os participantes desta iniciativa, proporcionando momentos de partilha, de convívio e lazer”, referiu a presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, presente na cerimónia de entrega de prémios, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

“Esta é uma prova que marca o calendário de Setúbal. É um dia em que os participantes observam e registam momentos na cidade”, referiu a autarca, agradecendo a presença dos participantes, que “utilizaram Setúbal como uma tela para as suas objectivas”.

Além de variado material fotográfico, estadas em unidades hoteleiras e vales de desconto em lojas dos patrocinadores do concurso atribuídos aos vendedores, todos os concorrentes receberam ainda uma lembrança de participação, bem como as fotografias captadas, por cada um, em suporte de papel.

Após a entrega de prémios, foi inaugurada, no Octubrus Bar, uma exposição com as 20 melhores fotografias do concurso, patente até 26 de Junho, de segunda a quinta-feira, das 16h00 às 24h00, e às sextas-feiras e sábados, das 16h00 à 01h00.

Em 2010, ano em que se assinala, a nível europeu, o Combate à Pobreza e Exclusão Social, a organização escolheu a temática da “Pobreza e Exclusão Social” para a 7.ª Meia Maratona Fotográfica de Setúbal, na qual participaram 49 pessoas, que captarem mais de 900 imagens.

24.5.2010 - 12:57

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.