Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   ASSINATURAS  |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 13 de Dezembro 2017
Por Maria Helena


Barreiro - Rostos do Ano 2016
Sessão de Entrega dos Diplomas


Por dentro dos dias – Barreiro
Uma Rede social pode ser um instrumento de relação humana positiva


Por dentro dos Dias - Barreiro
Está ali o meu país


Por dentro dos dias - Barreiro
As melhoras Ti’João


Barreiro / Moita - Associativismo e Comunicação
Valorizar as dinâmicas de comunicação na vida associatva


COLUNISTAS
Três vezes onze
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Saúde um direito constitucional que não se cumpre na Vila da Baixa da Banheira
Quanto mais prometem, menos cumprem!
Por Nuno Cavaco


Cada cor, seu paladar!
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Falar de mim
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Vigiar e intervir antes de ser tarde demais!
Por Nuno Banza
Barreiro


AUTARQUIAS e CONTABILIDADE DE CUSTOS
por José Caria
Montijo


BASTIDORES
PCP repudia fortemente a intenção demonstrada pela multinacional General Eletric
de encerrar a sua unidade de produção em Setúbal.


Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa
Integraa Lista do Conselho Geral da A.N.M.P


Presidente da distrital de Setúbal do PSD, Bruno Vitorino
«Ampliação de Alcântara mata terminal de contentores para o Barreiro»


Eleição da Comissão Executiva Metropolitana de Lisboa
Carlos Humberto ex-presidente da CM Barreiro eleito 1º Secretário


Barreiro - Reforço financeiro Corporações de Bombeiros a partir de 2018
Vereadores CDU apresentam proposta


Seixal - Recolha de resíduos sólidos urbanos
Nuno Magalhães questiona autarquia


Barreiro - Vereadores CDU propõem a constituição
de um Gabinete Municipal de Regeneração Urbana


PSD preocupado com futuro da RUMO que pode levar 78 trabalhadores para o desemprego.

AS EMPRESAS
Montijo - Raporal volta a promover Natal Solidário
Vai doar 4 000Kg de produtos da marca STEC


Moita / Barreiro - Continente vai abrir loja na Baixa da Banheira
Constituída por ambientes que lembram os mercados tradicionais


TST oferece 17 passes anuais para 2018 e promove a mobilidade inclusiva na região de Setúbal
HOMENAGEIA CLIENTES COM MAIS DE 90 ANOS


Embaixador da Coreia do Sul visita Lisbon South Bay
Apresentados ativos da Baía do Tejo e dos concelhos de Almada, Barreiro e Seixal



Palmela - Tecnologia tailandesa chegou a Portugal e pode ser usada por qualquer pessoa
Bola extintora apresenta-se à proteção civil e bombeiros


Transportes Colectivos do Barreiro
Concurso público para aquisição de 60 autocarros a Gás Natural


DESPORTO
Palmela - João Jesus sagrou-se Campeão Nacional de Grupos Idade de Duatlo
Cãmara aprova saudação ao atleta pinhalnovense


Barreiro - Mais uma Caminhada/ Treino Solidário de Natal promovida pelos BRRnightRUNNERS
Foi um sucesso com mais de 250 pessoas


Barreiro - O maior noturno de BTT em Portugal
Passeio Noturno de S. Silvestre em BTT a 16 de dezembro


Barreiro - No Pavilhão Municipal Luís de Carvalho
Taça de Natal Fabriltramp


Barreiro - Torneio Jovem Santoantoniense
Uma prova de Xadrez muito concorrida no total competiram 47 crianças


AS ESCOLAS
Moita na Rede OCDE Education 2030
ETPM a única Escola Profissional Portuguesa que integra


Associação NÓS celebra 35 Anos com Exposição itinerante
EST Barreiro acolhe ‘Nós Fazemos Lugar’ até 20 de dezembro


Setúbal - »Reviver é viver» propõe animação artística e cultural para a vila de Mértola
Projeto de estudantes do IPS escolhido para potenciar


Moita - Dar mais sentido à essência do ensino profissional
ETPM assina Manifesto Escolas 4.0


Barreiro - Agrupamento de Escolas de Santo António «Marca a Diferença»
Este é o lema do Projeto Educativo do nosso Agrupamento


Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita do Barreiro
Participa numa reunião transnacional que decorre em Ljubljan


Barreiro - Agrupamento de Escola de Casquilho na Eslováquia
Aprovação de mais um projeto Erasmus+ este ano letivo


REPORTAGEM
Barreiro - Tarifário da Água mantém preços de 2017
Proposta aprovada com abstenção da CDU e PSD


Barreiro – Mais de 200 pessoas no Manuela Borges
Uma homenagem nos 81 anos de Anita Guerreiro


Barreiro - Cada vez há mais casos de diabetes nas escolas
Actualmente estão referenciadas 34 crianças


Barreiro - Projéctor no «Teatro de Bolso» da Verderena
«Estrelas no Céu da Manhã» - onde espreitámos a luz a rasgar o tempo


Barreiro - «A cultura não rima com ditadura»
50 anos depois cantar «os vampiros» e reviver a luta pela Liberdade


Barreiro – Uma viagem que antecedeu eleição de Donald Trump
«Há mais América que aquela que nos chega pelos media»


Barreiro - Tomada de Posse dos Juízes Sociais
Vão se aperceber das «dificuldades dos juízes em julgar»


Barreiro - Concurso de «Fornos Solares»
Sara Baltazar e Pedro Damas vencedores vão viajar até à Alemanha.


Barreiro - Um musical para todas as idades
Um convite a mergulhar por dentro da imaginação


MOLDURA
OUT.FEST - Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro
Nomeado na categoria de «Best Indoor Festival»


Moita - Conferência «Consumir e Produzir Agricultura Biológica»
Necessidade de aumento de produção em Agricultura Biológica


Barreiro - Centenário do Maestro Ferrer Trindade
Evocado o homem e a música


Moita - Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Festa de Natal Comunitária


Barreiro - Pista de Gelo situada no Parque da Cidade
Atraiu mais de mil pessoas este fim de semana
. Angariados mais de 5 mil euros pa


A ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro tem o prazer de anunciar mais uma grande estreia!


Barreiro - EB 2/3 Quinta da Lomba vence Concurso «Figuras de Natal Ecológicas»
RUMO e EB1 Palhais 2ª e 3ª classificadas


Barreiro - No próximo «Reserva o Sábado»
«CSI: corujas»


AUTARQUIAS
Conselho Local de Ação Social do Barreiro
42ª Reunião Plenária


Barreiro - Repavimentação da Rua Vital Pereira no Lavradio
Arranca a 13 de dezembro


Barreiro - Três sessões públicas da Assembleia Municipal do Barreiro na SFAL
Descentralização das reuniões pelas várias freguesias


Setúbal - Novos Órgãos Sociais da AMRS
Sofia Martins do Barreiro assume o cargo de Secretária-Geral


OPINIÃO
Reabilitação Urbana: Oportunidade para o Barreiro – II
Por Rui Lopo
Barreiro


ALERTA AOS PAIS!
Por Clara Soares
Bareiro


PARA QUE NUNCA ESQUEÇA
11 NOVEMBRO 1967 - 11 NOVEMBRO 2017 – FAZ HOJE 50 ANOS
Por Alfredo Matos
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Barreiro - Grupo Dramático e Recreativo «OS LEÇAS»
Tradicional Festa de Natal


Barreiro -«Desfile dos Pais Natal Motards»
Uma iniciativa do Moto Clube do Barreiro dia 23 de Dezembro


LIVROS
Américo Dimas Netto natural do Montijo
Apresenta livro Contos de Sabedoria


Na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça na Moita
José Luís Peixoto apresenta «O Caminho Imperfeito»


POSTAIS
Barreiro – Situação na RUMO
«Tudo está na mesma»
. Pessoas com salários em atraso


Barreiro – Na reunião pública de Câmara
Um minuto de silêncio em memória de Maria Isilda Pires


A mais antiga Colectividade do concelho do Barreiro
Içar Solene das bandeiras assinala 150 anos de vida da SFAL


Barreiro – Aprovado Contrato de Rede de Drenagem Doméstica da Penalva
Só agora foi possível avançar por existirem condições de financiamentos

Barreiro – Loja Solidária no Mercado 1º de Maio
Artesanato - «tudo produzido pelos nossos associados»


EUROPA
União da Segurança: A Comissão colmata as lacunas de informação
ara proteger melhor os cidadãos da União Europeia


colunistas rostos.pt - o seu diário digital

Baixa da Banheira, uma questão de memória
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita

Baixa da Banheira, uma questão de memória<br />
Por  Nuno Miguel Fialho Cavaco<br />
MoitaA esses dizemos o que sempre dissemos: estamos cá e estaremos sempre cá para lutar por esta Vila, e pelos direitos de quem escolheu esta Terra como a sua Terra, por quem aqui vive, por quem aqui trabalha. Nós estamos cá, muitos não poderão dizer o mesmo.

Pode-se afirmar que a Vila da Baixa da Banheira nasce com a industrialização da Península de Setúbal. As pessoas saíam das suas terras à procura de uma vida melhor. Foi assim a partir dos anos 30, num processo que se manteve até fins dos anos 80 e início dos anos 90. Vinham do Alentejo, do Algarve e das Beiras para procurar uma vida melhor. Vinham trabalhar na Industria da Cortiça, Têxtil, Química, na Metalomecânica e Construção Naval, na Siderurgia, na CP. Enfim, vinham para trabalhar e não para gerir empresas ou herdades.
Esta terra desenvolve-se com a linha do caminho-de-ferro, o que explica facilmente o seu desenho urbano e alguns dos problemas de que ainda hoje sofre. Alguns já poderiam estar resolvidos não fosse a má vontade governativa de PS, PSD e CDS, uma vez que as soluções foram apresentadas em projeto e programa, que foi aprovado, mas cujo o financiamento não chegou na totalidade, ficando muitos problemas por resolver.

Mas concentremo-nos na história. As pessoas vinham para a Baixa da Banheira porque muitas vezes não tinham condições para ir morar para o Barreiro. Aqui, existindo proximidade com as indústrias da região, as casas e os terrenos eram mais baratos para quem fugia da fome e da miséria nas suas terras de origem. Quem não tinha condições para melhor, alugava um anexo num pátio, muitas vezes apenas com 2 divisões e casa de banho partilhada. A vida era dura e a população coletivamente organizava-se para melhor suplantar as adversidades. Eram tempos de ditadura e as dificuldades económicas, a exploração nas fábricas e a opressão fascista talharam o espirito Banheirense. Um espirito de luta, resistência e de esperança.
Foi esse espirito que fez nascer as muitas coletividades desta terra que por longos períodos foram um importante apoio social, garantindo desporto, educação, cultura e lazer, bem como a formação de uma escola de cidadania e democracia.

Na década de 60, e até na década de 70, a Baixa da Banheira era muito diferente do que é hoje. Havia muito por fazer. Estradas, infraestruturas de abastecimento publico, construção de equipamentos. Nesse período cria-se o Bairro Fundo de Fomento destinado a realojar as famílias que viviam em condições insalubres. A Baixa da Banheira cresceu muito, sem que se criassem as condições devidas para a população.

Ainda antes da democracia, só com os protestos da população foram possíveis algumas melhorias, mas não podemos esquecer que a GNR que nos reprimia chegou primeiro do que saneamento, já que até aí os dejetos corriam pelo chão. Com o advento da democracia, bem cara a muitos Banheirenses, que com o seu esforço militante, com a sua resistência à repressão da ditadura fascista, com as suas lutas e sacrifícios, a ajudaram a construir, e com a instauração do Poder Local Democrático, começam realmente a resolver-se muitos dos problemas herdados, e muito se fez em pouco tempo.

No final dos anos 70 e princípio dos anos 80, e com a descolonização mal feita e mal gerida por PS e PSD, o Vale da Amoreira recebe muitos refugiados. As casas inicialmente construídas para trabalhadores são agora para aqueles que fugiam da situação nas ex-Colónias. Mais uma vez a Baixa da Banheira recebe dezenas de milhares de pessoas em busca de uma vida melhor. Um processo mal tratado e mal feito que se não fossem os autarcas da altura teria resultado como os que se viram, e ainda vêm, noutros locais.
Pois bem, nesta terra de esperança, procurada para construir uma vida melhor por trabalhadores e refugiados, a vida ia conseguindo suplantar as dificuldades, até que PS, PSD e CDS resolvem apoiar a desindustrialização da Península de Setúbal, o que naturalmente gerou o encerramento e deslocalização de empresas, muito desemprego, fome e miséria, que aqui na Vila da Baixa da Banheira, terra de trabalho e de trabalhadores agora abruptamente ampliada no Vale da Amoreira, muito sentiram.
O processo de desindustrialização não ocorreu só na região de Setúbal ou em Portugal. Faz parte de um processo de integração europeia e de acumulação de capital. Em algumas regiões da Europa a percentagem de perda de população no final dos anos 80 e início dos anos 90 rondou os 50% e as taxas de desemprego muito perto dos 40%. Uma desgraça!!!!

Hoje, no discurso político da oposição local, assistimos aos mesmos que apoiaram uma descolonização apressada e sem condições e aos mesmos que apoiaram a desindustrialização e as suas consequências, como o desemprego e a miséria, apontarem aos autarcas da CDU as consequências dos erros que eles mesmo cometeram. Os mesmos que apoiaram os PEC´s, a Troika, a desindustrialização, os ataques aos pequenos e médios empresários e empresas e os mesmos que apoiaram as politicas que levaram ao desemprego e à emigração de jovens, acusam as autarquias de CDU de inércia e incompetência ao mesmo tempo que batem palmas a estas politicas de retrocesso. Os mesmos que votaram contra a construção do novo centro de saúde por 18 vezes, os mesmos que boicotaram a abertura do posto de Segurança Social, os mesmos que apoiaram os Governos que abandonaram as habitações e os espaços públicos do Vale da Amoreira, que não cumpriram com dezenas de compromissos assumidos para a melhoria das condições de vida nesta vila, que deixaram a Escola Secundária da Baixa da Banheira sem Pavilhão, ou que não permitiram a construção do Pavilhão Multiusos da Baixa da Banheira, que não fizeram a esquadra da PSP, aqueles que não quiseram que o Passe Social incluísse a Vila da Baixa da Banheira, ou que fecharam o Posto de Correios da Baixa da Serra. Em súmula, aqueles que não respeitaram os nossos direitos.

A esses dizemos o que sempre dissemos: estamos cá e estaremos sempre cá para lutar por esta Vila, e pelos direitos de quem escolheu esta Terra como a sua Terra, por quem aqui vive, por quem aqui trabalha. Nós estamos cá, muitos não poderão dizer o mesmo.

Nuno Miguel Fialho Cavaco
Militante do Partido Comunista Português
Presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira

26.07.2017 - 18:41
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2017 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB. - ANUNCIO

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

PUB.

PUB.

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND