Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 16 de Novembro 2018
Por Maria Helena


Rosto da Semana – Barreiro
Jaime Palma – um exemplo de uma ideia que se inscreve na vida da cidade


A(nota)memtos
Ponte Barreiro – Seixal : será que quem decide é a «politika do linkismo»!


A(nota) mentos
O Barreiro, o potencial e…o seu eterno mal


Inferências
PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSD


Jornal «O Sul do Tejo» publicado em 1893
125 anos de imprensa regional no Barreiro>


Por dentro dos dias - Barreiro
Basta um sorriso!


Inferências – Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos? (III)


Inferências – Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos? (II)


Inferências - Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos ? ( I)


COLUNISTAS
The Red Poppy
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


MONTIJO - ESCOLA PÚBLICA
Por José Caria


Lógica férrea
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Prevenir ou remediar?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


A UBER AGRADECE
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
DEPUTADOS DO PS ELEITOS POR SETÚBAL
CONSIDERAM IMPORTANTE UMA AMBULÂNCIA de SUPORTE IMEDIATO DE VIDA EM ALCÁCER DO SAL


Almada - Resolver com urgência situação do Hospital Garcia de Orta
CDS quer saber que respostas tem o Ministério da Saúde


Juventude Popular do Barreiro
Lamenta resposta tardia e inconclusiva do Ministério do Ambiente


Adesões à Plataforma Cívica Aeroporto BA6-Montijo Não
Rui Garcia, Presidente da CM Moita e Presidente da AMR de Setúbal.
Francisco Jesus, Pres


Agressões a jovens mulheres no Barreiro
Bruno Vitorino quer reunir de urgência Conselho Municipal de Segurança


Terminal Portuário do Barreiro
Estudo Prévio e Estudo de Impacte Ambiental em consulta pública


ENTREVISTA
Sara Ferreira, Vereadora da Câmara Municipal do Barreiro
Alunos vão dar nomes a todas as escolas do Ensino Básico do concelho


Dulce Reis, líder da CDU na Assembleia Municipal do Barreiro
«Consideramos que esta gestão tem sido muito fogo e pouca palha»


Vítor Castro Nunes, líder do Partido Social Democrata na AMB
«Há uma gritante falta de pensamento estratégico para o Barreiro»


Rui Lopo, vereador da CMB do Partido Ecologista «Os Verdes»
«Do ponto de vista prático este ano de mandato não passou de comunicação»


AS EMPRESAS
Militantes do Bloco de Esquerda do Barreiro
Compram alimentos para trabalhadores sem alimentos


Palmela - Volkswagen Autoeuropa até dezembro de 2020
Acordo laboral aprovado por 72,8% dos trabalhadores da empresa


DESPORTO
José Maria Gouveia do distrito de Setúbal
Vence Taça de Portugal 2018


Hugo Ferreira dos Ferroviários do Barreiro
Vence Open Internacional Marquês de Pombal


Moita - 23º Corta Mato Juvenil
Inicia nova época do AtletisMoita


Barreiro - Associação de Cicloturismo Fidalbyke
14º Passeio de S. Silvestre em BTT


Barreiro - 6.ª edição da Caminhada/ Treino Solidário de Natal
Evento organizado por BRRnightRUNNERS
. Dia 8 de Dezembro, pelas 16h30


Barreiro – Xadrez do Santoantoniense
Excelentes resultados nos distritais jovens
. Conquistam 4 títulos absolutos


AS ESCOLAS
Barreiro - Agrupamento de Escolas de Casquilhos no Reino Unido
Projeto Erasmus+ «The Great European Pastimes Challenge»


Politécnico de Setúbal promove encontro sobre Arte Urbana
«Impactos da Street Art»


Prémio Manuel Lopes (9ª edição) do IEFP
Atribuído a investigador do D C-IUL Paulo Marques do Barreiro


AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ - BARREIRO
2º INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE ALUNOS, ALEMANHA


Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita - Barreiro
Professores e alunos participaram num encontro realizado na Roménia


REPORTAGEM
Frederico Rosa, Presidente da Câmara Municipal do Barreiro
Vivemos num tempo de populismo em todo o mundo.


Barreiro - Materiais originais na Exposição «Maio de 68 – 50 anos depois»
Um forte movimento de crítica dos costumes


Barreiro - Colóquio sobre a 1ª Guerra Mundial
«Foi o acontecimento que mais marcou o século XX»


Memórias pessoais e colectivas de Armando Sousa Teixeira
21 contos ilustrados com fotografias


Barreiro - Luís Mira Amaral na Conferência «Reindustrialização e a Indústria 4.0»
4ª Revolução Industrial não é voltar à mão de obra barata


Cooperativa Rádio de Táxis Rápidos do Barreiro
35 táxis dos 39 que funcionam no Barreiro
. Não aceitam concorrência desleal


Barreiro - Quinta do Braamcamp é «uma pérola única»
Com a compra pelo município foi retirada do mercado imobiliário


Barreiro - «Memórias do Meu Rio» de Lina Soares
Um encontro entre a história, a poesia e a fotografia


MOLDURA
Tour europeia passa pelo Barreiro
«Tom & Christina Carter« primeiro disco em sete anos do duo em tournée europeia


Moita - Biblioteca Municipal de Alhos Vedros comemora 25º aniversário
Exposição «José Afonso: Geografias de uma vida»


Tour europeia passa pelo Barreiro
«Tom & Christina Carter« primeiro disco em sete anos do duo em tournée europeia


Dia Mundial da Diabetes no Barreiro
USF Lavradio promove evento «A FAMÍLIA E A DIABETES»


AUTARQUIAS
Moita - Apoio às Vítimas de Violência Doméstica
Câmara aprova Protocolo para dotar concelho de uma resposta integrada


No Seixal - 10º ENCONTRO DISTRITAL ANAFRE - SETÚBAL
AUTARCAS DE FREGUESIA DO DISTRITO


Barreiro - No Futebol Clube da Quinta da Lomba
Reunião da Assembleia Municipal do Barreiro


Palmela - Concessão para exploração da rede municipal de distribuição de eletricidade
Celebração de Contrato Interadministrativo delega competê


Moita - Sanitários públicos do Parque José Afonso novamente vandalizados
Foram furtados todos os apoios em inox das sanitas e uma porta


Barreiro - Até 30 de novembro estão abertas as inscrições gratuitas
XVII Concurso de Montras de Natal


OPINIÃO
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Por Vasco Barreto


O TERMINAL DO NOSSO DES (CONTENTAMENTO)
Por Armando Teixeira
Barreiro


IGUALDADE DE GENERO NA INFÂNCIA… INTERVENÇÃO PRECOCE PARA UMA CIDADANIA IGUALITÁRIA
Por Susana Louro Pádua
Santiago do Cacém


Haverá barco amanhã?
Por Hélder Leal Rodrigues
Barreiro


A DEFESA DOS DIREITOS E PROMOÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA DO OSTOMIZADO UM NEGÓCIO DE DÚVIDAS
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


FAÇA-SE LUZ
Por Rui Lopo
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
ROTARY CLUB DO BARREIRO
Campos de Férias na Europa – Seleção de candidatos


Barreiro - Jardim de Infância D. Pedro V
Assembleia Geral debate plano de ação e orçamento de 2019


CULTURA
No Fórum Cultural de Alcocheteo
X Encontro de Leitura Pública
.«Redes Sociais e Bibliotecas em Rede»


A classificação do Património Ferroviário do Barreiro em risco
Posição da Associação Barreiro Património Memória e Futuro


LIVROS
Barreiro - Escritor Carlos Alberto Correia
Publica «URBI - poemas datados»


Na Biblioteca Municipal de Setúbal
Apresentação do livro de Poesia «À procura de mim»


Moita – No Espaço F.A.V.O em Alhos Vedros
Apresentação do «ORGÂNICO ANIMAL»


POSTAIS
Protocolo entre Rotary Club e Escola Superior de Tecnologia do Barreiro
Atribuição de duas Bolsas de Estudo


Escola Superior de Tecnologia do Barreiro
Festeja 19º aniversário com mais de 500 alunos no seu quadro estudantil


Domingos Abrantes, histórico do PCP e Conselheiro de Estado
O perigo fascista é, hoje, um perigo real


Barreiro – Encerramento do trânsito no túnel na Rua Miguel Bombarda
Comerciantes expressaram indignação na reunião de Câmara


Barreiro - Reprovada proposta sobre Depuradora de Bivalves
«É mais um frete ao governo que a Câmara está a fazer»
Foi bem negociado pe


Forum Barreiro comemora dez anos com esperança no futuro
Vai atingir mais de 3 milhões de visitantes em 2018


Barreiro – Casa da Cultura da Baía do Tejo
Vai ser assinado Protocolo para (re)activar funcionamento em 2019


Barreiro - Novo sintético do Estádio João Pedro
Investimento de 150 mil euros do Grupo Desportivo Fabril do Barreiro


Barreiro – 50 mulheres apresentaram queixa de agressões
«O espaço público é um espaço de Liberdade, não é um espaço de medo»


Crónicas do Algarve
Acerca de cinema


ARTES
ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro
Estreia «PINÓQUIO» com encenação de Paula Magalhães


AGENDA
Cinema no Forum Barreiro
Programação de 15 a 21 de Novembro


EUROPA
ABERTURA DE CANDIDATURAS PDR 2020
26 de outubro a 8 de fevereiro 2019


Comissão Europeia regista iniciativa
sobre «Cidadania Permanente da União Europeia»


colunistas rostos.pt - o seu diário digital

Velha história
Por Nuno Santa Clara
Barreiro

Velha história<br />
Por Nuno Santa Clara<br />
BarreiroA entrada de imigrantes num país de destino, escolhido ou não, tem sempre para os próprios algo de trágico, sobretudo quando desnacionalização não é inteiramente voluntária. A emigração maciça de portugueses nos anos sessenta do século passado é bom exemplo disso.

Há certas aberrações que julgávamos ter desaparecido da face da Terra, mas que, por artes do demónio, parecem ter sete vidas, como se diz dos gatos, ou sete cabeças, como a Hidra de Lerna, para (re)lembrar a Mitologia grega.
A escravatura é decerto uma dessas aberrações. Julgávamos ter banido tal instituição da face deste Planeta, depois de séculos debate público e da decisão política da abolição peça maioria das nações, mesmo no caso extremo de uma sangrenta guerra civil, como foi o caso na América do Norte.

Portugal teve também a sua parte no comércio de escravos, e não podemos esquecer que uma cláusula do dote de D. Catarina de Bragança, quando do seu casamento com Carlos II de Inglaterra, foi a autorização dada aos navios ingleses de comerciar escravos africanos para as colónias americanas. Mas Portugal foi também uma das primeiras nações a abolir a escravatura.
Sobre este assunto, lembremos um trecho da Crónica da Gomes Eanes de Zurara, sobre uma venda de escravos feita em Lagos, no ano de 1444, relatando as cenas lancinantes da repartição daquela gente pelos compradores, sem atender a qualquer sentimento de compaixão:

“Mas para seu dó ser mais acrecentado, sobrevieram aqueles que tinham cargo de partilha e começaram de os apartarem uns dos outros, a fim de poerem seus quinhões em igualeza; onde convinha de necessidade de se apartarem os filhos dos padres, e as mulheres dos maridos e os dos irmãos dos outros. A amigos nem a parentes não se guardava nenhuma lei, somente cada um caía onde o a sorte levava!”

A atualidade deste texto deriva de duas realidades: a continuação do tráfico de escravos, alimentada agora (ou como sempre?) por guerras internas e externas, denunciado por diversas instituições internacionais; e certos tratamentos dados aos refugiados mais carentes e desprovidos de qualquer apoio, remetidos para uma situação que não anda longe da escravatura.

No tempo de Zurara a escravatura era tradicional, legal, lucrativa. Mas aos escravos, mesmo não tendo direito algum, mesmo estando juridicamente equiparados a objetos, era reconhecida a condição humana. Foi isso que chocou Zurara: mesmo desprovidos de tudo, mesmo oriundos de países distantes e de raças diferentes, tinham laços familiares, amizades, crenças. Recorde-se que existiram mesmo confrarias de escravos (normalmente sob a invocação de Nossa Senhora do Rosário), o que demonstra o reconhecimento da sua condição humana, ainda que diminuída.

A imigração, seja de africanos na Europa, de latinos nos EUA, ou de portugueses por toda a parte, tem um efeito direto na economia: a contenção dos salários. Karl Marx definiu esse conceito na sua obra de referência “O Capital”. Na altura, referia-se ao volume de desempregados e trabalhadores rurais que aceitavam trabalhar nas fábricas a qualquer preço, mantendo os salários a nível baixo (Marx, para mim, é como um médico que acerta no diagnóstico e falha na terapêutica). Os tempos mudaram, os assalariados (pelo menos na Europa) já aprenderam a lidar com a política salarial e social, mas não faltam áreas cinzentas onde os velhos fantasmas andam à solta.

Um grande país como os EUA constitui um bom laboratório para estas tensões sociais. Na Califórnia e estados vizinhos, com uma agricultura de mão-de-obra intensiva, a par da afinidade étnica, os imigrantes latinos são bem-vindos. Nas zonas deprimidas, onde grassa o desemprego, são mal vistos. Nas grandes cidades, o problema dilui-se. Posto desta forma simplista, isto ajuda-nos a compreender algumas das origens e dos apoios do populismo na América.

A entrada de imigrantes num país de destino, escolhido ou não, tem sempre para os próprios algo de trágico, sobretudo quando desnacionalização não é inteiramente voluntária. A emigração maciça de portugueses nos anos sessenta do século passado é bom exemplo disso.
Também a forma como são acolhidos no país de destino varia muito, podendo ir dos braços abertos até às reações mais xenófobas. Como disse o argelino Kamel Daoud, “A pergunta que devemos colocar a nós próprios não é: porque sou mal acolhido; mas é: porque deixo a minha terra?”.

O caso extremo da migração forçada é a escravatura. Entre os séculos XV e XIX, dezenas de milhões de africanos foram compulsivamente levados para as Américas. Mas os descendentes dos antigos escravos sentem-se hoje americanos, tanto ou mais do que os italianos, irlandeses, alemães, portugueses e asiáticos chegados depois deles.

A chegada dos escravos africanos à América não foi muito diferente da narrada por Zurara, acima transcrita; aliás, conservam-se narrativas dos leilões de escravos nos portos americanos que mostram situações semelhantes.
Acabou a escravatura, mas parecem ter ficado alguns tiques dessa era.

Quem viu apartar os filhos menores dos imigrantes na fronteira dos EUA, e tem um pouco a noção de História, não pode deixar de ter um arrepio, decorrente da recordação dos tempos da escravatura. O fantasma dos cativos de Zurara não deixa de assombrar os espíritos.

Sobretudo quando a explicação oficial foi “assim desincentivar a imigração”, tal como antes a explicação era “repartir o lote de acordo com os interesses dos compradores”.
É a velha história: a desvalorização do conceito de Humanidade, face aos imperativos económicos (e a lei do mais forte).

Nuno Santa Clara

28.06.2018 - 18:10
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND