Conta Loios

colunistas

Psicologia & Notas Reflexivas
MOMENTOS
( A vivência experiencial do inesperado)
Por Rui Grilo
Barreiro

Psicologia & Notas Reflexivas <br />
MOMENTOS <br />
( A vivência experiencial do inesperado)<br />
Por Rui Grilo<br />
Barreiro A vida são momentos...

Momentâneas são igualmente as situações onde podemos considerar que tudo se encontra bem... onde a vida corre sem incidentes que nos preocupem ou que nos tragam desconforto...
Porém, é através de um instante... num ápice... que tudo pode inesperadamente pode mudar...

E aí vemo-nos encurralados em processos de ansiedade e angústia....encurralados na incerteza... e na insegurança do desconhecido...
Quando nos confrontamos e observamos quem amamos, por exemplo, confinado nas urgências de um hospital de um momento para o outro, leva-nos a repensar a vida e o ritmo que imprimimos sobre ela...

Vivemos, como se apenas fôssemos nós os atores principais nesta trama... mas que na realidade evidencia tantos protagonistas envolvidos, e cada um com a sua história pessoal...

E é perante estes momentos pesados e duros, que nos descentramos de nós próprios, e percebemos que a vida são momentos... são instantes... são ápices...

A estabilidade aparente por nós sentida, rapidamente se transforma em momentos de instabilidade e de confusão mental...

Este momento de que falo, é o momento psicológico... aquele momento em que uma sensação atinge o seu auge e o seu pico crítico... E é precisamente nesse momento que temos de nos prender e que nos importa refletir...

Refletir sobre o agora...nunca descurando aquilo que foi o passado, por forma a repensar o futuro... e a forma como vemos os protagonistas nesse mesmo futuro...

Às vezes, o ator secundário torna-se o ator principal, e é nesse momento que temos de estar preparados para contracenar através da atenção, do amor e do cuidado...

O momento de dar atenção, conforto e segurança deve transformar-se em algo contínuo e duradouro... Essa continuidade muito ligada ao conhecimento que temos do outro, vai reduzir significativamente a vivência de momentos críticos, porque a consciência da situação transporta-nos inevitavelmente para a realidade....e aí não nos surpreendemos pelo inesperado....

Todavia somos apenas pessoas, e os momentos servem para ser vividos...

Os momentos bons e menos bons...
Os momentos de rir e de chorar...
Os momentos de felicidade e de tristeza....
Os momentos do nascer e os momentos do morrer...

Enfim, este é o momento... aquele que tenho de viver e aceitar... o momento de transição e mudança...

Um bem-haja.
Rui Grilo - Psicologia & Notas Reflexivas

19.11.2022 - 12:47

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.