Conta Loios

bastidores

Mulheres de Setúbal
Assinalam Dia Internacional para a eliminação da Violência contra as Mulheres

Mulheres de Setúbal <br>
Assinalam Dia Internacional para a eliminação da Violência contra as Mulheres. DIA 25 DE NOVEMBRO relançamento do Manifesto “HOMENS CONTRA A VIOLÊNCIA”

O Departamento Federativo de Mulheres Socialistas de Setúbal, o Movimento Manifesto “Homens Contra a Violência”, a UMAR e a SEIES, vão realizar no dia 25 de Novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, às 18 hORAS, no Espaço Futindoor – ycoffee no IMA PARK, um acto público com o objectivo de chamar à atenção para os homicídios verificados por actos de violência doméstica e para a necessidade de mais protecção às vítimas e maior celeridade da justiça.

De referir que as comemorações deste dia contam ainda com o relançamento do MANIFESTO “HOMENS CONTRA A VIOLÊNCIA” lançado pela primeira vez a 25 de Novembro de 2006 que contou com a subscrição de 100 homens socialistas e independentes, abrindo agora este movimento a mais subscritores, com especial enfoque no universo do futebol, cuja representação simbólica da masculinidade é muito forte na nossa sociedade.

“HOMENS CONTRA A VIOLÊNCIA”

O lançamento do Manifesto conta com a presença de jogadores de clubes da primeira liga, no dia 25 de Novembro às 18h no Espaço Footindour – ycoffee no IMA PARK Logradouro 2 – 1º andar, na Estrada Nacional 10 – Pontes em Setúbal.
Estas iniciativas contarão com a presença de figuras públicas de diferentes sectores da sociedade, político, intervenção cívica, desporto e cultura nomeadamente: Nelson e Sérgio Rosado (ANJOS), José Figueiras (apresentador), Luís Aleluia (Actor), Bruno Ribeiro, Ricardo Chaves (jogadores do Vitória de Setúbal), André Marques e Saleiro (jogadores do Sporting cedidos ao Vitória de Setúbal), Jaime Pacheco (treinador do Belenenses), Varela e Celestino (jogadores do Estrela da Amadora), Paulo Sérgio, Sub-Director da RDP, Eng. Carriço – Presidente da Associação de Comércio e Serviços do Distrito de Setúbal, entre outros.
Por outro lado, este acto contará com as presenças dos primeiros subscritores, José Manuel Palma, Vítor Ramalho, Aristides Teixeira e Rui Gomes, e de novos subscritores:
Espectáculo: Toy (cantor), Nelson e Sérgio Rosado (ANJOS/cantores), Luís Aleluia (Actor), Licínio França (actor), José Maria Dias (Encenador) entre outros.
Desporto: Equipa do Vitória de Setúbal, Jogadores do Sporting e do Estrela da Amadora, Fernando Tomé (Ex-jogador de Futebol) entre outros.
Comunicação Social: Raul Tavares (jornalista), Paulo Sérgio (Sub-Director da RDP), entre outros

Estarão ainda presentes outras personalidades como, Francisco Carriço (Presidente Associação de Comércio e Serviços do Distrito de Setúbal) Capolas dos Santos (Presidente Associação Empresarial do Distrito de Setúbal), Paulo Caria (Empresário), João Barata (Presidente JS Setúbal), Neuza Silva (Tenista), Fátima Lopes (Directora Segurança Social Setúbal), Elisabete Brasil (Presidente UMAR), Isabel Rebelo (Direcção SEIES), Catarina Marcelino (Presidente Mulheres Socialistas de Setúbal), Adelaide Coelho (Jornalista), Andreia Aparício (jornalista), Luís Maldonado Gonelha (Presidente Concelhia PS Setúbal), Teresa Almeida (Directora Municipal Urbanismo CM Lisboa), Alexandre Rosa (Vice-Presidente IEFP)

“2008 VOLTOU A SER UM ANO NEGRO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM PORTUGAL”

“É necessário que a sociedade Portuguesa continue alerta para este flagelo, que continue actuante, que continue a defender a vida das vítimas e a punição dos agressores e a olhar para este fenómeno como um fenómeno de violação de direitos humanos e que, conjuntamente, homens e mulheres, se sintam parte da solução do problema.” – sublinha Catarina Marcelino, presidente do Departamento Federativo das Mulheres Socialistas de Setúbal.

“HOMENS CONTRA A VIOLÊNCIA”
Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres
25 DE NOVEMBRO DE 2006

Seguindo a tendência europeia e norte americana no que respeita ao surgimento de movimentos masculinos contra a violência, um grupo de homens, socialistas e independentes, afirmando a sua identidade de género e a sua responsabilidade cidadã e política, tomam posição pública contra a violência afirmando os seguintes princípios:

1. Afirmamos uma masculinidade responsável e não violenta;

2. Defendemos uma representação social da masculinidade pacífica e positiva;

3. Subscrevemos o artigo 5º da Carta dos Direitos Humanos “ninguém será submetido a tortura, nem a penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes”;

4. Reafirmamos a legislação portuguesa e o dever de todos os cidadãos e cidadãs de denunciar actos de violência doméstica de que tenham conhecimento assim como o dever das entidades públicas, com responsabilidades nesta matéria, de agirem eficazmente contra este flagelo;

5. Defendemos as relações privadas entre homens e mulheres na base da liberdade, da igualdade e do respeito mútuo;

6. Condenamos as relações familiares que afirmam o poder pela violência;

7. Repudiamos a violência física, psicológica e institucional e defendemos que a violência de género não pode continuar a ser encarada com uma visão assistencial mas tem de ser colocada no domínio do crime que é;

8. Defendemos que os homens dentro das suas famílias e na sociedade têm de contribuir de forma presente para uma educação das crianças assertiva, afectiva, saudável e não violenta;

9. Queremos contribuir positivamente para uma sociedade onde homens e mulheres, afirmando a igualdade de direitos e deveres de cidadania, promovam a solidariedade e a justiça social, combatendo lado alado a violência de género;

10. Afirmamos publicamente, por todos os motivos enunciados, o nosso total repúdio por qualquer forma de violência e o nosso total empenho na erradicação da violência de género.

Setúbal, 25 de Novembro de 2006

22.11.2008 - 23:50

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.