Conta Loios

conversas de 2 minutos

Presidente da Câmara Municipal do Barreiro
Mercado de Rua Marquês de Pombal
“É uma ideia que me agrada”

Presidente da Câmara Municipal do Barreiro<br>
Mercado de Rua Marquês de Pombal<br>
“É uma ideia que me agrada” “Do ponto de vista teórico, digo, é uma ideia que me agrada, do ponto de vista prático, tenho algumas reservas. Considero que exige muita ponderação.
Tenho esta contradição de sentimentos. A ideia acho-a interessante. A concretização vejo-a muito complexa.” – sublinhou o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, a propósito da proposta apresentada por Cabos Gonçalves, de criação do “Mercado de Rua Marquês de Pombal”.

Na última reunião da Assembleia Municipal do Barreiro, a propósito do encerramento do Mercado da Verderena, António Cabos Gonçalves, numa iniciativa de cidadania, apresentou uma proposta, recebida com aplausos pelos presentes.

Mercado de Rua Marquês de Pombal”

Cabos Gonçalves, militantes histórico do Partido Socialista, barreirense, sempre apaixonado pelas coisas da sua terra, apresentou, nos escassos 4 minutos que lhe podia utilizar, no período de intervenção do público a proposta de criação do – “Mercado de Rua Marquês de Pombal”.
A proposta aponta para a criação na zona do Barreiro Velho, na Rua Marquês de Pombal, entre o Largo Nª Srª do Rosário e a Travessa da Praias, de um Mercado, a funcionar dois dias por semana ( às terças feiras e sábados) devidamente estruturado e organizado que seria um contributo para requalificar e dinamizar o tecido urbano do Barreiro velho.

É uma ideia que me agrada.

No final dos trabalhos da Assembleia Municipal do Barreiro, em diálogo com os jornalistas, foi perguntado ao Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, qual a sua opinião sobre a proposta apresentada pelo cidadão Cabos Gonçalves.
Carlos Humberto, referiu – “Reconheço que, do ponto de vista urbano, do ponto de vista da história, do ponto de vista de uma certa personalidade que aquele espaço tem, é uma ideia que me agrada.
Não é uma ideia concretizável a curto prazo. Precisa e exige muitas medidas, muita ponderação, muita reflexão.”

Várias coisas que são preciso ponderar

Por outro lado o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro sublinhou algumas preocupações referindo – “Questões de Segurança. Por exemplo, vamos pensar, na pior das hipóteses que há um incêndio, quando estão montadas as bancas. Ou que uma pessoa precisa de uma ambulância.
Se calhar, o munícipe, até pensou nestas coisas. Não sei. Mas estas são matérias e várias coisas que são preciso ponderar.”

A concretização vejo-a muito complexa

Por fim Carlos Humberto, comentou – “Qual é a aceitação da população, ali residente, de ser instalado um Mercado destes, naquele espaço?”- interrogou. .
“Do ponto de vista teórico, digo, é uma ideia que me agrada, do ponto de vista prático, tenho algumas reservas. Considero que exige muita ponderação.
Tenho esta contradição de sentimentos. A ideia acho-a interessante. A concretização vejo-a muito complexa.” – sublinhou a finalizar o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro.

2.8.2007 - 20:08

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.