Conta Loios

as empresas

ACT quer diminuir acidentes com máquinas e equipamentos de trabalho
Em 2015 representaram 43% do total dos acidentes de trabalho mortais

ACT quer diminuir acidentes com máquinas e equipamentos de trabalho<br />
Em 2015 representaram 43% do total dos acidentes de trabalho mortais<br />
• Campanha de prevenção da ACT realizou mais de 100 eventos de informação envolvendo quase 6000 pessoas

• 183 inspetores do trabalho visitaram cerca de 900 entidades empregadoras, abrangendo mais de 12 mil trabalhadores

A Autoridade para as Condições do Trabalho encerra amanhã, dia 14 de março, no Auditório da AICCOPN, na Rua Álvares Cabral, 306, na cidade do Porto, a Campanha de Prevenção de Riscos Profissionais em Máquinas e Equipamentos de Trabalho com a presença de Pedro Pimenta Braz, Inspetor-Geral da ACT e de Manuel Reis Campos, Presidente da Direção daquela Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas.

Durante a Sessão, que terá início pelas 14 horas, Emanuel Gomes, dirigente da Unidade Local de Braga da ACT, e coordenador da Campanha, apresentará os resultados da mesma aos participantes e jornalistas presentes.
Segundo dados do relatório da Campanha o trabalho desenvolvido pela ACT em cooperação com parceiros sociais, técnicos e institucionais, no decorrer dos anos de 2015/2016, são significativos. Efetivamente foram realizados 113 eventos de informação e sensibilização envolvendo 5890 pessoas; estiveram também no terreno 183 inspetores do trabalho que visitaram 886 entidades empregadoras de norte a sul do continente, abrangendo um total de 12.436 trabalhadores, a maioria da construção civil e indústria.
De forma inédita, e no quadro desta iniciativa, decorreram ainda visitas conjuntas com inspetores da Inspeção do Trabalho e Segurança Social Espanhola em 18 empresas, abrangendo 621 trabalhadores.
Do diagnóstico realizado confirma-se efetivamente que em 2015 foram objeto de inquérito 59 acidentes de trabalho mortais com origem em máquinas e outros equipamentos de trabalho, representando cerca de 43% do total dos acidentes mortais.
Sendo ainda cedo para constatar os efeitos da Campanha que agora encerra nos índices de sinistralidade, a ACT considera, no entanto, extremamente positivos diversos indicadores, em particular a efetiva cooperação entre os parceiros em ações no terreno e a produção de vários documentos informativos, nomeadamente cartazes e folhetos, disponibilizando assim mais e melhor informação técnica que era um dos objetivos fundamentais da iniciativa.
Recorde-se que um dos objetivos da Estratégia Nacional para a Segurança e Saúde no Trabalho 2015-2020 é precisamente diminuir o número de acidentes de trabalho em 30%, objetivo, aliás, coincidente com os objetivos prioritários da ACT.

Fonte - ACT

13.04.2016 - 12:37

Imprimir   imprimir

PUB.

PUB.





Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.