Conta Loios

as empresas

Barreiro - Mestres da Soflusa vão manter a recusa ao trabalho extraordinário
Não descartam outras formas de luta

Barreiro - Mestres da Soflusa vão manter a recusa ao trabalho extraordinário<br />
Não descartam outras formas de luta"Por isso, até ser reposto o previamente acordado e fazendo jus às palavras do Sr PM. António Costa “PALAVRA DADA É PALAVRA HONRADA”, estes profissionais vão manter a recusa ao trabalho extraordinário e não descartam outras formas de luta, após a reunião do dia 28/06/2019.", refere comunicado do Sindicato dos Transportes Fluviais, Costeiros e da Marinha Mercante.

Sindicato dos Transportes Fluviais, Costeiros e da Marinha Mercante

Como é do conhecimento de todos, os profissionais da empresa Soflusa S.A., com a categoria de Mestres iniciaram em Maio de 2019, uma forma reivindicativa para ver melhorado um abono de nome “Prémio de Chefia”, com uma diária de 1.70€ (49€ Mensal), sem pedirem qualquer aumento salarial na base dos seus vencimentos, comum a todos os trabalhadores da empresa nas suas categorias, por exemplo, as Isenções de Horário Trabalho (IHT) distribuídos em massa somente a certas categorias (principalmente a quadros intermédios da empresa), entre outras formas de abonos que existem.

Num processo iniciado em 2017, nunca viram qualquer interesse do Conselho de Administração em ponderar neste Prémio de Chefia, mas sempre para distribuir desde 2015 milhares de euros em comissões de serviço, assim como IHT, além de contratar através da Bolsa de Excedentários da Função Publica quadros superiores com vencimentos muito acima dos 3000€, desde da mesma altura foi pedida uma actualização de peliculas de protecção solar, devido aos seus 15 anos de uso, nunca foram substituídas, com uma eficácia de somente 5 anos.

Com este sentimento crescente de injustiça, foi decidido ser a altura de demonstrar o seu descontentamento com formas de protesto, como é do conhecimento geral.

O que culminou no passado dia 31/05/2019, numa reunião com o Sr. Secretário de Estado Dr José Mendes, num acordo de alteração dos valores SOMENTE NO PRÉMIO DE CHEFIA, em nada mais, que foi o factor para a suspensão de todas as formas de demonstração do desagrado que se vinha verificando, que foi visível na forma como toda a operacionalidade da empresa ficou afectada.

No passado dia 11/06/2019, as estruturas sindicais foram notificadas para uma reunião no Ministério do Ambiente com o Sr. Secretário de Estado, para informar o inicio da revisão do Acordo de Empresa para o ano civil de 2020, juntamento com a conclusão do Regulamento de Carreiras e, planear um calendário de negociações a partir do dia 17/06/2019, qual o nosso espanto, uma ideia de negociação apresentada pelo Negociador contratado (pago principescamente pelo erário público, mais uma vez) para este processo, Dr Guilherme Drey, declarara que o acordo com SEC/MOB seria SUSPENSO até se encontrar uma forma de ser integrado no AE/SL, ou seja o acordo firmado coma boa Fé negocial no final de Maio não tem aplicação em nada, os intervenientes no processo na boa fé, após as assinaturas do acordo e acta, desmarcaram todas as formas de luta que existem, num papel que hoje nos vêem dizer, sem qualquer valor.

Mais uma vez, os profissionais sentiram-se ofendidos, revoltados e magoados na sua honra, na falta de respeito do SEC/MOB, como do CA/SL levando a uma suspensão do trabalho extraordinário que estava a ser levado para o normal funcionamento das carreiras e do serviço prestado, que até ao dia 18/06/2019 já tinham sido efectuadas 344 horas extras, ou seja, 43 dias de trabalho, envolvendo todos em 17 dias de trabalho sem descanso, depois de ter sido advertida a empresa sobre a situação que estava a criar na operação com esta atitude.

Por isso, até ser reposto o previamente acordado e fazendo jus às palavras do Sr PM. António Costa “PALAVRA DADA É PALAVRA HONRADA”, estes profissionais vão manter a recusa ao trabalho extraordinário e não descartam outras formas de luta, após a reunião do dia 28/06/2019.

STFCMM e Comissão de Mestres

20.06.2019 - 12:48

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.