Conta Loios

as empresas

Prosseguem no Seixal, Palmela e Moita
Execução de investimentos programados de reabilitação de infraestruturas de saneamento

Prosseguem no Seixal, Palmela e Moita<br />
Execução de investimentos programados de reabilitação de infraestruturas de saneamento Adjudicadas as empreitadas de “Reabilitação da Estação Elevatória de Santa Marta de Corroios”, “Execução da Etapa de Gradagem da ETAR da Lagoínha” e “Substituição do Sistema de Gradagem da EE4, EE Vinha das Pedras e EE Fonte da Prata”, no âmbito de investimentos e intervenções em curso para a resiliência e eficiência dos processos de infraestruturas.

No decorrer de 2020 a SIMARSUL prepara-se para atingir em trabalhos de reparação e conservação de infraestruturas um milhão e meio de euros, prosseguindo, a um ritmo normal face ao planeado, as ações em curso programadas no plano de investimentos em empreitadas da empresa, a realizar até 2021, para garantir a qualidade do serviço prestado. Destas constam as adjudicações realizadas no dia 25 de setembro, das empreitadas de “Reabilitação da Estação Elevatória de Santa Marta de Corroios” e de “Execução da Etapa de Gradagem da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Lagoínha” e no dia 8 de outubro, da empreitada de “Substituição do Sistema de Gradagem das Estações Elevatórias (EE) EE4, Vinha das Pedras e Fonte da Prata”.

A Empreitada de Reabilitação da Estação Elevatória de Santa Marta de Corroios foi adjudicada à empresa Nunes Brás Santos Sousa – Soluções de Engenharia, Lda., e representa um investimento no valor global de 489.855,03 euros, com prazo de execução de 240 dias. Esta empreitada visa a reabilitação profunda dos equipamentos, instalações elétricas e dos elementos de construção civil daquela infraestrutura, gravemente degradada devido à tipologia diferenciada dos efluentes recebidos da Amarsul – lixiviados - nesta infraestrutura. A Estação Elevatória de Santa Marta de Corroios pertence ao Subsistema de saneamento da Quinta da Bomba, no concelho do Seixal, entrou em funcionamento em 2001 e foi integrada na SIMARSUL em 2004. Esta infraestrutura serve atualmente uma população estimada de 11 414 habitantes equivalentes, para um caudal médio de 2 061 m³/dia.

A Empreitada de Execução da Etapa de Gradagem da ETAR da Lagoínha foi adjudicada à empresa Metalcário - Construções, Lda., e representa um investimento no valor global de 264.875,24 euros, com prazo de execução de 270 dias. Esta empreitada visa a execução da Etapa de Gradagem a montante da Estação Elevatória inicial daquela infraestrutura, por forma a melhorar as condições de funcionamento e de segurança na sua operação. A ETAR da Lagoínha pertencente ao Subsistema de saneamento da Lagoínha, no concelho de Palmela, e entrou em funcionamento em 2008. Esta infraestrutura serve atualmente uma população estimada de 30 600 habitantes equivalentes, para um caudal médio de 7 650 m³/dia.

A Empreitada de Substituição do Sistema de Gradagem da EE4, EE Vinha das Pedras e EE Fonte da Prata foi adjudicada à empresa Ambiágua-Gestão de equipamentos de Água, S.A., e representa um investimento no valor global de 399.445,90 euros, com prazo de execução de 190 dias. Esta empreitada visa a reabilitação das etapas de gradagem, dos sistemas de ventilação e desodorização e de alguns elementos de construção civil daquelas infraestruturas, por forma a melhorar as condições de funcionamento e de segurança nas suas operações. As referidas Estações Elevatórias - EE4 (Baixa da Banheira), Vinha das Pedras e Fonte da Prata - pertencem ao
Subsistema do Barreiro/Moita, no concelho da Moita, e entraram em funcionamento em 2011. Estas infraestruturas servem atualmente uma população estimada de 126 845 habitantes equivalentes, para um caudal médio de 13.541 m³/dia.

Apesar dos desafios resultantes do período de contingência, tem sido possível dar continuidade a um conjunto de outros investimentos na região, quer ao nível de reabilitações de infraestruturas em curso ou em fase de conclusão, assim como preparar e lançar novos concursos e efetuar adjudicações para a beneficiação de infraestruturas e aquisição de serviços e bens que visam recuperar diversas restrições operacionais. Destas, destacam-se as afluências indevidas ao sistema que têm afetado o normal funcionamento das infraestruturas, nomeadamente as pluviais e de água da maré e a colocação indevida, por parte dos utilizadores, de resíduos nas redes de saneamento, quer a nível doméstico como agroindustrial, comprometendo o funcionamento dos equipamentos e causando o seu desgaste adicional.

A SIMARSUL

A SIMARSUL - Saneamento da Península de Setúbal, S.A. foi criada pelo Decreto-Lei 34/2017, de 24 de março, e é responsável pela gestão e exploração do sistema multimunicipal de saneamento de águas residuais da Península de Setúbal, em regime de exclusivo e por um prazo de 30 anos.
É uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, tendo como acionistas a AdP - Águas de Portugal, SGPS, SA, em representação do Estado Português, e os Municípios de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.
Os investimentos realizados no Sistema Multimunicipal de saneamento de águas residuais da Península de Setúbal, ao longo de mais de uma década, ascendem a 211 milhões de euros e têm contribuído, de forma decisiva, para a preservação sustentável dos ecossistemas e da biodiversidade, para a melhoria dos recursos hídricos, para a valorização da água e reutilização de recursos, da qualidade de vida da população local e para a promoção do desenvolvimento e da competitividade regional.
Até 2021, a SIMARSUL irá investir no seu Sistema Multimunicipal cerca de 9,8 milhões de euros em empreitadas no âmbito do plano de investimentos em curso para o primeiro quinquénio 2017-2021, nomeadamente na conclusão de alguns subsistemas, na reabilitação de infraestruturas e na melhoria da eficiência e fiabilidade de processos.

21.10.2020 - 08:46

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.