Conta Loios

as empresas

INVESTIMENTO DE 2.6 MILHÕES DE EUROS NO AMBIENTE
Reforçar sustentabilidade das instalações e melhoria da qualidade do saneamento na região

INVESTIMENTO DE 2.6 MILHÕES DE EUROS NO AMBIENTE <br />
Reforçar sustentabilidade das instalações e melhoria da qualidade do saneamento na região O plano de investimentos em curso para reabilitação de equipamentos e de infraestruturas de saneamento da SIMARSUL na região visa melhorar o desempenho e a sustentabilidade das instalações, pelo que a empresa continua a trabalhar com empenho na realização das obras e atividades planeadas e que trazem benefícios às pessoas e ao ambiente.

Prosseguem a bom ritmo os investimentos programados, tendo sido adjudicadas diversas empreitadas no final de 2021. Foram adjudicadas as “Empreitada de Reabilitação no Âmbito do Período de Garantias da Empreitada de Conceção-Construção da ETAR Barreiro/Moita e do Sistema de Drenagem e Elevatório do Barreiro/Moita-Lote 1”, a “Empreitada de Reabilitação do Intercetor da Arrentela” e a empreitada para o “Fornecimento, Montagem e Colocação em Serviço do Sistema de Telegestão da SIMARSUL".
A “Empreitada de Reabilitação no Âmbito do Período de Garantias da Empreitada de Conceção-Construção da ETAR Barreiro/Moita e do Sistema de Drenagem e Elevatório do Barreiro/Moita-Lote 1” foi adjudicada ao Adjudicatário: Metalcário – Construções, Lda pelo valor de 1.199.944,02 euros e tem um prazo de execução de 240 dias.

No âmbito do período de garantias e das vistorias efetuadas para efeitos das receções definitivas das empreitadas, a presente empreitada visa a correção de anomalias da responsabilidade do Adjudicatário, nomeadamente ao nível dos elementos de construção civil.

A ETAR do Barreiro/Moita está localizada no concelho do Barreiro, integra-se no Subsistema Barreiro/Moita, foi rececionada provisoriamente em 2012 e está dimensionada para servir 295 mil habitantes equivalentes e tratar um caudal de 65.000 m3/dia.
A “Empreitada de Reabilitação do Intercetor da Arrentela” foi adjudicada à MANVIA II Condutas, Lda, pelo valor de 287.465,50 euros e tem um prazo de execução de 210 dias.

A empreitada visa a reabilitação do intercetor Arrentela, a eliminação das patologias e afluências indevidas existentes, através do método de encamisamento contínuo, solução também conhecida como CIPP – Cured in Place Pipe, em toda a sua extensão, e contempla ainda a reabilitação das 24 câmaras de visita do intercetor.

O Intercetor Arrentela foi executado pelo Município do Seixal em 1989, pertence ao Subsistema do Seixal e está localizado na margem direita da Baía do Seixal, no concelho do Seixal. Tem uma extensão de 960 metros e é constituído por manilhas de betão simples co de DN600. Esta infraestrutura está dimensionada para servir uma população de 8 085 habitantes equivalentes, para um caudal médio de 6.039 m³/dia.

O “Fornecimento, Montagem e Colocação em Serviço do Sistema de Telegestão da SIMARSUL“ foi adjudicado à CEGELEC Instalações e Sistemas de Automação. Lda., pelo valor de 1.099.404,28 euros e com um prazo de execução de 270 dias.

O objeto principal do contrato consiste no fornecimento, montagem e colocação em serviço do Sistema de Telegestão da SIMARSUL, de todos os componentes da intervenção, nomeadamente, entre outros, softwares e aplicações informáticas, equipamentos e materiais e de serviços de programação, configuração e parametrização, em conformidade com o projeto e especificações técnicas.

Com a implementação do Sistema de Telegestão, a SIMARSUL pretende dotar-se de uma infraestrutura informática industrial que garanta, não só uma gestão técnica eficaz e integrada, mas também uma gestão económica e estatística, sobre todas as instalações de saneamento em alta, constituintes do Sistema Multimunicipal da Península de Setúbal e que se encontram implantadas em todos os concelhos da Península de Setúbal. Proceder-se-á à integração de instalações não monitorizadas/integradas, à requalificação dos sistemas de supervisão e automação local obsoletos e à implementação de uma base de dados de histórico que agregue, num único Sistema, todos os dados recolhidos das diversas instalações. Será formada uma plataforma única de gestão automatizada, robusta e confiável. A gestão técnica será feita pelo tratamento da informação em tempo real, ou quase real, proveniente das instalações remotas (unidades locais). A gestão estatística, realizada através da análise de dados históricos, permitirá, não só melhorar as condições técnicas e económicas de exploração, como também dar indicações sobre o tempo de utilização dos equipamentos, seu estado de funcionamento e fiabilidade, necessidades de expansão futura, ou outras informações que possam contribuir para um adequado planeamento e tomada de decisões sobre futuros investimentos.

Até 2026, a SIMARSUL irá investir no seu Sistema Multimunicipal cerca de 32,4 milhões de euros em empreitadas no âmbito do plano de investimentos em curso para o primeiro e segundo quinquénio 2017-2026.

A SIMARSUL

A SIMARSUL - Saneamento da Península de Setúbal, S.A. foi criada pelo Decreto-Lei 34/2017, de 24 de março, e é responsável pela gestão e exploração do sistema multimunicipal de saneamento de águas residuais da Península de Setúbal, em regime de exclusivo e por um prazo de 30 anos.
É uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, tendo como acionistas a AdP - Águas de Portugal, SGPS, SA, em representação do Estado Português, e os Municípios de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.
Os investimentos realizados no Sistema Multimunicipal de saneamento de águas residuais da Península de Setúbal, ao longo de mais de uma década, têm contribuído, de forma decisiva, para a preservação sustentável dos ecossistemas e da biodiversidade, para a melhoria dos recursos hídricos, para a valorização da água e reutilização de recursos, da qualidade de vida da população local e para a promoção do desenvolvimento e da competitividade regional.
A SIMARSUL continuará o investimento no seu Sistema Multimunicipal no âmbito do plano de investimentos em curso de empreitadas para o primeiro e o segundo quinquénio 2017-2026, nomeadamente na conclusão de alguns subsistemas, na reabilitação de infraestruturas e na melhoria da eficiência e fiabilidade de processos.

14.01.2022 - 16:26

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.