as empresas

PALMELA - Comissões de Trabalhadores do parque industrial da VW Autoeuropa
Consideramos imoral e abusivo banalizar-se o recurso à Lay-off

PALMELA - Comissões de Trabalhadores do parque industrial da VW Autoeuropa<br />
Consideramos imoral e abusivo banalizar-se o recurso à Lay-off "De acordo com a decisão de cada empresa, pelo recurso à Lay-off, entendem as ORTs solicitar fiscalização à Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) para aferir a legalidade, tal como solicitar audiência ao Governo, nomeadamente à Ministra do Trabalho no sentido de podermos colocar a nossa preocupação sobre o recurso abusivo à Lay-off por parte das empresas", afirmam as Organizações Representativas dos Trabalhadores do Parque Industrial da VW Autoeuropa.

A comissão Coordenadora das Comissões de Trabalhadores do parque industrial da VW Autoeuropa reuniu hoje com as várias organizações representativas dos trabalhadores (ORTs) de várias empresas, nomeadamente da Autoeuropa, Rangel, VW Group Services, Faurecia grupo Forvia, KWD, Vanpro, Palmetal e representantes sindicais do Sindel, Site Sul e Stasa para debater
sobre a decisão da administração da Autoeuropa em aplicar Lay-off.

Nesta reunião entenderam as ORTs que a principal preocupação é a garantia dos salários dos trabalhadores na integra e dos postos de trabalho em todas as empresas do parque industrial, mesmo havendo um enquadramento legal, para aplicação de Lay-off, apresentado pela administração da Autoeuropa por motivos de ordem tecnológica para “descarbonização” da fábrica. Consideramos imoral e abusivo banalizar-se o recurso à Lay-off sendo que são fundos de todos os trabalhadores que descontam para a Segurança Social e, tendo em consideração os lucros apresentados pela Autoeuropa, não é aceitável o recurso ao dinheiro de todos.

Embora estejamos perante uma renovação da fábrica por parte da Volkswagen, não é aceitável que perante as paragens de produção anunciadas, para se recuperar produção perdida os trabalhadores sejam expostos a ritmos de trabalho que provoquem o
agravamento na saúde dos trabalhadores e das doenças profissionais.

Entendemos que por uma decisão de organização e estratégia da Autoeuropa não podem os trabalhadores serem prejudicados, devendo os trabalhadores de todas as empresas do parque industrial terem tratamento igual, cabendo à Autoeuropa defender o que está na sua carta social e, neste sentido, solicitaremos uma reunião à administração da Autoeuropa.

De acordo com a decisão de cada empresa, pelo recurso à Lay-off, entendem as ORTs solicitar fiscalização à Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) para aferir a legalidade, tal como solicitar audiência ao Governo, nomeadamente à Ministra do Trabalho no sentido de podermos colocar a nossa preocupação sobre o recurso abusivo à Lay-off por parte das empresas.

(ORTs) do Parque Industrial da VW Autoeuropa (Layoff)

21.05.2024 - 20:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.