desporto

Concelho da Moita recebeu cerimónia de abertura dos Jogos do Futuro 2019
Cerca de 3 mil atletas em 25 modalidades

Concelho da Moita recebeu cerimónia de abertura dos Jogos do Futuro 2019 <br />
Cerca de 3 mil atletas em 25 modalidades O Presidente da Câmara Municipal da Moita e da AMRS, Rui Garcia, agradeceu o empenho de todos os Municípios e do Movimento Associativo na organização dos Jogos do Futuro. “Não existiria formação desportiva sem o papel dos clubes na promoção do desporto e na concretização das políticas desportivas que são delineadas”, referiu Rui Garcia.

O Parque José Afonso, na Baixa da Banheira, recebeu a Cerimónia de Abertura dos Jogos do Futuro 2019, no dia 14 de junho. Perante uma plateia cheia, o concelho da Moita assinalou, assim, o arranque de mais uma edição desta iniciativa conjunta das nove autarquias da região de Setúbal, Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS), movimento associativo popular, escolas e associações distritais de modalidades aderentes. “Desporto ao longo da vida” foi o tema da cerimónia de abertura que contou com atuações dos nove municípios.
Os Jogos do Futuro “são o exemplo maior da capacidade e obra, resultado da união de vontades entre o Poder Local Democrático e o Movimento Associativo Popular”, referiu o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Moita, Daniel Figueiredo, na abertura da Cerimónia. “O desporto, o livre acesso à sua prática e a uma cultura física que valorize o bem-estar e a saúde, não descurando a saudável competição e superação de objetivos, é um dos elementos da visão que, há muito e continuadamente, as autarquias da região têm do desenvolvimento e da participação popular”, referiu o autarca responsável pelo desporto no Município da Moita. Daniel Figueiredo salientou que os Jogos do Futuro, “pelo seu contributo para fomentar a prática desportiva, concorrem para formar cidadãos mais capazes e saudáveis, com melhores condições de usufruir a vida e de afirmar as suas potencialidades. São por isso do futuro, porque pensam o amanhã das nossas terras e das nossas gentes. Terras de progresso e gentes que deixam a marca da nossa região no todo nacional”.
O Presidente da Câmara Municipal da Moita e da AMRS, Rui Garcia, agradeceu o empenho de todos os Municípios e do Movimento Associativo na organização dos Jogos do Futuro. “Não existiria formação desportiva sem o papel dos clubes na promoção do desporto e na concretização das políticas desportivas que são delineadas”, referiu Rui Garcia. Além de realçar também o papel das autarquias, “nos jogos do futuro e ao longo de todo o ano”, Rui Garcia enalteceu o apoio do tecido económico e social ao evento.

3 mil atletas, 25 modalidades

Cerca de 3 mil atletas, em 25 modalidades e mais de 20 instalações desportivas, participaram numa iniciativa “com características como há poucas no país. Estes jogos são o retrato da juventude, da prática desportiva e da nossa região”, realçou Rui Garcia, destacando a aliança entre o Movimento Associativo e as autarquias e a capacidade de criação de parcerias. Terminou afirmando o “direito à prática desportiva como um direito fundamental da Democracia”.
Após as intervenções, foram exibidos os vídeos com as declarações dos embaixadores de cada Município e decorreram as apresentações desportivas, associadas ao tema “Desporto ao longo da Vida”: Almada - Grupo de Ginástica do Clube de Ginástica de Almada; Barreiro - “Ginástica Para A Vida”; Palmela - Duas classes de ginástica rítmica juntas: uma de mães e outra de filhas; Seixal - “Espaço Movimento e Saúde de Sara Gonçalves”; Sesimbra - Atividades gímnicas com o Grupo Desportivo de Alfarim e o núcleo da Lagoa de Albufeira do “Sempre a mexer para não envelhecer”; Alcochete - “Clube Viva Mais – trabalhadores em forma” dos trabalhadores da C.M. de Alcochete; Montijo - “Há Nau a rufar” grupo de percussão; Setúbal - Hip Hop com os Beat Crew; e Moita - Viver com Desporto.
De referir que a apresentação do Município da Moita, que encerrou a cerimónia, aliou a tradição fluvio-marítima (através da entrada em palco de uma réplica do Varino “O Boa Viagem) à prática desportiva do concelho, com pequenas exibições de todas as modalidades.

O ex-jogador de futebol, Luisão, foi, este ano, o patrono dos JFRS. Cada concelho teve, igualmente, um embaixador de renome: pelo Barreiro, Miguel Minhava, ex-basquetebolista internacional, jogador do Benfica, Galitos FC e FC Barreirense e atual treinador da equipa sénior feminina do Grupo Desportivo da Escola Secundária de Santo André/Barreiro; pela Moita, o mestre Silvestre Fonseca, atleta e treinador de halterofilismo no Ginásio Atlético Clube e o mais velho praticante de Levantamento de Peso Olímpico em Portugal; por Palmela, Rafael Reis, ciclista que representa, atualmente, a W52 – FC Porto, como Contrarrelogista, e vencedor, entre outras provas, do Prólogo da Volta a Portugal em Bicicleta (2016 e 2018); pelo Seixal, Nelson Costa, ex-jogador profissional de futebol e atualmente treinador dos escalões de formação no Seixal Clube 1925; por Sesimbra, Durval Pinto, treinador de Futebol de Praia do Grupo Desportivo de Sesimbra e ex-internacional da modalidade; por Almada, Lucílio Baptista, ex-árbitro de futebol; pelo Montijo, Gabriel Potra, atleta paralímpico, medalhado, com extenso palmarés; e, por Setúbal, o velejador João Cabeçadas.

Além da Cerimónia de Abertura, o concelho da Moita acolheu, a 15 e 16 de junho, as competições de futsal e ténis de mesa, respetivamente, no Pavilhão EB José Afonso, em Alhos Vedros, e no Pavilhão Desportivo Municipal da Moita.

17.06.2019 - 15:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.