desporto

Campeonato Nacional de Remo 2020
Clube Naval Barreirense com oito atletas três deles estreia em competições nacionais.

Campeonato Nacional de Remo 2020<br />
Clube Naval Barreirense com oito atletas três deles estreia em competições nacionais. No fim-de-semana de 26 e 27 de setembro, teve lugar o Encontro Nacional Jovem 2020 onde o Clube Naval Barreirense (CNB) marcou presença com oito atletas, três deles numa estreia absoluta em competições nacionais.

O Remo CNB termina a época com dados positivos. No entanto, mais do que os resultados, a presença e os bons momentos vividos justificam, acarinham e validam as bases do Projeto: CNB-Remo.

Num ano atípico, pelos motivos sobejamente conhecidos e divulgados, também as competições desportivas assumiram moldes bem diferentes dos habituais.
Como tal, o Campeonato Nacional de Remo 2020, foi disputado em dois fins-de-semana distintos, por forma a cumprir as Orientações da Direção Geral da Saúde (DGS), no que diz respeito à realização de eventos desportivos. A Federação Portuguesa de Remo (FPR) dividiu os atletas participantes por escalões etários, em que no primeiro fim-de-semana participaram os atletas até ao escalão juvenil (inclusive) e no seguinte, entraram em prova todos os restantes escalões.

Ambos os eventos tiveram lugar no Centro de Alto Rendimento (CAR) em Montemor-O-Velho, onde apenas foi permitida a entrada de atletas, equipa técnica e dirigentes, devidamente identificados e após avaliação da temperatura corporal e entrega de Termo de Responsabilidade, alegando a sua condição física. Os circuitos de circulação estiveram bem definidos, para que houvesse o mínimo de contato entre os participantes.

No fim-de-semana de 26 e 27 de setembro, teve lugar o Encontro Nacional Jovem 2020 onde o Clube Naval Barreirense (CNB) marcou presença com oito atletas, três deles numa estreia absoluta em competições nacionais.

Assim:

* Tiago Fidalgo (Benjamim 1x) – 6º lugar nas Primeiras Remadas;
* Rodrigo Virtuoso (1x Infantil) – 6º lugar (Final A);
* André Estrabocha (1x Infantil) – 16º lugar;
* Mariana Carapuça (1x Iniciados) – 3º lugar nas Primeiras Remadas;
* Beatriz Rosa (1x Iniciados) – 3º lugar (Final A), entrando no pódio final.
* Mariana Estrabocha (1x Juvenis) – 7º lugar (vitória na Final B);
* Tiago Carapuça (1x Juvenis) – 16º lugar (no seu primeiro ano a escassos segundos das finais);
* Pedro Tomás (1x Juvenis) – 5º lugar (Final A) após vencer a sua eliminatória.

Remo CNB cumpre as metas definidas para esta competição, com três Finais A, uma vitória numa Final B e dois pódios.

O atleta Rodrigo Fidalgo, na sua estreia, teve um acidente que o impediu de finalizar a sua eliminatória.
No passado fim-de-semana de 10 e 11 de outubro, decorreu o Campeonato Nacional de Velocidade, em que o CNB se apresentou com uma equipa de dez atletas, pertencentes aos escalões mais velhos, que competiram nas categorias de Juniores, Seniores e Veteranos.

No primeiro dia de competições, tiveram lugar as participações nas categorias de Juniores e Veteranos, em que o CNB participou com todos os seus atletas.
Foram os seguintes os resultados:

Juniores

* Pedro Seixo / Guilherme Carriço (2x Juniores) – 6º lugar (final A),
* Ricardo Heitor (1x Juniores) – 7º lugar (vitória na Final B);
* Bernardo Ramos (1x Juniores) – 9º lugar;
* Joana Fernandes / Catarina Bernardo (2x Juniores) – 9º lugar.

Veteranos

* Diana Almeida (1x Veteranos) – 7º lugar;
* Daniel Santos (1x Veteranos) – 10º lugar;
* João Ferreira (1x Veteranos) – 15º lugar;
* Rui Faria (1x Veteranos) – 18º lugar;
* Daniel Santos / João Ferreira (2x Veteranos) – 12º lugar.

Seniores

* Diana Almeida (1x Seniores) – 5º lugar (final A);
* Daniel Santos / João Ferreira (2x Seniores) – 8º lugar;
* Pedro Seixo (1x Seniores) – 6º Sub23, em estreia neste escalão e a competir com atletas da Seleção Nacional.

No global de todas as provas, respeitantes aos dois fins-de-semana, o Remo CNB termina este ano, com participações de prestações muito positivas, atendendo a todas as circunstâncias que fizeram de 2020, o ano mais atípico e sui generis de que há memória viva.

Este desempenho foi fruto de um trabalho árduo e contínuo, desenvolvido ao longo do ano, ano este de exigências extremas e acrescidas.

Grande parte dos treinos ocorreu em carater particular à responsabilidade de cada atleta, devido à circunstância de pandemia e quando foi permitido regressar ao Clube, foi necessário elaborar um plano de contingência, de modo a desenvolver e assegurar todas as condições para os atletas poderem treinar em segurança.

Tratou-se de uma época atipicamente tensa e intensa, em que os atletas se empenharam com muito esforço, motivação e foco, orientados por uma equipa técnica de excelência, que se vai manter e já está a preparar a próxima época. Com todas estas circunstâncias “atípicas” o “espirito de grupo” saiu fortalecido!

Este ano, mais do que nunca, um enaltecer ao trabalho de bastidores desenvolvido pela Direção, Secretariado, Pais, Familiares e Amigos, na gestão dos recursos e sobretudo das situações de adaptação impostas pela pandemia. A sua presença e disponibilidade constantes, bem como o apoio incondicional, foram essenciais ao desenrolar da época.

Por tudo isto, atletas, equipa técnica, pais e amigos do CNB estão de parabéns!
É importante continuar a motivar e integrar familiares, amigos e simpatizantes nas dinâmicas do CNB na modalidade.
O Remo CNB termina a época com dados positivos. No entanto, mais do que os resultados, a presença e os bons momentos vividos justificam, acarinham e validam as bases do Projeto: CNB-Remo.
Parabéns e um grande bem-haja a todos!

Fonte - CNB

16.10.2020 - 15:01

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.