desporto

Partida em Setúbal passagem por Sesimbra e meta em Palmela
Norte-americano Sean Quinn da Hagens Berman Axeon venceu Clássica da Arrábida 2021

Partida em Setúbal passagem por Sesimbra e meta em Palmela<br />
Norte-americano Sean Quinn da Hagens Berman Axeon venceu Clássica da Arrábida 2021 O ciclista norte-americano Sean Quinn, da Hagens Berman Axeon, venceu ontem a quarta edição da Clássica da Arrábida, num percurso de 181,2 quilómetros, com partida em Setúbal, passagem por Sesimbra e meta em Palmela.

A prova, organizada em parceria pelos municípios de Setúbal, Palmela e Sesimbra, empresa Lima&Limão Cycling Services e Federação Portuguesa de Ciclismo, partiu da Avenida Luísa Todi, defronte do Largo José Afonso, com a presença do vereador com o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina.

Mais de 60 ciclistas pedalaram por um trajeto que percorreu vários locais dos três concelhos, com maior incidência na Serra da Arrábida, onde foram disputados cinco prémios de montanha.

O atleta norte-americano Sean Quin venceu ao percorrer os 181,2 quilómetros do percurso em 04h20m49s, conquistando a primeira vitória internacional da carreira a uma semana de completar 21 anos.

Quinn atacou nos últimos dez quilómetros da corrida. A Estrada da Cobra, subida em terra batida e gravilha, foi palco de uma exibição personalizada que deixou os restantes ciclistas para trás.

“Dei tudo o que tinha na última subida e ninguém me conseguiu acompanhar. É uma sensação ótima porque não ganho uma corrida há dois anos. É a minha primeira vitória internacional, por isso é muito bom”, confessou Sean Quinn.

O espanhol Jonathan Lastra, da Caja Rural-Seguros RGA, vencedor da última edição, realizada em 2019, ficou em segundo, a 11 segundos do vencedor, enquanto o belga Rémy Mertz, da Bingoal Pauwels Sauces WB, ocupou o terceiro posto, com mais 13 segundos.

Tiago Antunes, da Tavfer-Measindot-Mortágua, em quarto, que concluiu a prova também a 13 segundos do vencedor, foi o melhor português da Clássica da Arrábida 2021. Já Hugo Neves, da Rádio Popular – Boavista, sagrou-se rei da montanha.

A Bingoal Pauwels Sauces WB, com quatro ciclistas classificados entre os 15 melhores, ganhou a competição por equipas.

Fonte - CMS

03.05.2021 - 13:19

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.