desporto

COMPLEXO MUNICIPAL DOS DESPORTOS DA CIDADE DE ALMADA
GRAND PRIX PORTUGAL 2022 - CATARINA COSTA CONQUISTA MEDALHA DE OURO

COMPLEXO MUNICIPAL DOS DESPORTOS DA CIDADE DE ALMADA<br />
GRAND PRIX PORTUGAL 2022 - CATARINA COSTA CONQUISTA MEDALHA DE OURO Catarina Costa conquistou a Medalha de Ouro no primeiro dia do Grand Prix Portugal 2022, que se cumpriu esta sexta-feira, 28 de janeiro, no Complexo Municipal dos Desportos da Cidade de Almada. No total, Portugal alcançou 3 Medalhas no dia inaugural da prova, com Telma Monteiro e Joana Diogo (que superou Maria Siderot - 5ª - na decisão) a subirem ao pódio para receber a Medalha de Bronze.

Recordamos que ao longo dos 3 dias da prova, Almada recebe 301 Atletas (122 Femininos e 179 Masculinos) de 41 Países, incluindo 34 Judocas Portugueses. O primeiro dia do evento que marca a estreia de Portugal, enquanto país anfitrião, no Circuito Mundial de Judo foi dedicado às categorias -48 kg, -52 kg e -57 kg femininas e -60 kg e -66 kg masculinas. Com 17 Portugueses nos tatamis, estiveram em destaque:

Catarina Costa (-48 kg) estreou-se na segunda eliminatória com uma vitória por ‘ippon’ sobre a Campeã Asiática de Juniores Khalimajon Kurbonova, do Uzbequistão. Nos quartos-de-final, derrotou a italiana Asia Avanzato (63ª no ranking mundial), novamente por ‘ippon’. Somou o terceiro triunfo, que lhe garantiu um lugar na final da competição, perante a francesa Melanie Vieu (Campeã Europeia Sub-23 em 2020), por ‘wazari’. Na disputa pelo lugar mais alto do pódio, encontrou a sul-coreana Hyekyeong Lee (Campeã Mundial de Juniores em 2015). A portuguesa controlou o confronto e acabou por pontuar ‘wazari’ no primeiro minuto do ‘golden score’. Com este resultado, Catarina Costa conquista a Medalha de Ouro e fez soar ‘A Portuguesa’ em Almada.

Na categoria -57 kg, Telma Monteiro entrou como cabeça-de-série e começou a sua prestação nos quartos-de-final, onde encontrou e derrotou a jovem sul-coreana Jaeryeong Kim por ‘ippon’. Na semifinal enfrentou a nº51 do ranking mundial, Pleuni Cornelisse, dos Países Baixos. Após um combate equilibrado, apenas decidido no ‘ponto de ouro’, foi a neerlandesa que conseguiu pontuar. No seu último e derradeiro combate, enfrentou a jovem francesa Martha Fawaz. A olímpica portuguesa mostrou-se determinada a conquistar uma Medalha em Almada e acabou por conseguir projetar a atleta gaulesa e alcançar o ‘ippon’ que lhe garantiu a conquista da Medalha de Bronze.

28.01.2022 - 20:21

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.