desporto

Torneio de Xadrez do Museu Agrícola da Atalaia - Montijo
Participação de 30 jogadores de 8 clubes do Barreiro, Lisboa e Montijo

Torneio de Xadrez do Museu Agrícola da Atalaia - Montijo<br>
Participação de 30 jogadores de 8 clubes do Barreiro, Lisboa e Montijo O Museu Agrícola da Atalaia (Montijo) foi palco, no passado Domingo 03 de Fevereiro do seu I Torneio de Xadrez, evento organizado pela Secção de Xadrez do Grupo Desportivo dos Ferroviários do Barreiro e que contou com o apoio para lá da Direcção do próprio museu, da Camara Municipal e do Clube de Xadrez do Barreiro. A prova contou com a participação de 30 jogadores oriundos de 8 clubes do Barreiro, Lisboa, Montijo e também de vários elementos não filiados.

Numa quinta muito bem cuidada situado no centro da Atalaia e cujos edifícios foram alvo de um rigoroso restauro, ergue-se o Museu Agrícola da Atalaia, espaço que procura dar a conhecer o passado rural do concelho, nomeadamente da freguesia da Atalaia, expondo equipamentos e recriando espaços usados regularmente na produção e fabrico do azeite e do vinho. Na visita guiada que decorreu sensivelmente a meio da prova, ficamos a conhecer melhor o funcionamento dos vários equipamentos expostos, nomeadamente do lagar do vinho, do lagar de azeite, (ambos musealizados in sitiu), e da destilaria. Do espaço fazem parte ainda uma adega, reservas técnicas, um pomar de citrinos, uma horta, dois poços equipados com engenhos de bombagem de água conhecidos por moinhos de vento e uma sala onde se encontram expostos os mais variados utensílios destinados aos trabalhos agrícolas, e que vão desde simples enxadas a charruas e veículos de tracção animal.
E foi precisamente nesta ampla sala que se desenrolou a prova jogada em 7 rondas de 15 minutos e que contou com a participação de 30 jogadores.
A inequívoca diferença de potencial entre os jogadores cedo separou um grupo de 10 possíveis vencedores, sendo que a vitória acabou por pertencer ao Sénior do Clube EPD Cristiano Amaro que cedeu apenas dois empates com os terceiro e quarto classificados Humberto Candeias (5,5 pontos) e Hugo Ferreira (5 pontos) ambos dos Ferroviários do Barreiro.
Cristiano Amaro terminou assim com 6,0 pontos em 7 possíveis, os mesmos que o seu colega de equipa Vitor Morais que foi arredado para a segunda posição face à derrota sofrida no confronto directo.

O GDFB agradece as facilidades concedidas pela direção do museu, assim como os livros fornecidos que juntamente com alguns brindes publicitários, presentearam todos os participantes.

Classificação Final

1º Cristiano Guilherme Amaro
- (Sénior) - Clube EDP - 6,0
2º Vitor Mestre Morais
- (Sénior) - Clube EDP - 6,0
3º Humberto Manuel Candeias
- (Sénior) - GD Ferroviários Barreiro - 5,5
4º Hugo Miguel Ferreira
- (U14) - GD Ferroviários Barreiro - 5,0
5º Ruben Bernardo Pimenta Dias
- (U12) - GD Ferroviários Barreiro - 5,0
6º André Neves Fidalgo
- (U14) - Santoantoniense FC - 5,0
7º Renato Fialho de Vasconcellos
- (Sénior) - Clube TAP - 4,5
8 º Fábio Miguel Pimenta Dias
-(U16) - GD Ferroviários Barreiro - 4,5
9º Custodio Manuel Palhais
- (Sénior) - Ateneu do Montijo - 4,0
10º Filinto Alberto Teixeira
- (Sénior) - GD Carris - 4,0

Carlos Ferreira

4.2.2013 - 16:17

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.