Conta Loios

personalidades

Capitão-de-fragata Fuzileiro António Costa Frescata natural do Barreiro
Comanda Batalhão de Fuzileiros nº2

Capitão-de-fragata Fuzileiro António Costa Frescata natural do Barreiro <br />
Comanda Batalhão de Fuzileiros nº2 O capitão-de-fragata Fuzileiro António Costa Frescata é desde hoje, dia 29 de julho, o novo Comandante do Batalhão de Fuzileiros N.º2, rendendo no cargo o capitão-de-fragata fuzileiro Esquetim Marques. A cerimónia realizou-se no Corpo de Fuzileiros, localizado na Base Naval de Lisboa, no Alfeite, e foi presidida pelo Comandante Naval, Vice-almirante Silvestre Correia.

​​​​​O comandante empossado agradeceu, na ocasião, a confiança depositada, não escondendo o orgulho e o privilégio em comandar o Batalhão de Fuzileiros Nº2. Sublinhou ainda, a total disponibilidade para o cumprimento da missão.

O comandante Costa Frescata nasceu em março de 1974, natural do Barreiro, ingressou na Escola Naval em 1993 e concluiu a Licenciatura em Ciências Militares Navais – Fuzileiros, em 1998. Do seu curriculum constam vários cursos de qualificação, destacando-se uma Pós-graduação em Ciências Militares e de Segurança e Defesa (Curso de Estado-Maior Conjunto 2012-2013) e uma Pós-Graduação em Psicologia do Desporto e da Atividade Física (Instituto Superior de Psicologia Aplicada 2005-2006).

Na área operacional, no Corpo de Fuzileiros, desempenhou funções como Comandante do Pelotão de Reconhecimento (1998 – 1999), Imediato da Companhia de Apoio de Fogos (1999-
2001), tendo exercido funções de Comandante da mesma Unidade, Imediato da Companhia de Fuzileiros N.º21 do Batalhão de Fuzileiros n.º2 (2002-2003) e, no Batalhão de Fuzileiros n.º1 (2007-2013), foi Comandante da Companhia de Fuzileiros N.º11, Oficial de Operações e 2ºComandante do Batalhão. No Estado-Maior do Comando do Corpo de Fuzileiros foi Adjunto da Secção de Logística do Material (2001-2002).

Em 2008 desempenhou funções de Oficial de Operações Anfíbias (Terrestre) do Estado-Maior do Grupo-Tarefa Português (POTG), no âmbito do Comando Naval.

Ainda na área operacional destaca-se o seu empenhamento em quatro Forças Nacionais Destacadas. Duas, de 6 meses cada, no âmbito das missões de apoio à paz da Organização das Nações Unidas em Timor-Leste, primeiro como Adjunto das Secções de Operações e de CMA (Civilian and Military Affairs), do Estado-Maior do Comando do Sector Central (UNTAET) (2000-
001) e, segundo, como Imediato da referida Companhia de Fuzileiros N.º 21 quando esta integrou um Batalhão Conjunto Português naquele Teatro de Operações (UNMISET) (2003).
Posteriormente, cumpriu outras duas missões, de 6 e 10 meses cada, respetivamente, no âmbito da Organização do Tratado do Atlântico Norte, no Afeganistão (ISAF), primeiro como Oficial de
Pessoal do Módulo de Apoio Nacional (NSE) (2009-2010) e, depois, como Comandante da Companhia Conjunta de Proteção ao Aeroporto Internacional de Cabul (2012-2013).

No âmbito da formação cumpriu uma comissão de serviço na Escola Naval (2003-2007) onde, entre outras, desempenhou funções de Comandante de Companhia de Alunos, Assistente Militar do Departamento de Formação de Fuzileiros – tendo neste âmbito ministrado diversas disciplinas especificas do curso de Fuzileiros, Chefe de Serviço de Armamento e de Oficial locutor de cerimónias protocolares.

Foi Oficial do Estado-Maior da Armada, na Divisão de Planeamento e, posteriormente, na Divisão de Operações (2014-2019). Da sua folha de serviços constam diversos louvores e condecorações, nacionais e estrangeiras.

Desde dezembro de 2019 desempenhava funções no Departamento de Operações do Corpo de Fuzileiros.

29.07.2020 - 20:29

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.