Conta Loios

as escolas

Barreiro – Escola Secundária de Casquilhos em Itália
Do Oceano ao Mar, do Atlântico ao Adriático...

Barreiro – Escola Secundária de Casquilhos em Itália<br />
Do Oceano ao Mar, do Atlântico ao Adriático...<br />
. Projeto Erasmus+ «DE.CO.DE. - Developing Competences, Developing Europe»

Esta foi uma experiência inesquecível que, certamente, permanecerá na memória de todos os participantes e que enriqueceu cada um em particular.

“Veni, vidi, vici”

Esta antiga frase latina ilustra bem o quanto se conseguiu com sucesso ultrapassar mais uma das etapas deste projeto que envolve cinco países europeus: Itália, Letónia, Lituânia, Grécia e Portugal, procurando desenvolver as várias competências na área da Educação e o aprofundamento do conhecimento da Europa. Desta feita rumou-se à terra fundada por Eneias, mais precisamente à cidade de Giulianova.

Do Oceano ao Mar, do Atlântico ao Adriático, um grupo de alunos e professores da Escola Secundária de Casquilhos viajou do Barreiro até Giulianova, em Itália, mais precisamente até ao Liceo Marie Curie. Houve a oportunidade de dar a conhecer um pouco de cada um dos países participantes através da apresentação de trabalhos desenvolvidos pelos alunos participantes. Portugal mostrou as suas gentes, os seus monumentos, a sua costa, a sua gastronomia, em suma, a sua terra e a sua cultura, ao som dos novos ritmos que, por aqui, se vão criando, procurando-se, desta forma, aliar o ancestral à modernidade. No final, cada grupo não deixou de apresentar a sua escola, os vários portos onde o projeto, inevitavelmente, aportará.

Também a História de cada país foi, de uma forma criativa e interativa, apresentada pelos vários alunos. No caso português, D. José, do alto da estátua que o representa e que se encontra no centro do Terreiro do Paço, deambulou pelo passado e pelo futuro, desde os tempos de Viriato até ao momento em que os cravos foram colocados nos canos das espingardas dos militares, no dia 25 de abril de 1974.
Procurou-se, ainda, através de formas lúdicas, aprofundar os conhecimentos dos discentes relativamente à arte italiana e à Europa.

Mas… se o trabalho foi constante, também houve momentos de lazer e de passeio. Para além da visita ao centro histórico de Giulianova, visitou-se a vila de Atri e, no último dia, a cidade de Roma e do Vaticano. A Praça de Espanha, com a imponente escadaria onde grandes estilistas fazem os seus desfiles de moda, a Fonte de Trevi, o Panteão, o Coliseu, o Museu do Vaticano e a Capela Sistina, bem como a Basílica de São Pedro, foram alguns dos locais percorridos.
Esta foi uma experiência inesquecível que, certamente, permanecerá na memória de todos os participantes e que enriqueceu cada um em particular. “Stare com le mani in mano”, esta expressão que tão bem caracteriza o povo italiano, apelando aos gestos que com as mãos fazem quando falam, apenas procura aqui mostrar que este é um projeto que continuará com novas etapas num futuro bem próximo.

A Equipa Erasmus+

Nota: “Projeto financiado pela Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável pela utilização que dela possa ser feita.”

17.03.2019 - 19:42

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.