Conta Loios

as escolas

Barreiro - Agrupamento de Escolas de Casquilhos
Viaja até à Roménia - Vaslui - próximo da fronteira com a Moldávia.

Barreiro - Agrupamento de Escolas de Casquilhos<br />
Viaja até à Roménia - Vaslui - próximo da fronteira com a Moldávia.Um Grupo de alunos e professores do Agrupamento de Escolas de Casquilhos viaja até uma cidade da Roménia, Vaslui, já muito próximo da fronteira com a Moldávia, no âmbito do Projeto Erasmus The Great European Pastimes Challenge.

Longe é um lugar que não existe!
Richard Bach

De 8 a 13 de abril três alunas e duas professoras rumaram até à longínqua cidade de Vaslui (Roménia) no âmbito do Projeto Erasmus+ The Great European Pastimes Challenge, que envolve Bulgária, Eslováquia, Espanha, Portugal, Reino Unido e Roménia. Apesar do longo caminho percorrido, quando este se faz com prazer, o longe torna-se, indubitavelmente, perto!

De Lisboa, passando por Viena e Bucareste, até Vaslui, um dia de viagem foi percorrido sempre com a vontade de participar em mais uma aventura onde a partilha de experiências e a vontade de aprender se vislumbrava no horizonte.
Através da música, da dança, dos jogos tradicionais e de workshops procurou-se unir, ao longo destes dias, todo um grupo, bem como dar sentido a um projeto que já se iniciou, há algum tempo, através de outras viagens, de outros encontros, de outras partilhas.

Também as visitas efetuadas, quer ao centro da cidade anfitriã, quer ao Museu Solesti Village, onde se pôde contactar com algum do artesanato romeno, quer, ainda, a visita a alguns locais da cidade de Iasi, entre eles, o Teatro Nacional, o Palácio Roznovanu, a Catedral e o Museu da Ciência no Palácio da Cultura, permitiram aprofundar ainda mais os conhecimentos das tradições romenas que, inevitavelmente, apesar de únicas, não deixam de fazer recordar outras, próprias de cada um dos países participantes. Afinal, não nos podemos esquecer que o homem, ao longo dos tempos, percorreu inúmeros caminhos e consigo levou as suas tradições.

De referir, também, que os almoços e os jantares foram momentos importantes, pois permitiram, por um lado, aprofundar laços, e, por outro, conhecer um pouco mais da história do país que acolheu. Os alimentos, os temperos, as texturas e os sabores são essenciais numa semana que rapidamente passa.

Se na ida o longo percurso percorrido foi atenuado pela vontade da chegada, pelas inúmeras novidades que se avizinhavam e pelo sentido de aventura, no regresso, a saudade do que se vivenciou e a tristeza pela despedida torna o caminho mais difícil e moroso. Resta pensar que esta foi apenas uma de muitas experiências que ao longo da vida cada participante terá.

Equipa Erasmus+

02.05.2019 - 12:38

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.