Conta Loios

as escolas

Setúbal - Fisioterapeuta da seleção comenta resultados históricos no Campeonato do Mundo
Docente do IPS acompanhou judocas portugueses em Tóquio

Setúbal - Fisioterapeuta da seleção comenta resultados históricos no Campeonato do Mundo <br />
Docente do IPS acompanhou judocas portugueses em TóquioRita Fernandes, docente da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS/IPS), integra a equipa de fisioterapeutas por detrás dos resultados históricos alcançados por Portugal no Campeonato do Mundo de Judo – Tóquio 2019, que terminou este domingo, 1 de setembro.

Recorde-se que Jorge Fonseca (-100 kg) se sagrou campeão do mundo, tornando-se o primeiro atleta português da modalidade a alcançar este patamar, tendo Bárbara Timo (-70 kg) conquistado o título de vice-campeã. A comitiva portuguesa, que se apresentou em Tóquio com 18 judocas, conseguiu ainda obter o 3.º lugar no ranking de medalhas, logo atrás do Japão e da França, duas grandes potências na modalidade.

“A equipa portuguesa esteve ao mais alto nível. São, sem dúvida, resultados históricos, que projetam o nosso país no contexto internacional da modalidade e a própria modalidade na realidade desportiva nosso país”, considera a docente e também diplomada do IPS, que acaba de regressar da capital japonesa.

Segundo a fisioterapeuta, que acompanha a Seleção Portuguesa de Judo desde 2004, os resultados alcançados, que estão a orgulhar Portugal, têm ainda o “significado de permitirem a diferentes atletas da equipa nacional estarem atualmente numa posição confortável dentro das classificações que lhes permitem o apuramento para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020”.

Chegados a este nível, os atletas têm necessariamente que cumprir programas de treino altamente exigentes, o que, não raras vezes, se traduz em limitações físicas e lesões. É aí que entra em campo a equipa de fisioterapia.

“Tratando-se de uma modalidade com categorias de peso, o controlo do peso interfere muitas vezes com essas próprias lesões, o que requer cuidados extra e intervenções especializadas no âmbito da recuperação/prevenção das lesões”, explica Rita Fernandes, que realça o “papel muito importante do fisioterapeuta, felizmente um elemento sempre presente na equipa técnica da seleção nacional de judo, na recuperação e gestão física dos atletas antes e no decorrer da competição”.

Legenda da foto: Rita Fernandes (ESS/IPS); Jorge Fonseca (campeão do mundo de judo); Leandra Freitas (Federação Internacional de Judo); Joana Ramos (judoca)

04.09.2019 - 14:48

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.