Conta Loios

as escolas

Parceria entre o Politécnico de Setúbal e a Universidade Nova de Lisboa
Mestrado em Fisioterapia com candidaturas abertas até 5 de junho

Parceria entre o Politécnico de Setúbal e a Universidade Nova de Lisboa<br />
Mestrado em Fisioterapia com candidaturas abertas até 5 de junho A formação avançada, que vai arrancar no próximo ano letivo (2020/2021), foi desenhada de acordo com os parâmetros da International Federation of Orthopaedic Manipulative Physical Therapy (IFOMPT), sendo atualmente o único mestrado em Portugal que integra a lista de instituições de ensino aprovadas por este organismo internacional.

O Instituto Politécnico de Setúbal, através da sua Escola Superior de Saúde (ESS/IPS), tem a decorrer, até ao próximo dia 5 de junho, o período de candidaturas à 12ª edição do mestrado em Fisioterapia em Condições Músculo-Esqueléticas, um curso ministrado em parceria com a Nova Medical School/Faculdade de Ciências Médicas e a Escola Nacional de Saúde Pública, ambas da Universidade Nova de Lisboa (UNL).

A formação avançada, que vai arrancar no próximo ano letivo (2020/2021), foi desenhada de acordo com os parâmetros da International Federation of Orthopaedic Manipulative Physical Therapy (IFOMPT), sendo atualmente o único mestrado em Portugal que integra a lista de instituições de ensino aprovadas por este organismo internacional.

Com 20 vagas disponíveis, o curso, de natureza profissionalizante, pretende proporcionar aos estudantes a oportunidade de aprofundar conhecimentos e competências clínicas e profissionais na área das condições músculo-esqueléticas, de forma a capacitá-los para uma prática autónoma, especializada, reflexiva e centrada no utente/populações.

O mestrado tem também entre os seus objetivos a promoção da capacidade crítica dos formandos, bem como do seu domínio de metodologias de recolha, análise e produção de conhecimento no âmbito da Fisioterapia, nos contextos de tratamento e reabilitação das condições de natureza músculo-esquelética.

As atividades letivas decorrerão nas instalações das três unidades orgânicas parceiras, sob coordenação, no caso da ESS/IPS, da docente Rita Fernandes, investigadora com vasto currículo científico e um percurso profissional de reconhecido sucesso, enquanto fisioterapeuta da Seleção Nacional de Judo, que em 2019 alcançou resultados históricos no Campeonato do Mundo em Tóquio.

Recorde-se que o Departamento de Fisioterapia da ESS/IPS segue linhas de investigação de elevado rigor científico e aplicabilidade nos serviços de saúde da comunidade, de que são exemplos os projetos SPLIT, que chegou a importantes resultados sobre o tratamento da lombalgia, e SHARE, um estudo que ainda decorre e que se debruça sobre os efeitos da fisioterapia nas pessoas com fibromialgia.

21.05.2020 - 13:20

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.