Conta Loios

as escolas

Barreiro - Agrupamento de Escolas de Santo André
Abraça Programa ERASMUS + com 7 projetos inovadores

Barreiro - Agrupamento de Escolas de Santo André<br />
Abraça Programa ERASMUS + com 7 projetos inovadores É nesta viagem de união entre a Península Ibérica, Norte da Europa, Europa Central ou Oriental que, por força da pandemia, sofrerá alguns atrasos, mas em que procuraremos cimentar os valores do Programa Erasmus +: liberdade, democracia, igualdade, Estado de direito e respeito pelos direitos humanos numa sociedade caracterizada pelo pluralismo, pela tolerância e pela solidariedade.

AESA abraça Programa ERASMUS+ com 7 projetos inovadores

Para o biénio 2020-2022, o AESA viu serem aprovados, pela Agência Nacional Erasmus+, alguns projetos europeus, no âmbito das parcerias estratégicas para o intercâmbio de boas práticas entre escolas, a saber:

1. E4F- Environment 4 Future, projeto na área do ambiente, coordenado pela Suécia, contando com a parceria de Portugal, da Holanda, da Polónia, da Turquia e da Espanha;

2. TREES: To Reinforce European Environment Sustainability, projeto na área da sustentabilidade, coordenado pelo Chipre, integrando ainda a Bulgária, a Alemanha, a Itália e Portugal;

3. TAB: Together Against Bullying, projeto na área do bullying e ciberbullying, sob a direção da Polónia, abarcando a Turquia, a Croácia, a Bulgária, a Macedónia do Norte e Portugal;

4. DMB-Dance Across Musical Bridges, projeto assente nas temáticas culturais da dança e da música, contando com a coordenação de Espanha e envolvendo a Itália, a Letónia, a Turquia e Portugal;

5. We are Music, sob a coordenação da Alemanha, integrando a Finlândia e Portugal.
Na área das parcerias estratégicas para a promoção de inovação nas instituições de ensino foram aprovados dois projetos:

6. Check & Design: Digital Information Literacy and collaborative learning at school, sob a coordenação da Itália e que conta com a participação da Hungria, da Polónia, da Espanha e de Portugal;

7. DemEUcracy for ALL, coordenado por Portugal, visando uma área deveras importante no contexto atual, a da democracia, e envolve a França, a Sérvia, a Dinamarca e a Polónia.

Pintamos o mapa da Europa com preocupações comuns que nos levam a um trabalho conjunto: como preservar, de modo sustentável o ambiente; como manter os valores culturais na área da música e da dança; como combater o bullying e o ciberbullying; como desenvolver a literacia digital, numa Europa que se desenvolve a ritmos diferentes; como manter os valores democráticos numa Europa em que a sua cultura de paz e de tolerância se encontram ameaçadas.

É nesta viagem de união entre a Península Ibérica, Norte da Europa, Europa Central ou Oriental que, por força da pandemia, sofrerá alguns atrasos, mas em que procuraremos cimentar os valores do Programa Erasmus +: liberdade, democracia, igualdade, Estado de direito e respeito pelos direitos humanos numa sociedade caracterizada pelo pluralismo, pela tolerância e pela solidariedade.

Quando, finalmente, ancorarmos, esperamos ter internacionalizado, ainda mais, o AESA, através da promoção de percursos flexíveis de aprendizagem, de um maior crescimento digital, já que o mote que nos assiste é o da cooperação e congregação de sinergias entre todos os países envolvidos nos nossos projetos. Parafraseando Sebastião da Gama, “Haja ou não frutos, pelo sonho é que vamos (…) Chegamos? Não Chegamos? (…) Partimos. Vamos. Somos”.

Barreiro, 12 de outubro de 2020,
A Diretora,
Arlete Cruz

13.10.2020 - 16:08

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.