Conta Loios

as escolas

Setúbal - Secretário de Estado do Ensino Superior no lançamento da formação pioneira
Mestrado profissional IPS/SONAE MC é «exemplo» a seguir para um Portugal mais qualificado

Setúbal - Secretário de Estado do Ensino Superior no lançamento da formação pioneira<br />
Mestrado profissional IPS/SONAE MC é «exemplo» a seguir para um Portugal mais qualificado <br />
O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, encerrou na sexta-feira, dia 8, a sessão oficial de abertura do novo mestrado em Logística e Gestão da Cadeia de Abastecimento (LGCA), uma parceria entre o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) e a SONAE MC, assinalando o pioneirismo da formação, o primeiro mestrado profissional em Portugal, e a sua contribuição para o desígnio nacional de uma maior qualificação da população.

“É um grande gosto ver esta instituição, mais uma vez, nesta situação de ser pioneira. Que este exemplo se repercuta para termos cada vez mais portugueses qualificados e eficazes nas funções que desempenham”, referiu, lembrando a importância do “retorno à escola” numa época em que “a velocidade da evolução no mercado de trabalho é enorme e exige-nos que estejamos sempre disponíveis para aprender”.

O responsável pela tutela lembrou a propósito o exemplo da Dinamarca, onde a média de idades no ensino superior é de 42 anos (em Portugal é de 26), para realçar que, com esta parceria entre o IPS e a SONAE MC, “estamos no caminho certo”. “Isto não significa que os dinamarqueses vão todos tirar licenciaturas em idade avançada. O que acontece é que retomam constantemente a ida ao ensino superior, seja para uma situação mais robusta, como é o caso deste mestrado, seja para formações mais curtas”, concluiu.

Recorde-se que o novo mestrado, dirigido a profissionais com pelo menos cinco anos de experiência comprovada, preencheu as 25 vagas previstas logo na 1ª fase de candidaturas, demonstrando grande adesão a esta plataforma de aprendizagem inédita entre os mundos académico e empresarial, que decorrerá ao longo de apenas um ano (60 créditos ECTS), em regime b-learning (semi-presencial) e em horário pós-laboral. A larga maioria dos estudantes inscritos, parte deles colaboradores da SONAE MC (36 %), é proveniente da Área Metropolitana de Lisboa, seguindo-se Porto, Braga e Loulé, e a média de idades ronda os 40 anos.

Na sessão, que antecedeu o arranque oficial das aulas, o presidente do IPS, Pedro Dominguinhos, enfatizou o “momento histórico” que representa esta nova formação, enquadrado numa nova fase de relacionamento entre as organizações e as instituições de ensino superior, em que “nos são pedidas respostas, não só às necessidades, mas também às crescentes exigências do mercado de trabalho”. O responsável destacou ainda a componente de “inovação pedagógica” do curso, que “assenta na metodologia de Project Based Learning e numa forte componente digital”, bem como o modelo de aprendizagem proposto, em que a “localização geográfica do estudante deixa de ser um entrave”.

Também presente na cerimónia, Isabel Barros, administradora executiva da SONAE MC, considerou que este mestrado “é mais uma conquista na aproximação entre os mundos académico e empresarial”, destacando a parceria com o IPS como “o exemplo perfeito de como esta sinergia de visões e empenho pode contribuir, de forma prática, para elevar os níveis de qualificação e de empregabilidade do nosso país, e por isso contribuir de forma direta para o tão referenciado upskilling e reskilling da nossa força de trabalho, em função das necessidades efetivas do mercado e das empresas”.

12.01.2021 - 17:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.