Conta Loios

as escolas

BARREIRO - Alunos da Escola Secundária de Casquilhos
Do «Nós Propomos!» fazem o «Nós Fazemos!»

BARREIRO - Alunos da Escola Secundária de Casquilhos<br>
Do «Nós Propomos!» fazem o «Nós Fazemos!» . O projeto “Plant´ARTE” dinamizou atividades com as crianças do ensino pré-escolar da Escola Básica da Quinta Nova da Telha

Pelo terceiro ano consecutivo, alunos de Geografia da ES Casquilhos estão a participar no projeto “Nós Propomos! Cidadania e Inovação na Educação Geográfica”, dinamizado pelo IGOT / Universidade de Lisboa.

Os alunos, repartidos por grupos, numa fase inicial, realizam saídas de campo para identificar problemas do Barreiro, elaboram inquéritos à população e entrevistas a técnicos e representantes da autarquia local e de outras entidades. Posteriormente, constroem recursos multimédia para divulgar os resultados da pesquisa de informação e apresentar as propostas de solução mais adequadas para cada problema detetado.

Temas como a sustentabilidade ambiental, o empreendedorismo, a dinamização de espaços verdes, a divulgação turística do município foram abordados pelos sete projetos deste ano letivo.

Em quatro projetos os alunos, além de apresentarem as suas propostas, também intervieram na comunidade local, com iniciativas diversificadas e que deixaram marcas em todos os participantes.

O projeto “Plant´ARTE” dinamizou atividades com as crianças do ensino pré-escolar da EB Quinta Nova da Telha que promoveram a reutilização de garrafas de plástico para construir vasos que as crianças pintaram e nos quais plantaram, depois, bolbos de frésias. Assim, contribuíram para divulgar a arte verde e os princípios da economia circular.

Requalificar e dinamizar as duas únicas matas urbanas que ainda subsistem na cidade, a dos Casquilhos e a dos Fidalguinhos, são os principais objetivos do projeto “Matas+Dinâmicas”. Este grupo, em parceria com a Associação Desportiva e Cultural dos Fidalguinhos e o Projeto Gratitude, no qual os alunos participam como voluntários, comemorou o Dia da Árvore na Mata dos Fidalguinhos com a plantação de sobreiros, a requalificação de mesas e bancos, vários jogos e música, um lanche partilhado e a recolha de lixo.

Dar mais vida ao Parque da Cidade é o mote do grupo “Parque (Con)Vida!”. Entre as várias medidas propostas, como a colocação de placas informativas, a requalificação do pomar pedagógico e a criação de um centro de educação ambiental, destacou-se a iniciativa de construção e afixação de comedouros e caixas abrigo para espécies de pássaros autóctones. Os alunos tiveram o apoio técnico dos vigilantes do parque e seguiram os conselhos que lhes foram dados para selecionar a alimentação adequada a pôr nos comedouros: manteiga de amendoim sem açúcar.

A preocupação com o declínio populacional registado no Barreiro desde 1991 e a necessidade de aumentar o dinamismo empresarial e cultural da cidade nortearam o projeto “Made in 2830”. Os alunos perceberam que a maioria dos jovens barreirenses não pretende fixar-se no município, no futuro. Então, elegeram a promoção da StartUp Barreiro junto de alunos do ensino secundário como forma de incentivar os jovens a serem empreendedores e a terem orgulho em serem barreirenses. Contaram com a colaboração de empreendedores apoiados pela StartUp e do vice-presidente da Câmara Municipal, na dinamização de palestras para alunos e professores da ES Augusto Cabrita e ES Casquilhos.

Todas estas atividades decorreram ao longo dos meses de março e abril e só foram possíveis devido à colaboração da comunidade educativa e de muitos parceiros locais a quem dirigimos o nosso muito obrigado!
O futuro do Barreiro constrói-se com a participação de todos.

Fonte - ES Casquilhos

22.04.2022 - 16:21

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.