as escolas

Politécnico de Setúbal organiza workshop internacional sobre Ciência Aberta
Iniciativa realizada no âmbito do projeto europeu E³UDRES² Ent-r-e-novators

Politécnico de Setúbal organiza workshop internacional sobre Ciência Aberta<br />
Iniciativa realizada no âmbito do projeto europeu E³UDRES² Ent-r-e-novators Vários especialistas europeus estiveram recentemente reunidos no Politécnico de Setúbal (IPS) num workshop dedicado à temática "Open Science and Open Education", promovido no âmbito do projeto Ent-r-e-novators, com coordenação a cargo do IPS no âmbito da aliança universitária europeia E³UDRES².

A ação, realizada no último dia 7 de junho, em formato híbrido, permitiu o diálogo e a partilha de ideias em torno de vários temas-chave, como os desafios e as oportunidades das ferramentas digitais na Ciência Aberta, a gestão eficaz de licenças abertas e as questões éticas a considerar na interseção entre Ciência Aberta e Ciência Cidadã.

Para além dos parceiros do projeto europeu, o evento contou igualmente com a participação de representantes de outras alianças internacionais e convidados, evidenciando o compromisso da aliança E³UDRES² em promover a inovação e a colaboração entre instituições de ensino superior europeias e estimular práticas de Ciência e Educação abertas, abrindo caminho para futuras colaborações e estratégias para fortalecer este campo de trabalho em território europeu.

As discussões abordaram ainda tópicos como os benefícios da European Open Science Cloud, os desafios e experiências na implementação de práticas de Ciência Aberta, pedagogias abertas e o impacto das tecnologias emergentes na Educação, dando a conhecer projetos inovadores que apostam na promoção da Ciência Aberta e colaboração entre instituições de ensino superior europeias, como são os casos do INCITIES, EXPER e BI4E.

Além de Luís Coelho, docente do IPS e coordenador do projeto E³UDRES² Ent-r-e-novators, e de Karel Luyben, presidente da European Open Science Cloud Association, o workshop contou também com os contributos de outras figuras proeminentes neste domínio, nomeadamente da Universidade Politécnica de Timisoara (Roménia), Universidade de Ciências Aplicadas de St. Pölten (Áustria), Colégios Universitários de Leuven Limburg (Bélgica), Universidade do Minho e centro de investigação MARE.

Financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do programa Horizonte Europa, o projeto Ent-r-e-novators vai estar no terreno até 2025, atuando como um dos pilares de suporte da aliança universitária E³UDRES² na sua dimensão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (ID&I), inscrevendo-se no desígnio de fortalecer a capacidade de investigação e inovação das instituições de ensino superior europeias e respetivos ecossistemas.

13.06.2024 - 00:25

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.