Conta Loios

reportagem

Unidade de Oncologia do Hospital do Barreiro é «uma referência nacional»
Sucesso de tratamento em 90% dos cancros da mama e 63% em cancro do colon

Unidade de Oncologia do Hospital do Barreiro é «uma referência nacional»<br>
Sucesso de tratamento em 90% dos cancros da mama e 63% em cancro do colon . Em 1995 foram realizadas 1700 consultas, no ano de 2012 atingiram-se as 14.000 consultas

“Não permitimos a existência de utentes em lista de espera, apesar do grande crescimento da actividade” – sublinhou Jorge Espirito Santo, Director da Unidade de Oncologia do Centro Hospitalar Barreiro Montijo, no decorrer da sessão que assinalou os 20 anos do serviço.

Jorge Espirito Santo, Director da Unidade de Oncologia do Centro Hospitalar Barreiro Montijo, no decorrer da sessão que assinalou os 20 anos do serviço, referiu que a – “Oncologia é uma especialidade diferenciadora”, por essa razão – “é uma área pretendida”.
Referiu que a Oncologia é uma área com “complexidade técnica e logística”.

Desenvolver a instituição e a região

Jorge Espirito Santo, sublinhou que a Unidade de Oncologia do Centro Hospitalar do Barreiro Montijo conta com “uma equipa multidisciplinar” que desenvolve “práticas de qualidade” e contribui para “desenvolver a instituição e a região”.
Recordou que remonta a 1987 a apresentação de um “esboço” que avançava com um “projecto de criação” da Unidade de Oncologia.
Mas, de facto, foi no ano de 1994 que iniciou a sua actividade.
Referiu que no ano de 1996 a Unidade integrou o Serviço de Medicina Interna. Nesse mesmo ano a Comissão de Coordenação Oncológica retomou a sua actividade.

Instalação do Serviço de Radioterapia

No ano de 1997, sublinha Jorge Espirito Santo, a Unidade Oncológica é – “considerada área de desenvolvimento estratégico do Hospital do Barreiro”.
Nesta sequência, o ano de 1998 marca o surgimento do projecto de instalação do Serviço de Radioterapia, que irá arrancar em pleno no ano 2005.

Reconhecido com idoneidade formativa

O ano 2006, é mais uma marca na vida do serviço ao ser reconhecido com “idoneidade formativa”, recebendo o 1º interno de especialidade.
No ano de 2007 é assinado um “acordo de complementaridade” entre os Hospitais da Península de Setúbal.
A partir de 2010, a Unidade de Oncologia conquista um “espaço condigno” e garante “cuidados diferenciados” com “qualidade” e dando passos ao nível da “investigação”.

Garante o ciclo completo de tratamento da doença

A Unidade de Oncologia na sua prestação de serviços garantes consultas em diversas áreas, desde a Nutrição até Psicologia.
“É uma Unidade que regularmente participa nas iniciativas da comunidade”- sublinha Jorge Espirito Santo, para além de dar o seu contributo interno na “organização do Hospital”.
Para proporcionar uma visão da evolução da Unidade de Oncologia, recordou que no ano de 1995 foram realizadas 1700 consultas, e no ano de 2012 atingiu-se o valor de 14.000 consultas.
A Unidade de Oncologia “garante o ciclo completo de tratamento da doença oncológica desde o ano 2005” – referiu.

Uma referência nacional

A Unidade de Oncologia é “uma referência nacional” sublinhou Jorge Espirito Santo, e tem dado contributos na organização de “sessões temáticas de âmbito nacional” e na organização do Congresso Nacional de Unidades Oncológicas.
Neste momento a Unidade de Oncologia está a desenvolver o processo de “creditação de qualidade”, sendo reconhecida pelos seus indicadores de “boas práticas oncológicas”.

Sucesso de tratamento em 90% dos cancros da mama

Tendo por referência o benchmarking definido por instituições internacionais - «marca de referência» a Unidade de Oncologia do Centro Hospitalar Barreiro Montijo, durante anos seguidos – os cinco últimos – tem alcançado sucesso de tratamento em 90% dos cancros da mama, e 63% em cancro do colon.

Conta com um grupo de trabalho inexcedível

Apesar das dificuldades, algumas insuficiências de meios, particularmente recursos humanos, a Unidade de Oncologia, sublinhou Jorge Espirito Santo – “conta com um grupo de trabalho inexcedível, cuja dedicação agradeço”.
“Não permitimos a existência de utentes em lista de espera, apesar do grande crescimento da actividade” – sublinhou Jorge Espirito Santo.

6.6.2014 - 19:47

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.