Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 16 de Julho 2018
Por Maria Helena


Rosto da Semana
Clube de Vela do Barreiro uma presença na Europa


A(nota) mentos
Em primeiro lugar o Barreiro


Inferências - É bom ver a sociedade civil a agir e mexer-se
Península de Setúbal não pode continuar a ser prejudicada pelos fundos comunitários.


Por dentro dos dias - Barreiro
O meu «Kompensan» é fazer cidade e cidadania


Por dentro dos dias – Barreiro>
O associativismo não é uma ideologia


Por dentro dos dias – Barreiro
Porta do Tempo – Um Pórtico feito de memórias que fazem a cidade que somos


A(nota)mentos
Barreiro –uma terra feita de muita gente vinda de muitos lados


COLUNISTAS
A menina do chapelinho vermelho (conto)
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Textos decetivos – 2
Cada vez mais descartáveis
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Si, cariño!
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


MUNICÍPIOS: DESCENTRALIZAÇÃO E FINANÇAS LOCAIS
Por José Caria
Montijo


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Vaga de peixes mortos em Alcochete
CDS questiona ministro do Ambiente


Deputados do PSD do distrito de Setúbal exigem resposta
para práticas ilegais relacionadas com a apanha de bivalves no Tejo


Barreiro - Proposta de reestruturação para os serviços camarários
Mereceu os votos contra da CDU e a abstenção do PSD


Vereador do PSD na Câmara Municipal do Barreiro
Acusa maioria PS de ter uma «atitude passiva» na defesa dos interesses do concelho


ENTREVISTA
Barreiro - Naciolinda Silvestre, Presidente da União de Freguesias de Palhais e Coina
«Uma freguesia que dá qualidade de vida a quem cá está»


Barreiro - Isabel Ferreira, Presidente da Junta de Freguesia de Santo António da Charneca
«Não quero que a minha freguesia seja uma freguesia peri


AS EMPRESAS
Palmela - Trabalhadores do Parque Industrial VW Autoeuropa
Preocupados com horários e agravamento das condições de trabalho


Serviço de Praias TCB 2018 - Transportes Colectivos do Barreiro
Início dia 30 de Junho


DESPORTO
Seleção Nacional de Sub18 Venceu a Irlanda 90-64
Diogo Janeiro Peixe do Barreiro marcou 18 pts


Campeonato Europeu de Juniores 420 - Sesimbra
Clube de Vela do Barreiro coloca 2 tripulações nos 20 primeiros Grupo Ouro


Ferroviários do Barreiro sagrou-se Vice-Campeão Nacional de Rápidas
Sérgio Rocha campeão nacional


Barreiro - Equipa do GDR «OS LEÇAS»
Conquista 2º lugar na Taça de Portugal de Trampolins


Barreiro - Ginastas da Associação Trampolins Fabriltramp
Ana Renata Paulino e Raquel Solposto em 3º. lugar nacional


PERSONALIDADES
«O Barreiro tem no seu ADN a multiculturalidade»
Homenagem à Avó Juliana, a contadora de histórias


AS ESCOLAS
Moita - Um ano rico no desenvolvimento de competências
dos jovens do curso Técnico de Restaurante-Bar


No Auditório Municipal Augusto Cabrita - Barreiro
Encontro Nacional de PAPs - PAPTice)


REPORTAGEM
Barreiro uma terra de todos e para todos
Promover a multiculturalidade, combater a xenofobia e o racismo


Sistema led em toda a iluminação pública do concelho do Barreiro
Actualmente o encargo anual com a iluminação pública são 850 mil euros


Barreiro - Plataforma Cívica BA6 - Montijo Não
Vai avançar com petição para o tema ser debatido nas Assembleias Municipais


Barreiro – Coral TAB e Russkii Klub
Uma noite com ritmo e a perfeição da «simbiose» entre as vozes e a dança


Barreiro - Um dia não é suficiente para visitar e ver todas as obras da 9ª Colectiva de Artes
Mais de 120 obras dos alunos de Casquilhos


MOLDURA
No Palco das Marés - Festas do Barreiro
Quim Barreiros a abrir no dia 10 de Agosto


Festival de Almada
Uma ópera de Bellini pela mão de David Marton


Barreiro - Um ponto de ENCONTROS inesperados
Feira da Mala - Mercado de 2ª mão de artes e antiguidades


No Museu do Trabalho em Setúbal
Oportuna apresentação do «Diário da Contra-Revolução»


Easy Talk e Fabril do Barreiro
Juntam-se para ensinar e divertir os mais novos


Barreiro - 5ª Edição do Mês da Fotografia 2018
Estão abertas inscrições para Concurso de Fotografia


OUT.FEST - Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro
Datas e primeiros nomes confirmados para a 15ª edição


Barreiro «Os afetos nas suas dimensões»
I Jornadas de Psiquiatria e Saúde Mental do CHBM


S.ENERGIA regressa a Agência Regional de Energia
para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete


Rede viária florestal na Mata da Machada - Barreiro
Operação de beneficiação em curso


AUTARQUIAS
João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente no Barreiro
Assinatura dos Contratos relativos à «Adaptação do Território às Alterações Climát


Moita - Piscinas do Parque José Afonso na Baixa da Banheira
De portas abertas até setembro


Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques no Montijo
Cerimónia de conclusão da Intervenção de Reabilitação da EN4


Na Baixa da Banheira criação de Zona 30 na Rua 1º de Maio
Câmara da Moita vai lançar concurso público


Moita Debate sobre projeto do novo Aeroporto de Lisboa na BA6 no Montijo
«Ainda é tempo de travar esta opção desastrosa» afirma presidente da A


OPINIÃO
A Esperança no Mérito
Por Paulo Baldaia
Almada


Fazer a diferença
Hélder Leal Rodrigues
Barreiro


Vamos ocultar a nossa história?
Por Luís Murilhas
Barreiro


Gerir o medo
Por Sandra Pereira
Barreiro


O AÇAMBARCAMENTO DA OSTOMIA
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS FARMÁCIAS E O BUSINESS DA OSTOMIA
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


Aproximadamente 22% da população portuguesa sofre de Rinite Alérgica.
Por Cândida Bizarro, Inês Ribeiro e Maria Inês Silva
Barreiro


PATRIMÓNIO INDUSTRIAL COMO GERADOR DE CONHECIMENTO
Por Leal da Silva
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Barreiro - Tertúlia na padaria da dona Conceição
Dedicada ao tema «(Não) Estamos Sós»
. Combater o isolamento e a solidão


Evento solidário a favor do CATICA contou com 100 jogadores
Foi a maior recolha de alimentos de uma equipa de airsoft no concelho do Barreiro


Moita - No Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira
Festa de final de ano da sua Creche «os Netinhos»


Barreiro - Futebol Clube Barreirense
Assembleia Geral aprecia orçamento e plano de atividades


Associação Serviços Sociais e Culturais dos Trabalhadores das Autarquias do Barreiro
I Encontro de Pesca


No Clube Dramático Instrução e Recreio 31 de Janeiro «Os Celtas» - Barreiro
Noite Africana- CRIVA


CULTURA
Associação Barreiro – Património,Memória e Futuro considera um crime
Câmara Municipal arrasou o Moinho Pequeno


POSTAIS
Barreiro - Carta de uma neta com o coração em lágrimas
Ao homem que matou a minha avó


Crónicas do Algarve
Acerca da casa da avó-velha, da dona Olívia e da pastelaria Império
Por Henrique Bonança


Banda Municipal tocou pela primeira vez a «Marcha do Barreiro»
Içar do «Mastro» anuncia as Festas 2018


Rumo do Barreiro coordena Núcleo de Setúbal «Incorpora»
Potenciar «uma rede colaborativa de 2ª geração na Península»


Plataforma para o Desenvolvimento da Península de Setúbal
Há uma crise na economia agravada pela perda do acesso aos fundos comunitários
afir


Crónicas do Algarve
Acerca de Ir à Praia e de Barquilhos
Por Henrique Bonança


Barreiro - EXPOSIÇÃO «O QUE FAZ FALTA É AGITAR A MALTA»
Gratidão para com todos os que lutaram e lutam pelos direitos do cidadão


Moita - Associação Zero vai apresentar queixa na União Europeia
Exige Avaliação Ambiental Estratégica para Aeroporto na BA6 Montijo


ARTES
Prémios da II Bienal de Desenho de Almada
Prémio «Pedro de Sousa» desenho «Pedras no Sapato» de Pedro Cunha de Guimarães


Moita - Acolher residências artísticas, oficinas e ateliês relacionados com as artes visuais
Espaço FAVO novo equipamento cultural


Exposição da II Bienal de Desenho de Almada
De 210 obras de 125 artistas a nível nacional juri selecionou 22 trabalhos de 21 artistas


AGENDA
Moita - Uma nova vida aos locais mais frequentados nas noites de verão
«Cultura em Movimento» pelo concelho


Cinema City Setúbal estreia Mamma Mia! Here we go again
O filme conta com um elenco de topo


EUROPA
Orçamento da União Europeia
Comissão Europeia propõe investir 9,2 mil milhões de EUR no primeiro programa digital de sempre


Comissão Europeia publica relatório
sobre a aplicação da Carta dos Direitos Fundamentais na União Europeia em 2017


reportagem rostos.pt - o seu diário digital

Rui Garcia, presidente da Câmara Municipal da Moita
Poder Local Democrático acção insubstituível na transformação e progresso

Rui Garcia, presidente da Câmara Municipal da Moita <br />
Poder Local Democrático acção insubstituível na transformação e progresso<br />
“Construir uma vivência comum e ultrapassar tensões entre modos de vida e culturas distintas, no meio de processos de rápida transformação social”, é o resultado da realidade social do concelho, sublinhou Rui Gracia, esta manhã, no decorrer da cerimónia de homenagem a a munícipes e instituições, evento que marca anualmente o Dia do Municipio.

Um momento musical com a agradável participação de Pedro Almeida marcou a abertura da cerimónia que decorreu nos Paços do Concelho da Moita
Hoje, Feriado no concelho da Moita, o Dia do Municipio, anualmente marcada por este ponto de encontro, no qual que a autarquia presta homenagem, como referiu Rui Garcia, presidente da Câmara – “a pessoas que, individualmente ou através das instituições em que participam, dão contributos marcantes em áreas diversas da vida da nossa comunidade”.
A abrir um momento musical com a agradável participação de Pedro Almeida.
“Procuramos conferir a este dia um significado mais rico e desejavelmente mais mobilizador”, e, “mobilizados para o desenvolvimento deste território e desta comunidade”, referiu Rui Garcia.

Cruzamento entre lugares multiseculares
.
“O nosso é um Concelho de pequeno território, mas ainda assim marcado pela diversidade” sublinhou o presidente da Câmara Municipal da Moita.
Referiu que este é um concelho – “onde se constrói um destino comum no marco do cruzamento entre lugares multiseculares que transportam uma identidade muito ligada ao mundo rural e ao rio e as novas comunidades resultantes da irrupção brusca e desordenada da industrialização e da urbanização da segunda metade do século passado”.
Recordou que o concelho é formado por pessoas oriundas de “diversas partes do país e do mundo que trouxeram a este território a multiculturalidade que hoje o caracteriza.”.
“Construir uma vivência comum e ultrapassar tensões entre modos de vida e culturas distintas, no meio de processos de rápida transformação social”, é o resultado da realidade social do concelho.

Poder Local Democrático e a sua acção única e insubstituível

.
O autarca salientou o papel do – “Poder Local Democrático e a sua acção, única e insubstituível, na transformação e no progresso ocorrido nas condições de vida das populações nas últimas quatro décadas”.
“Não é possível subestimar a importância para a democracia portuguesa deste Poder Local, com representatividade, com autonomia e com meios para exercer o governo local em prol dos interesses populares”, disse.

Uma contribuição “à nossa vida colectiva”

Sobre os homenageados, o edil, começou por salientar aqueles que são os “anónimos” referindo-se a Manuel Angélica tem 41 anos de serviço na Câmara Municipal da Moita e tem 56 de idade.
“Quer isso dizer que começou a trabalhar no Município ainda com 15 anos. É operário. Se as actuais regras não mudarem, para se aposentar com a pensão de reforma máxima terá de trabalhar durante mais de 50 anos. Se se aposentar agora ficará a receber menos de metade do actual vencimento”, disse.
Uma homenagem, através dele a todos que dão uma contribuição “à nossa vida colectiva”. Ao “Manuel Angélica é devido um grande Obrigado, por uma vida de trabalho nesta autarquia”

Uma importante acção de apoio à infância e à velhice

Sobre o Centro Paroquial de Acção Social da Moita, o autarca, referiu através dele a Igreja Católica desenvolveu – “uma importante acção de apoio à infância e à velhice, com dois importantes equipamentos, assumindo um papel de grande relevo na prestação de cuidados, dos quais a nossa sociedade, por insuficiência do Estado, tem sido muito carente.”
“A sua acção, que pode e deve ser convergente com a acção das autarquias e do Estado, deve contribuir para o objectivo último e mais nobre: eliminar a desigualdade, a pobreza e a exclusão, pois estes fenómenos sociais podem ser ultrapassados por uma evolução social regida pelos princípios do humanismo, partilhados pela religião cristã.”, disse.

Clube vive um importante período de revitalização

Sobre o Sporting Clube Vinhense que completou 50 anosm recordou que integra o vasto movimento associativo que caracteriza o concelho.
“O Vinhense tem um rico historial que, só por si, justifica a homenagem que lhe é prestada. Mas é justo assinalar que o Clube vive um importante período de revitalização”, sublinhou.
“O trabalho que tem estado a ser desenvolvido pelo Vinhense e o sucesso que está a alcançar demonstra qual o caminho necessário para ultrapassar períodos menos bons que sempre podem ocorrer na vida das instituições”, salientou o edil.

Economia do concelho foi condicionada pelo domínio do mundo rural

Rui Garcia, referiu que “a economia do concelho foi condicionada pelo domínio do mundo rural, que se estendia à classe política até ao 25 de Abril de 1974”, dando origem que a agricultura e a pecuária foram sectores dominantes, acrescidos dos transportes fluviais.
“A industrialização não foi fomentada pela governação local e apenas a indústria corticeira teve alguma relevância no Concelho até ao final dos anos de 1970”, sublinhou Rui Garcia.
“O declínio deste sector inicia-se por esta época e, em simultâneo, inicia-se a instalação no território de diversas unidades industriais de vestuário, em regra propriedade ou concessionárias de multinacionais, que no entanto têm também uma presença efémera que dura apenas cerca de trinta anos. É paradoxal que um concelho que tem a sua grande expansão demográfica associada à industrialização, não tenha ele próprio, até ao final do século passado, indústrias de relevo, com excepção da construção civil”, disse.

A maior empresa do sector da distribuição alimentar

Esta nota foi serviu ao edil para referir a importância de Celestino Loução, que abriu o seu primeiro talho em 1980, em pleno início da crise que resultou da destruição da indústria da região.
As Carnes Loução - “é hoje a maior empresa do sector da distribuição alimentar sedeada no nosso Concelho. Com oito lojas, seis das quais espalhadas por Alhos Vedros, Baixa da Banheira e Moita e ainda com a Fábrica de Desmanche e Transformação situada na Quinta dos Machados, as Carnes Loução empregam 60 pessoas e continuam a projectar um futuro de investimento e crescimento, sustentado no prestígio que granjeou junto dos consumidores”.

Força da resiliência de pessoas como Lídia Ortiz

Rui Garcia salientou que – “a paisagem urbana constrói-se também com marcos, lugares que são por todos conhecidos e que contribuem para a identidade própria de cada comunidade.”
Referiu que – “o pequeno comércio foi durante décadas uma grande fonte dessa paisagem social. A memória das vilas da nossa juventude é povoada pela mercearia, pela padaria, pela taberna, pela farmácia, pela papelaria, e por tantas outras pequenas lojas que asseguravam (quase) todas as necessidades da população”
Por outro lado salientou que – “a transformação dos hábitos de consumo, a avalancha da grande distribuição e das marcas internacionais, enfim, a mudança da sociedade nas últimas décadas, não foi clemente para o comércio tradicional.”
“Mas este ainda resiste, com a força da resiliência de pessoas como Lídia Ortiz. Desde o início de 1974 que a retrosaria Ortiz serviu milhares de banheirenses e tantos anos depois lá continua”, disse ao evocar a homenageada na área de Mérito Económico e Social.

Os barcos do Tejo perderam a sua função económica

Rui Garcia. salientou o povoamento deste território está associado ao Tejo e às actividades fluviais.
“É na base do transporte fluvial para Lisboa que crescem as comunidades que integram o território actual do Concelho. Os barcos são o instrumento fundamental dessa actividade e neles foi aplicado, ao longo dos séculos, o conhecimento acumulado por gerações e as mais modernas técnicas de construção naval da época, aliás, as técnicas de construção e de navegação que levaram os portugueses à epopeia dos Descobrimentos.”, afirmou.
Recordou que no final do século XX – “a modernização dos transportes tudo mudou. Os barcos do Tejo perderam a sua função económica. O próprio Rio foi transformado num imenso vazadouro das indústrias que nasceram nas suas margens e das cidades em crescimento. Há trinta anos atrás, em todos os esteiros deste lado do Tejo se encontravam carcaças de barcos a apodrecer. E os barcos do Tejo quase desapareceram”.

Apaixonado defensor dos barcos típicos do Tejo

“Hoje, os barcos típicos do Tejo voltaram a navegar e constituem um património cultural inestimável. Neles estão condensados séculos de história e uma manifestação única de arte popular”, disse.
Rui Garcia salientou o contributo do Professor Carvalho Rodrigues, como – “um apaixonado defensor dos barcos típicos do Tejo e é nessa qualidade que o seu caminho se cruza com o nosso Concelho”.
Salientou que o Professor Carvalho Rodrigues, com sues conhecimentos, ao seu esforço e perseverança foi determinante para a “defesa do património cultural e histórico que são os barcos típicos do Tejo”..
Ao Professor Carvalho Rodrigues foi atribuída a Medalha de Mérito Cultural – “ pelo seu extraordinário contributo para o reconhecimento, salvaguarda e divulgação deste património, que sentimos nosso, mas sabemos que é também de toda a região e do país”. disse Rui Garcia.

Homenagem simbólica aos barcos do Tejo

O autarca a finalizar sublinhou a – “pequena maravilha que embeleza a entrada da Câmara Municipal por ocasião das Festas. Esta réplica da proa do varino Boa Viagem é uma homenagem simbólica aos barcos do Tejo, mas o que quero destacar é que ela foi construída no estaleiro do Mestre Jaime, por ele e pela sua equipa de artesãos, que lhe aplicaram as mesmas técnicas e arte que aplicam na construção de barcos verdadeiros. A eles endereço um profundo agradecimento, bem como ao Carlos Jorge que a concebeu e a todos os demais que colaboraram na sua construção e instalação".

VER FOTOS

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10154822217742681

12.09.2017 - 17:23
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND