Conta Loios

reportagem

Barreiro – Braamcamp é de todos
Dia B Braamcamp “traz a tua ideia”
. Dia 1 de Junho a partir das 8h30

Barreiro – Braamcamp é de todos<br />
Dia B Braamcamp “traz a tua ideia”<br />
. Dia 1 de Junho a partir das 8h30 . Venda da Quinta Braamcamp é um “erro histórico”.

Hoje em conferência de imprensa, a Plataforma “Braamcamp é de todos”, divulgou a realização de um Seminário tendo como tema «Que futuro para a Quinta Braamcamp?», que irá realizar-se no próximo dia 6 de Julho, pelas 17h30, no Anfiteatro do Sindicato dos Ferroviários.

No encontro com os órgãos de comunicação social, para além da divulgação do Seminário que tem por objectivo dar a conhecer à população a história, o património cultural e ambiental da Quinta Braamcamp, foi anunciada a realização do «DIAB Braamcamp», no próximo dia 1 de Junho, a partir das 8h30.
O DIA B visa dinamizar um movimento de cidadania que dê um contributo para limpar o território da Quinta.

Proporcionar aos barreirenses a vivência da natureza

Augusto Sousa, que integra a Plataforma “Braamcamp é de todos”, salientou que “o DIA B deixou de existir” uma iniciativa que significativa ao nível da participação da população no intervir na melhoria do espaço público da cidade, com arte e criatividade – “queremos transferir isso para um dia que contribua para a limpeza da Braamcamp e proporcionar aos barreirenses a vivência da natureza”.

Violação do seu próprio programa eleitoral.

No decorrer da conferência de imprensa, Manuel Fernandes da Associação Barreiro Património Memória e Futuro, recordou a as potencialidades do concelho do Barreiro ao nível do património industrial e natural.
Referiu que no Programa Eleitoral do actual executivo municipal, defendiam manter a Quinta Braamcamp no domínio público e até pretendiam instalar uma roda gigante,
A proposta de venda, salientou, é uma violação do seu próprio programa eleitoral.

Alburrica é um sitio classificado de interesse municipal

Carla Marina , da mesma associação, recordou que parte da Quinta Braamcamp integra a REN, e, alertou para problemas ambientais e efeitos das alterações climáticas.
Recordou que a zona de Alburrica é um sitio classificado de interesse municipal paisagístico e moageiro, não devendo desligar-se a Braamcamp deste território.

Venda da Quinta Braamcamp é um “erro histórico”.

Andre Carapinha, considerou que a venda da Quinta Braamcamp é um “erro histórico”.
Na sua opinião a quinta não está abandonada, “foi abandonada pelo actual executivo”.

Autarquia tem responsabilidade de limpar a Quinta e não o faz

Joana Carneiro, lamentou que não existam estudos que avaliem alternativas à venda, referiu que o que a autarquia pretende é “aproveitar o mercado” e vender rápido.
“A autarquia tem a responsabilidade de limpar a Quinta e não o faz”, disse.

Reunião com população

Tendo o objectivo de divulgar a importância da Quinta Braamcamp à população vai realizar-se no próximo dia 9 de Junho, pelas 17 horas, na sede do Paivense, uma Reunião Publica.

VER FOTOS

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10156182754077681 />

28.05.2019 - 16:10

Imprimir   imprimir

PUB.

PUB.





Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.