Conta Loios

reportagem

Escola Superior de Tecnologia do Barreiro
Tem um corpo docente estável e altamente qualificado

Escola Superior de Tecnologia do Barreiro<br />
Tem um corpo docente estável e altamente qualificado. ESTB e IPS deve estar cada vez mais têm que estar no centro da região

Pedro Dominguinhos, Presidente do Instituto Politécnico de Setúbal divulgou que nos próximos anos existem importantes desafios para ESTB.

“Quem nos procurou foi pela nossa qualidade e excelência da formação que nós desenvolvemos. Não foi por outro motivo, foi apenas por isso”, afirmou.

Pedro Dominguinhos, Presidente do Instituto Politécnico de Setúbal, hoje, pela manhã, no decorrer da tomada de posse de Pedro Neto, Director da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, função que vai exercer nos próximos quatro anos, sublinhou que o “seu conhecimento da escola” dá-lhe todas as condições para desempenhar um excelente mandato para a escola, para o instituto e para a região.

Uma escola mais qualificada e mais estável

Na sua intervenção, recordou o trabalho realizado por Pedro Ferreira, que durante cinco anos exerceu o cargo de Director da ESTB, missão que foi interrompida para exercer o seu cargo actual de Vice Presidente do IPS.
Referiu o empenho e o profissionalismo de Pedro Ferreira, envolvente e envolvido na comunidade, num tempo de grandes desafios – “nas lutas para conseguir alunos”, numa fase complexa vivida em Portugal.
Sublinhou que nos dias de hoje a ESTB é uma escola mais qualificada, mais estável, com mais investigação e com capacidade pedagógica.

Um corpo docente estável e altamente qualificado

Pedro Dominguinhos, salientou que a ESTB tem hoje qualidades fortes para desenvolver a sua missão e as suas actividades. Tem um corpo docente estável e altamente qualificado – “uma massa critica importante” para desenvolver todas as suas actividades, quer ao nível de investigação, área onde está a desenvolver projectos nacionais e internacionais, uma área crucial para a escola se afirmar do ponto de vista moderno, quer na capacidade da escola ser creditada pelos centros de investigação.
Referiu que é esta massa critica que permite à ESTB responder aos desafios, que possam ser colocados ou por autarquias, ou por empresas, escolas, ou sejam IPSS’s.
Salientou que a massa critica é essencial para o reforço da capacidade de intervenção da escola no território.
“Só com conhecimento nós conseguimos resolver os problemas, só com conhecimento nós conseguimos encontrar soluções, para as populações, que, em última análise é o propósito da nossa actuação”, salientou o presidente do Instituto Politécnico de Setúbal.

Novo modelo de ensino e aprendizagem é muito mais exigente

Recordou a importância da “inovação pedagógica”, sublinhando que o IPS e a ESTB têm sido pioneiros, colocar o espirito do novo na instituição.
Referiu projectos que estão em marcha ao nível da aprendizagem que junta docentes do ensino superior com docentes das escolas do ensino secundário e também de escola do ensino profissional, para levantamento de ideias.
Sublinhou, igualmente, acções em curso que visam ligar o politécnico a pequenas e médias empresas, para as tornar mais inovadoras.
Referiu que o novo modelo de ensino e aprendizagem é muito mais exigente, porque pede muito mais colaboração, pede muito mais envolvimento e capacidade de testar ideias novas.

Cada vez mais têm que estar no centro da região

Pedro Dominguinhos, salientou que nos próximo anos existem desafios para ESTB, porque estão em curso projectos que vão ser exigentes.
“Quem nos procurou foi pela nossa qualidade e excelência da formação que nós desenvolvemos. Não foi por outro motivo, foi apenas por isso”, afirmou.
Defendeu que a ESTB e o IPS – “cada vez mais têm que estar no centro da região”, contribuindo para o desenvolvimento de uma região mais competitiva, mais coesa e mais inclusiva.

VER FOTOS

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10156505483742681

21.10.2019 - 17:21

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.