Conta Loios

reportagem

«BARREIRO – PHOTOGRAPHIAS« de Guta de Carvalho
«A viagem pelas fotografias de Guta é feita de sensações»

«BARREIRO – PHOTOGRAPHIAS« de Guta de Carvalho<br />
«A viagem pelas fotografias de Guta é feita de sensações» Hoje, no Museu Industrial da Baía do Tejo, decorreu a apresentação do livro “BARREIRO - PHOTOGRAPHIAS", de Guta de Carvalho.

O livro de Guta da Carvalho faz mais pela valorização da imagem e percepção que existe sobre o Barreiro, do que muitas palavras que sobre o Barreiro se possam dizer, sublinhou Sara Ferreira, vereadora da Câmara Municipal do Barreiro.

Foram largas dezenas de barreirenses que, hoje ao fim da tarde, assistiram à sessão de apresentação do livro «Barreiro – Photografhias» , de Guta de Carvalho.
Após a apresentação de Making-of, que proporcionou uma viagem pelos bastidores da impressão do livro, nas isntalações da Tipografia Belgráfica, seguiu-se a sessão moderada pela jornalista Ana Carrilho; com a participação do autor – Guta de Caravlho; de Sara Ferreira, vereadora da Câmara Municipal do Barreiro; Sérgio Saraiva, do Conselho de Administração da Baía do Tejo; assim como quatro dos cinco convidados por Guta de Carvalho para escreverem textos, enquadrados nas fotografias editadas na sua obra.
Fernando Sobral, esteve ausente, por doença. Marcaram presença Carla Marina. Ana Porfirio, Paulo Santiago e José Batista.

Actividade criativa tem que ser uma referência

Sérgio Saraiva, do Conselho de Administração da Baía do Tejo, sublinhou que a colaboração da Baía do Tejo com Guta de Carvalho se insere na estratégia de transformar o antigo terreitório industrial “num território criativo”.
Sérgio Saraiva sublinhou que é necessário atingir esse designio, sublinhando que é preciso que este território atraia para si atctividades criativas.
Referiu que a presença de actividades criativas no
território da Baía do Tejo – “reforça a identidade” e “acresce valor social e económico”.
“A actividade criativa tem que ser uma referência, tem que ser um valor para o território”, disse.

Valorização da imagem do Barreiro

Sara Ferreira, vereadora da Câmara Municipal do Barreiro, responsável pela área cultural, sublinhou que o livro de Guta da Carvalho faz mais pela valorização da imagem e percepção que existe sobre o Barreiro, do que muitas palavras que sobre o Barreiro se possam dizer – “Um livro que faz pela imagem e pela percepção que têm da nossa cidade”.
“Obrigada, por ter registado tão bem o nosso Barreiro”, disse.

Barreiro será sempre mais que as memórias

Ana Porfirio, sublinhou que as fotogrfaias são o olhar de Guta sobre o Barreiro, um olhar que proporciona a todos os que gostamos do Barreiro.
“O Barreiro será sempre mais que as memórias e os desejos de cada um”, disse.

Obra que reflecte a nossa identidade

Carla Marina, salientou que a viagem pelas fotografias de Guta é feita de sensações, uma obra que reflecte a “nossa identidade”, o que somos e nos define - a multiculturalidade.
Um livro que transmite uma paisagem cultural, humana e que transmite a importância do património e da criatividade, como a base do conhecimento.

Uma linha estética que liga a Augusto Cabrita´

Jose Batista, recordou que Guta de Carvalho foi seu aluno com quem estabeleceu ligações, qua já vinham de antes de ser seu professor, através do amigo comum Augusto Cabrita, com quem aprendeu a viver o conceito de estética - “Augusto Cabrita, aquele que defino como o artista da luz”.
Sublinhou que a linha estética das fotografias de Guta – “é uma coisa que nos liga a Augusto Cabrita”.

Os imensos barreiros que há nesta terra

Paulo Santiago, referiu que não sendo do Barreiro, foi adoptado por pessoas que admira que lhe deram uma visão do Barreiro.
Sublinhou que tem uma ideia de Barreiro “emocional” e que gosta de olhar “os imensos barreiros que há nesta terra”.

Barreiro – “é meu porto de abrigo”.

Guta de Carvalho, salientou que o Barreiro – “é meu porto de abrigo”.
Salientou que quando faz fotografia- “faço o que me dá na real gana e que me dá gozo”.
“Não invento nada, se não as imagens que vejo”, disse, acrescentando que a fotografia não tem um clique mágico.

VER FOTO

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10156583450832681 />

18.11.2019 - 22:32

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.