Conta Loios

reportagem

Em cerca de 600 escolas do país
Vão ser retirados mais de um milhão de metros quadrados de amianto.

Em cerca de 600 escolas do país<br>
Vão ser retirados mais de um milhão de metros quadrados de amianto. Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, salientou que este o acordo de colaboração do Ministério da Educação com o Poder Local é um contributo para reafirmar a nossa escola pública.

Sublinhou que com este acordo vai-se erradicar o amianto para sempre das nossas escolas, será um assunto que passa a fazer parte do “livro da história”.

Hoje à tarde, no Parque da Cidade, no Barreiro, decorreu a Cerimónia de Assinatura do Acordo de Colaboração entre o Ministério da Educação e municipios da Área Metropolitana de Lisboa, do Alentejo e do Algarve.
Esta foi a última sessão de assinatura de acordos de cooperação, que envolvem municipios de todo o país, com um investimento na ordem dos 600 milhões de euros.

Um desafio para os autarcas

Nas boas vindas, Frederico Rosa, Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, anfitrião do evento, salientou que assinatura deste acordo é um desafio para todos os autarcas, é uma medida corajosa, que tem que concretizar os projectos num curto espaço de tempo, visando a remoção do amianto das escolas.

Acordo é uma verdadeira parceria

Carlos Miguel. Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, salientou que este é um programa nacional que envolve a intervenção em 600 escolas, donde vão ser retirados mais de um milhão de metros quadrados de amianto.
Referiu que os acordos de colaboração, hoje assinados no Barreiro, envolvem 58 municipios – 16 da AML, 29 do Alentejo e 13 do Algarve – prevendo-se a intervenção em 173 escolas na AML, 61 no Alentejo e 31 no Algarve, num total de 391 unidades educativas.
O Secretário de Estado anunciou a alteração de datas programadas, devendo os concursos ser lançados até 31 de Outubro, e, não a adjudicação como estava divulgado.
No que diz respeito aos preços salientou que o preço apontado de 50 euros por metro quadrado, é “um preço de referência” de acordo com os estudos de mercado.
No entanto percebe-se que o mercado reage em função da procura, pelo que existirá abertura para as possíveis oscilações.
Recordou que o acordo é uma verdadeira parceria onde “todos ganham”, este é um acordo de colaboração entre o Poder Central e o Poder Local que visa concretizar um desígnio comum.

Erradicar o amianto das escolas

Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, salientou que este acordo é um contributo para reafirmar a nossa escola pública.
Referiu ser este um exemplo da colaboração que é possivel existir entre o Poder Central e o Poder Local.
Sublinhou que com este acordo vai-se erradicar o amianto para sempre das nossas escolas, será um assunto que passa a fazer parte do “livro da história”.
O Ministro da Educação referiu que a escola é a ligação às familias durante os 12 anos de escolaridade obrigatória das crianças e jovens.

Ver Fotos

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10157323517542681

28.07.2020 - 17:58

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.