Conta Loios

reportagem

Parque Empresarial do Barreiro
Conta com mais 74 empresas que no ano 2013

Parque Empresarial do Barreiro <br />
Conta com mais 74 empresas que no ano 2013<br />
. A estratégia de revitalização do Parque Empresarial, não só fisico, mas também social e cultural, passa pela presença de pessoas em eventos, como aconteceu ontem no âmbito das Jornadas Europeias do Património.

Sérgio Saraiva, da Administração da Baía do Tejo, ontem à tarde, na abertura de uma conversa que decorreu no Museu Industrial, referiu que no Parque Empresarial do Barreiro, actualmente estão instaladas 238 empresas, sendo mais 74 empresas, comparativamente com o ano 2013.

Sérgio Saraiva, sublinhou que as empresas existentes no Parque Empresarial da Baía do Tejo, proporcionam um contínuo de actividade económica marcada pela diversificação.
Sublinhou que essa actividade económica está estreitamente ligada ao acontecimento que, ontem se registou no Parque Empresarial do Barreiro, sete eventos, em simultâneo, no âmbito das Jornadas Europeias do Património.

Sublinhou que este conjunto de eventos no Parque Empresarial da Baía do Tejo é uma referência da existência de novas actividades, naquele antigo território industrial, ligadas à criatividade e ao conhecimento.
Sérgio Saraiva salientou a presença de diversos arquivos, nomeadamente do Porto de Lisboa, o Espaço Memória da Câmara Municipal do Barreiro, o Museu Industrial da Baía do Tejo, da Fundação da CUF, assim como associações como a PADA Studios e o Coletivo SPA.
“É importante esta actividade no Parque Empresarial, porque revitaliza o edificado, desenvolve a animação social e cultural, e proporciona novas visões”, sublinhou Sérgio Saraiva.

Recordou, que nas actividades que estavam a decorrer, uma delas promovida por um conjunto de jovens arquitectos, ligados ao ISCTE, tinha como tema principal do projecto uma reflexão sobre a temática da participação, e o estimular diversas formas de participação, nomeadamente a ocupação de vazios urbanos para promover aactividades da comunidade, em cooperação com o Movimento Associativo, ou, o desafio de abordagem criativa de propostas e soluções de como utilizar os territórios da zona ribeirinha, com base em opiniões recolhidas no diálogo com a população.

A intervenção de Sérgio Saraiva, decorreu na abertura de uma conversa em torno do tema «Cartazes Políticos, Património da Democracia», que contou com a participação de Pacheco Pereira, da Ephemera, e, Manuel Soares de Oliveira, da Mosca Publicidade.
O Administrador da Baía do Tejo sublinhou que todo este conjunto de eventos, que marcaram o dia de ontem, assim como esta conversa, são importantes na estratégia de revitalização do Parque Empresarial, não só físico, mas também social e cultural, que se sentiu com a presença de dezenas de pessoas, durante todo o dia, quer a visitar a exposições, quer a participar nas diversas iniciativas

27.09.2020 - 15:27

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.