reportagem

António Costa anuncia no Barreiro arranque do projecto Arco Ribeirinho Sul
Habitação acessível, actividade económica geradora de emprego qualificado

António Costa anuncia no Barreiro arranque do projecto Arco Ribeirinho Sul<br />
Habitação acessível, actividade económica geradora de emprego qualificado . Novo Terminal Fluvial no concelho da Moita

António Costa, Primeiro Ministro, hoje à tarde no território da Baía do Tejo, no Barreiro, sublinhou que não perdeu a memória e rercordou uma reunião que fez com Carlos Humberto, antigo Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, para discutir o Projecto do Arco Ribeirinho Sul, afirmou – “Na altura, não conseguimos, agora vamos conseguir”.

O Primeiro Ministro, António Costa, sublinhou ser gratificante iniciar no Barreiro, no território da Baía do Tejo, os dois dias de «Governo + Próximo» que vão decorrer no Distrito de Setúbal, por este ser o local onde vai começar “o arranque efectivo dos trabalhos que são necessários para construir o futuro”.
Referiu que o ponto de partida será a descontaminação dos terrenos contaminados – “para se poder aproveitar este território”, quer para permitir construir Habitação acessível, em solos, onde hoje não é possível fazer-se, quer transformar este território, que foi uma das mais importantes áreas económicas do país, numa fortíssima área de actividade económica, geradora de emprego, de emprego qualificado – “já não com as indústrias do passado, mas com as indústrias do futuro”.

Novo Terminal Fluvial no concelho da Moita

O Primeiro Ministro divulgou a construção de um novo Terminal Fluvial no concelho da Moita e a construção de um Passeio Ribeirinho de 38 km, que ligará Alcochete a Almada, assim como divulgou o prolongamento do Metro de superfície pelos territórios do Arco Ribeirinho Sul .
António Costa, na sua intervenção agradeceu aos Presidentes de Câmara, terem dado o contributo para desbloquear esta situação, porque são os parceiros que o estado tem que ter para a boa gestão do território.

Recordou reunião com Carlos Humberto

O Primeiro Ministro sublinhou que estes projectos levam tempo, mas em politica, é necessário, “sermos persistentes”.
“Não consigo ver daqui, onde está o Secretário Executivo da Área Metropolitana de Lisboa, mas, meu caro Carlos Humberto, passados uns anos, nenhum de nós já exerce as funções que exercia, na altura, mas felizmente nenhum de nós perdeu a memória, e, eu, nunca me esqueci do dia, em que apanhei um barco no Terreiro do Paço, e viemos, aqui, à Câmara Municipal do Barreiro discutir como é que podíamos por a andar este projecto do Arco Ribeirinho Sul.
Na altura, não conseguimos, agora vamos conseguir”.

S.P.

29.03.2023 - 19:52

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.